segunda-feira, julho 25, 2011

Depois disto quero ver quem tem coragem para me chamar niilista!


Esta tarde na praia contemplei uma mulher, grávida de quinze meses, pelo menos, junto ao mar, com o grávido agarrado a ela, massanjando-lhe a barriga, jorrando carinho, numa das mais sensuais cenas que tinha visto! Ao lado, deitados na areia, molhados, brincavam dois ou três labreguinhos que o casal olhava com um sorriso! O mundo pode ser um lugar estranho, mas enquanto existirem pessoas que se amam e com esperança, vale a pena passear por cá! 

7 comentários:

  1. AMOR e ESPERANÇA - são mesmos dois grandes sentimentos que ajudam no passeio pela vida, nas paragens para descanso do passeio, quando descansamos do passeio, quando iniciamos novo passeio.
    Ler esta dissertação na 2ª feira, fortaleceu as forças para o passeio desta semana. Obrigada.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:27

    refere-se a niilista passivo ou activo ?

    ResponderEliminar
  3. Dica15:09

    Um carinho ...

    Vale mil palavras ...

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Há momentos (pequenos, curtinhos, fugazes) capazes de ditar um intervalo na sequência lógica e determinada de qualquer niilista, pois há. Há, eu sei! :)

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!