sexta-feira, julho 22, 2011

uma estranha forma de ser ou a arte de beber vinho de pacote em copo de cristal falsificado!

A geração dos vinte não entende porque a minha geração gosta de Herman José! Porque não tem idade para perceber que o Herman foi um dia soberbo, que nos fez rir e pensar, que ajudou a fazer do Portugal ainda salazarento um povo menos triste e melancólico!
Dito isto, reconheço que, depois do Herman, os Gato Fedorento são o melhor da portugalidade para nos fazer rir! Por vezes deixam-se trair por um humor muito óbvio, mas têm no ADN o melhor do humor inglês, verdadeiros sociólogos das taras e manias desta estranha coisa de ser tuga! Por estes dias adormeci a pensar num ultimo dos seus spots, aquele das promoções para o meo, mormente quando Ricardo Araújo Pereira diz algo como "mas , oh, Fernando, e se o cliente tem a raiz quadrada do pi" !

Nesta frase, Ricardo Araújo Pereira capta a essência de uma certa portugalidade, uma forma tuga de estar na vida, o desencanto encanto daqueles que apenas se conseguem fazer notas pelas dificuldades que criam, que escamoteiam a sua ignorância por detrás de três ou quatro palavras caras - sem cuidarem de saber o que significam - num inglório esforço de erudição ignorante! Mas que dormem felizes! 

8 comentários:

  1. ...raiz quadrada de 7 pontos vezes pi pontos...
    Isto é:
    raiz quadrada de 7= 2,645751
    Pi = 3,141593
    ou seja 8,311873 pontos
    lol

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:48

    malditos eruditos! melhor dizendo pseudo-eruditos! As pessoas mais sábias que já ouvi falar conseguem sempre utilizar as palavras mais simples para se fazerem entender... Já outras...

    ResponderEliminar
  3. Filipe C23:31

    Depois admiram-se dos chumbos a matemática, a primeira coisa a saber é interpretar o enunciado.
    sqr7 x Pi x 7
    8,311873x7=58,1831

    ResponderEliminar
  4. Gostei do Herman e adoro os Gatos :) E concordo contigo.

    ResponderEliminar
  5. Professor, não lhe admito isso! Eu tenho vintes, e eu ainda me lembro de ser um micróbiozinho e de ver o Tal Canal com os pais e os tios, ou a genial loucura que foi a Herman Enciclopédia (que ainda hoje perco horas no Youtube a recordar, e a quase fazer chichi nas calças de tanto me rir como antigamente). Não vi o que veio antes a não ser por gravações e pela RTP Memória (um grande canal, já agora), mas olhe que a minha geração ainda sabe quem foi o verdadeiro Herman José.

    Posto isto, os Gato também sabem como comunicar o tal humor inspirado nos Monty Phyton com o tugalandês porque beberam da sabedoria do Herman durante anos. Nós continuamos iguais a sempre, por isso por aí tiveram a tarefa bastante facilitada... Mas gostava mais daquela pureza que mostravam nos tempos de SIC Radical, ou ainda no Diz que é uma Espécie de Magazine na RTP. Basicamente foi aí que criaram as personagens e as figuras que fizeram deles conhecidos por todo o lado. Quantas vezes não oiço ainda gente a cantarolar o velhinho "falam falam, falam falam, mas não os vejo a fazer nada" quase sem saberem de onde veio.

    Mas, agora que fala nisso, sempre achei que o Professor tinha uns jeitos muito parecidos com o RAP. Tirando o cabelo, em que ele dá 15-0 (olha outra...) ao Professor, mesmo depois de rapar a pente 2. Eheh


    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. abraço grande, Ferrão!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10:43

    não é a 1ªvez e nem será a última em que sou dissonante com a minha geração, mas acontece que acho que os Gatos têm um humor muito mais genuíno e surpreendente do que alguma vez o HJ aspirou a ter.
    Há que reconhecer que no início o HJ desbravou o humor em Pt mas, levado na onda da fama, instalou-se frequentemente na piada forçada, frequentemente ordinária e ofensiva.

    Os Gatos situam o seu registo na senda do verdadeiro humor à portuguesa, tocando astutamente no ponto nevrálgico daquilo que é preciso ser dito, usando de extrema criatividade e originalidade para fazer rir...e pensar!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!