sábado, abril 30, 2011

É a chamada Boda Real, com direito a tiara e alfinete de peito! Bem dita sois vós, neo-monarquia!

Porque um homem de esquerda é de esquerda e um homem de direita, é de direita!



Depois deste deslumbrante post onde sabiamente expus a diferença entre o pensamento feminino de esquerda e de direita, fui provocado para elucidar a clientela deste blogue muito mal frequentado, sobre as diferenças entre um homem de esquerda e de direita!
Confesso que estranhei alguém me fazer a pergunta tão pueril, porque são tão visíveis as diferenças que esta reflexão é inútil, porquanto as dissemelhanças são óbvias! Mas depois recordaram-me que a malta de esquerda também lê este blogue, pelo que se exige uma explicação mais simples.
A primeira evidência, axiomaticamente insofismável é no vestuário: o homem de direita veste-se e o de esquerda cobre-se com tecidos; se ambos são religiosos, os gajos de direita rezam a Jesus Cristo e os de esquerda a Che Guevara, sendo que, comungam da convição religiosa de que quem não segue o seu Deus deve arder no Inferno. Mas a religiosidade dá-lhe tolerância, tanto que, respeitam quem pensa diferente, chamando-lhes carinhosamente cambada de burros, oportunistas, filhos de umas pêgas! 
O homem de direita, tem presente em cada momento o valor divino da vida e em todas as suas acções tem presentes os ensinamentos da Igreja e as recomendações do Papa; por exemplo, por obediência às leis de Deus, o homem de direita sempre que participa em orgias ou faz o sexo com prostitutas, recusa-se a usar preservativo, porque o preservativo é pecado. Aliás, é o mesmo princípio que leva a mulher de Direita a fazer abortos, recusando-se a usar a pílula: mais vale pecar três ou dez vezes com os abortos que todos os dias usando a pílula! O gajo de esquerda é bem mais tolerante no sexo: agarrado à velha máxima “um cu é um cu”, seja gajo ou gaja, está pago, marcha!
O homem de direita tem muito mais estima pela sua parceira que o homem de esquerda, que, via de regra, maltrata as mulheres, mesmo as que não gostam! Como é consabido o homem de direita, preserva a sua mulher, esforçando-se para poupar a "rola" conjugal, coagindo-se a frequentar outras; no mesmo sentido, este é um homem sensível, que respeita a intimidade da mulher, dando-lhe todo o espaço que esta precisa, preferencialmente na cozinha! Já o tipo de esquerda, rouba a identidade à sua mulher, insistindo em roubar à sua esposa o prazer de lavar, cozinhar e limpar a casa, embora, nunca lhe exigem que façam a depilação.
O homem de esquerda é mais culto que o de direita; ele diz perceber o cinema português, gosta de ir àqueles teatros completamente vazios, diz ler Lobo Antunes e acha Saramago melhor que sexo; já o de Direita, é mais iletrado, e acha que cultura é ver o Sporting, ir a Touradas e a festas! O homem de esquerda vê pornografia, o de direitas masturba-se a ver criancinhas a passar fome e os sem abrigo a comer do balde do lixo!

sexta-feira, abril 29, 2011

Crónicas da pila azul, da expiação da vergonha, da democracia sem foguetes e do facto das cooperativas não serem para todos...

Há coisas que devemos fazer e calar! Porque é ridículo vir para a arena arrogar-se de méritos privados! Pelo que ponderei não partilhar que ontem fui ao Hospital de Beja tornar-me dador de medula! Seja lá isso o que for! Mas se faço a referência é apenas para convidar outros a fazer o mesmo que! Porque é tudo menos um acto de cidadania! Vergonhoso é o facto de apenas ter ido! E ainda por cima, apenas fui, para ver enfermeiras giras! Porque é rápido! Porque não dói nada! Porque até nos oferecem um penso rápido! E sim, eu sou daqueles que se senta na marquesa e nem se lembra de tirar o casaco e levantar a camisa! 
Nas ultimas duas semanas dei em privado os parabéns ao Paulo Barriga por os seus editoriais! Que andam excelentes! Intransigentes na defesa da cidade e da região! Ele não gostou desta crítica, mas provavelmente o tempo deu-me razão e os editoriais subiram muitíssimo de qualidade! Chamo a atenção do leitor para o editorial de amanhã, na crítica feroz, direta, necessária e verdadeira! E deixo a pergunta: o que dizem hoje aqueles que atacaram o Paulo Barriga, que diziam que era um boy do PS? Porque isto de ser democrata é muito mais do que vestir blusas do Che, berrar porque não há foguetes no 25 de abril e dizer que quem não está comigo está feito com o capital! Ser democrata é lutar pela independência, pelo mérito, criticar a partidocracia e o tachismo, venha ele, de onde vier! 
Por falar em vir, hoje no porque há conversas e outras conversas convidamos Arnaldo Nascimento para debater a primeira página do DA, as cooperativas, as virtudes e os erros e onde mais a conversas nos guiar! 
E enquanto isso, alheios a tudo, o Will casa com a Katie, lá para terras de sua majestade e por umas horas, o mundo é uma linda história de amor, onde a bonita menina casa com o principe charmoso! Porque na vida a única coisa absoluta é o facto que tudo é relativo...  

quinta-feira, abril 28, 2011

Hugismos ou pensamentos quase filosóficos que podiam estar em revistas femininas de baixa qualidade!

Um homem quando vê uma mulher sensual a comer caracóis, sente uma mistura de conforto com esperança! Conforto por perceber que um cornudinho pode ser comido com prazer; esperança, por pensar que pode ser o próximo!

Insignificâncias para ajudar o leitor a adormecer...


Quando Marcello Caetano foi deposto, quando apresentou a Spínola a sua rendição, enquanto cercado no Largo do Carmo e Salgueiro Maia, começaram as negociações para a entrega pacífica do poder que já tinha caído, em todo o momento, houve cordialidade no trato!
Com ou sem toda a razão, porque a história um dia ainda vai ser escrita sem a estranha tinta da emoção, Marcello Caetano era o rosto de uma opressão de quarenta anos, de perseguições e pilhagens políticas, da fome mais miserável que a miséria pode contar, do completo desrespeito pela condição feminina, da inexistência de cuidadosa básicos de saúde e de educação para quem era incapaz de a pagar, da completa e complexa desprotecção dos mais fracos! Mas, apesar de tudo isso, apesar de ser um ditador que deteve o poder contra a vontade do povo, Marcello Caetano não foi vítima de orla de imbecis que o achincalharam: foi tratado com cordialidade, com respeito, com educação!
Quem saiu para a rua a 25 de Abril não foi gritar contra o regime que tinha ruído de podre! Foi festejar um novo tempo que começava, foi comemorar o direito a ter esperança, o direito a sonhar com um país diferente!
Só há duas razões para ter saudades do 23 de abril de 74: ter sido parte do regime, ser um daqueles que era privilegiado com as benesses do regime ou a deliciosa ignorância de não a menor ideia do que se está a dizer, mas ter a felicidade de o poder dizer!
Mas Otelo tem razão quando sente a falta de alguém com o perfil de Salazar: porque Salazar era um homem errado mas honestíssimo e incutiu nos portugueses um apego ao valor da honestidade, que ruiu na democracia! Otelo tem razão, porque sendo Salazar um déspota, alguém que traçou um destino cruel para Portugal, mas tinha um pensamento sobre o futuro do País! Porque Deus, Pátria e Família era um quadro de valores morais, de referências éticas, que norteavam o comportamento dos cidadãos!
E valores de cidadania, a moralidade social, respeitar o honesto e íntegro, criticar o caloteiro e o mentiroso, avaliar um homem pelo que é e não pelo que tem, eram quadros de referência que se perderam no tempo! Festejar abril, reconhecer que hoje estamos muito melhor do estávamos, não é fechar os olhos e ter a insanidade de esquecer que nem tudo muda para melhor, porque a “desevolução” existe: e antes a sociedade era genericamente mais honesta, mais cordial, com melhores valores, princípios e ética mais forte!

quarta-feira, abril 27, 2011

A pequena arte da grande política ou o seu inverso, numa tarde de sol, sem caracóis!

Cá pelo burgo, entre feriados, pontes, manifestações de comemoração da não comemoração do 25 de Abril, na ressaca da Páscoa e na expectativa de mais uma Ovibeja, os partidos políticos andam a brincam às listas, com cotas e quotas!
Sempre eficiente e profissional, o PCP soube renovar e, ciente que esta legislatura era como um paixão de verão, trocou o veterano José Soeiro pelo imberbe João Ramos, tendo o cuidado de o promover à exaustão: basta ver quantas vezes por semana o órgão oficial do partido lhe faz referência, para perceber como se faz comunicação política! O PS aposta na continuidade, como seria óbvio! A surpresa é mesmo o mandatário, que saiu do inesgotável lado dos comunistas recauchutados! 
Mas é no PSD que encontramos a melhor estratégica da época! Mário Simões poderá ter todos os defeitos do mundo, mas não é parvo! Carlos Moedas é uma escolha soberba, que une o partido, que atraí os independentes - tipos como eu, não precisam de fechar os olhos para votar Carlos Moedas -, que dificulta a campanha da CDU, porque não será fácil atacá-lo e, na luta pelo terceiro deputado, provoca dificuldades ao PS em explicar porque vamos renegar um filho da terra intimo do próximo PM, para eleger um desconhecido que até pode nem ser ilustre! Sim, também eu estou convencido que no dia 6 a impresa local vai escrever que o "filho do zé moedas foi eleito" (embora, como fará parte do Governo, não exercerá funções, permitindo a Mário Simões ser o deputado PSD por Beja!)

E depois, sentaram-se num banco e ficaram quietos e mudos a ver a vida passar...



Berengária nasceu no dia do seu nascimento, filha do seu pai e de sua mãe – não dos pais do leitor, mas dos pais dela – e por estranhas razões nasceu nua e desdentada! Mas a vida fez-lhe bem e hoje com trinta anos e tantos pecados, é uma mulher deslumbrantemente normal, como eu, se fosse gaja, a leitora ou a rapariga da loja da esquina!
Berengária sempre teve alergia ao trabalho duro e ao esforço! No secundário perdeu anos, porque estudar, por uma qualquer inusitada razão, é mais aborrecido que namorar, cabritar, beber uns copos, fumar daquelas coisas que fazem rir e dão sono; é certo que chumbou de anos, que fez um aborto em Espanha e outro com comprimidos, mas raramente faltou a concertos, fez férias no estrangeiro e divertiu-se faustosamente!
Um dia a vida sorriu-lhe, o mundo mudou em três dias, alguém descobriu uma coisa chamada mais 23 e tornou-se universitária! Porque já tinha vivido tudo e tudo deixou saudades, quis ser e foi adolescente outra vez, foi caloira pintada, veterana trajada, foi a jantares que terminaram no pequeno almoço, arraiais, festas e folias, putarias felizes, porque o Carnaval são apenas três dias e urge comemorar a Pascoa a semana académica e aquelas noites que de pequenos  nadas sem faz um tudo!
Berengária acabou o curso, falou com um primo que era doutor, que lhe conseguiu um estágio que virou emprego sem nunca ter sido trabalho, comprou casa, toda mobilada com plasma na sala  e frigoríficos cinzentos, mais um carro todo charmoso com tecto branco, apesar de azul, foi de férias, perdeu-se na Mango, na Massimo Dutty, as calças eram salsa e a cuecas da woman secrets! Berengária pediu empréstimo ao Banco, fez leasing do carro, encheu os cartões de crédito com as futilidades indispensáveis e fez mais um crédito pessoal, pediu cartão wortem quando apareceu o iphone, com o cartão da fnac comprou um Mac e um dia percebeu que não tinha dinheiro para pagar as dívidas! Felizmente na net conheceu a cetelem, pediu novo empréstimo e para comemorar foi passar um fim de semana num spa! E comprou um par de sapatos!
Berengária foi à manifestação da juventude à rasca! Porque os juros que lhe cobram são insuportáveis, porque os bancos são cruéis e enchem-se de dinheiro a explorar pessoas como ela! Por culpa dos mercados!
Berengária não é mulher! Berengária é um País…  

terça-feira, abril 26, 2011

Há blogues novos cá pelo burgo!

Numa época em que parece que o Facebook é tudo na vida da internet, sublinha-se o surgimento de sangue novo! Saudável... para contrariar o cansaço monótono dos que escrevem há demasiado tempo!

Coisas que provavelmente não têm interesse nenhum...


Quando escrevo estas linhas ainda andam por aí a comemorar o 25 de Abril! Um dia em todos enchem a boca de falar nos nossos direitos! Deixem-me perguntar - porque perguntar não devia ofender - para quando uma discussão séria sobre os novos deveres?! 

Fora de contexto: quem viu o País estes dias, consegue acreditar que Portugal está mergulhado numa profundíssima crise?!

segunda-feira, abril 25, 2011

Porque tal como o coito, o 25 de Abril é sempre que um homem quiser!


Por estranhas razões que a razão estranha mas não desconhece, há que lute para sequestrar o 25 de Abril, como se a liberdade e a democracia fosse território apenas de uns poucos e não de uma imensa maioria!
Não concebo um mundo sem liberdade de ler, pensar e escrever! Um mundo castrado da suprema liberdade de gritar algo o que se acredita, ainda que aquilo que os outros lutam seja tudo aquilo que combato!
A democracia é uma cama conspurcada onde dormem todos os defeitos! Mas com todos os seus defeitos, apesar de todos os seus defeitos, por todos os seus defeitos, a democracia é o pior dos sistemas, com exceção de todos os outros!
A democracia é uma mulher voluptuosa e libidinosa, que exige ser conquistada todos os dias, porque, quem não sabe cuidar não merece amar! E por estes dias, quiçá mais do que nunca, é crucial defender a democracia daqueles que se dizem democratas, que reclamam outro 25 de Abril, pela total inépcia de respeitar o grande desígnio de Abril, permitir que seja o povo a escolher o seu destino! O nosso destino!
É verdade que muito ficou por fazer! É verdade que muito foi mal feito! Demasiadamente mal feito! É certo que há um caminho imenso para trilhar ... mas importa nunca esquecer e hoje enfatizar, que neste estes anos, com erros, falhas e defeitos, construímos algo melhor

sexta-feira, abril 22, 2011

Precisamos de um Salazar, diz Otelo Saraiva do Carvalho

Otelo Saraiva de Carvalho acredita que Portugal precisa «de um homem com inteligência e a honestidade do ponto de vista do Salazar» para resolver a crise que atravessa.
«Precisávamos de um homem com inteligência e a honestidade do ponto de vista do Salazar, mas que não tivesse a perspectiva que impôs, de um fascismo à italiana (...) Alguém que fosse um bom gestor de finanças, que tivesse a perspectiva de, no campo social, beneficiar o povo, mesmo e sobretudo em detrimento das grandes fortunas», disse, em entrevista ao Jornal de Negócios.
O «capitão de Abril» elogia o que se fez a seguir à revolução «ao nível da educação, da saúde» e mesmo económico. «Houve um rápido crescimento do nível económico das populações a seguir ao 25 de Abril à custa das reservas de ouro que o forreta do Salazar tinha amealhado no Banco de Portugal, mas depois, esgotada essa possibilidade, a coisa começou a entrar em dificuldades», lamentou.
«Não tivemos uma gestão honesta, incorruptível, capaz de levar por diante este barco que é o nosso país (...) Salazar foi uma pena, porque era um crânio em economia e finanças, podia ter feito maravilhas pelo povo, mas era um tipo de miopia política», concluiu

Em defesa dos Comboios...

Bem sei que ver tanto homem a gritar por um comboio é uma coisa um bocadinho gay, mas é Páscoa e na Páscoa devemos ser tolerantes! Seja parte desta campanha! Porque, apesar de tudo, Beja Merece!

quinta-feira, abril 21, 2011

Porque salvar a "Comprativa" só depende de ti!

Para ler e tentar perceber!

Crónica que deveria ter sido escrita com eles de molho, mas o S. Pedro é um cortes e a culpa é do FMI!

Não há maior labreguice na vida que o Algarve em dias de chuva no quase Verão, ou seja, aquela época do ano que ainda não é Verão mas que fingimos não perceber! É uma ternurinha ficar numa esplanada a ler e a ver a vida passar por nós, contemplar as gentes que passam, desde os petizes que insistem tomar banho apesar da chuva que teima em cair, perante a cumplicidade da mãe que dá o olho por vinte minutos de sossego, as pessoas que apesar do Inverno vestem as roupas de verão, porque o tempo somos nós que o fazemos, aos outros que enfrentam a parca chuva com a temeridade que se enfrenta a neve, a senhora de sandálias que troca gargalhadas com a menina em botas - se for com mini-saia, tudo bem! - os cheiros do mar que se misturam com a chuva, os raios de sol, como breves sorrisos de crianças felizes e todo o algarve deste mundo num centro comercial! E os cheiros de gente que tenta ser feliz! 

quarta-feira, abril 20, 2011

Nestes dias, mais do que nunca, orgulhosamente Benfica!


O jogo de hoje foi um espelho da época: o Porto mais equipa que o Benfica e uma arbitragem sempre pronta para dar uma ajudinha!
O Porto podia ganhar sem roubar? Podia! Mas não era a mesma coisa!

ps - espero bem que hoje não desliguem luzes, não liguem a água, deixem os adeptos comemorar! Reitero: quem não sabe perder, não merece ganhar!

Baci

Uma condição sine qua non para amar Beja é sair amiúde! Pequenas escapadinhas, para respirar outros sítios, outras paisagens, outras gentes, interiorizar que há um mundo lá fora, perceber que não estamos condenados à pequenez maledicente dos idiotas, das tricazinhas estéreis e histéricas de aldeia, desta estranha obsessão por nada e por coisa nenhuma! Uns dias a inspirar o que nos inspira, para depois regressar mais inteiro, após percorrer o roteiro da introspecção! Em dias cinzentos de chuva! Aqueles em um mundo se conjuga para recordar o cigarro ausente! E as outras ausências... 

E depois, ainda há quem diga, que não há mulheres perfeitas...

terça-feira, abril 19, 2011

Ou comes a sopa toda ou chamo o FMI!

O PCP e o BE recusaram-se a sentar à mesa com o FMI! Preferem a coragem de gritar ao longe do que olhos nos olhos apresentarem as suas diferenças! E  não estão sozinhos! Na Europa há muitos que estão com a verdadeira esquerda e a esquerda verdadeira exigindo que o FMI saia de Portugal! É assim na extrema direita finlandesa, na alemã, na francesa e na holandesa, que tudo têm feito para impedir o resgate do País! 
É a prova provada da globalização e de como os opostos se atraem: é preciso uma bússola para distinguir Fidel Castro de Salazar, um microscópio para perceber as diferenças entre Estaline e Hitler!

Por mim, decidi que também sou contra o FMI! E vou ser ainda mais patriótico! Porque há outros caminhos! Vamos expulsar o FMI! Mais do que ameaçar não pagar as dívidas e exigir uma renegociação da dívida em condições mais favoráveis, vamos exigir o perdão da nossa dívida, que nos emprestem dinheiro para investir e nos paguem juros pelo dinheiro que nos emprestaram e, por fim, exigir que a UE pague aos nossos reformados "pensões" iguais às alemãs! Estão comigo?!

Asmodeus ou as políticas do demo!

Numa interessante crónica publicada no CorreioAlentejo a minha querida amiga Margarida Janeiro, cita um deslumbrante texto de Eça de Queiroz para depois ir atrás do Sócrates! 
O texto do Eça é soberbo e podia ter sido escrito ontem! Porque o retrato que faz do País nos últimos anos da Monarquia é o mesmo que podemos fazer hoje! Mas o erro da Margarida é não extrair as consequência do texto: porque se tudo mudou na política num século e uns trocados e o País continua igual, não é tempo de perguntar... se serão mesmo os políticos os culpados?!

segunda-feira, abril 18, 2011

O primeiro dia...

Quem te manda pensar em praia, grande otário...

Cluster Aeronáutico

Esta é uma péssima noticia! Porque mais uma vez Beja foi incapaz de fazer lóbi para conseguir um investimento público que tinha toda a lógica do mundo que fosse realizado em Beja. Constato que alguns festejam, confirmando o que tenho dito e escrito, que merecemos aquilo que temos! 
De uma vez por todos urge um esforço de união, falar a uma só voz na defesa daquilo que é decisivo para a região! Sempre afirmei que só o Aeroporto era inócuo e que o desafio era dotar o espaço de um componente empresarial que permitisse a rentabilização! Com a queda do governo, ainda podemos ir a tempo de trazer para Beja este investimento! E deixar claro a nossa indignação! 

Adenda: Afinal o PSD também acha estranho!

sábado, abril 16, 2011

Felizmente Portugal não é a Islândia, infelizmente...

Nas ultimas semanas muito se tem falado na Islândia, como a grande solução da portugalidade, como se o nosso caso fosse comparável com a Islândia! Obviamente que quem fala esquece que os islandeses perderam 50% do seu poder de compra, mergulhados numa profundíssima crise! Que no caso da Islândia há economia, o país tem uma balança de transacções positiva e que, no caso deles,  crise deve-se apenas à especulação e irresponsabilidade dos bancos! 
Mais. Que a decisão de não pagar a dívida foi tomada por referendo, sendo que, por lá, pasme-se, as pessoas votam nos referendos, em vez de passarem o dia na praia... 

isto devia ter título, mas não consigo pensar em nenhum...


... e depois, de repente, passam os meses, as estações sucumbem umas às outras, abrimos a janela e percebemos que a noite anuncia que o verão está a espreitar numa esquina próxima! Sorrimos a percebemos que nestas noites tudo é possível, que não há limites para o desejo e para a imaginação!

sexta-feira, abril 15, 2011

Porque há conversa, outras conversas e o Diário do Alentejo

Começa hoje uma parceria entre o Diário do Alentejo e a Rádio Pax, em concreto, com o programa porque há conversas e outras conversas! Desta semana para o futuro, a capa do diário do alentejo oferece o mote para uma tertúlia! Todas as sextas, pelas 18h12, na Pax!

Beja é um dos 5 melhores novos destinos do Mundo!

Diz o Times. Um dos melhores órgãos de comunicação do mundo! (ou era, até há semana passada!). Um claro e inequívoco exagero, sejamos honestos! Provavelmente motivado pelo desejo de ser gentil à empresa que vai voar para Beja! (viram a subtileza com que disse que o jornalista recebeu uns trocos?!)! Ou por uma daquelas felizes coincidências da vida de um jornalista querer ser exótico e Beja ter saído na rifa!
Mas a verdade é que a notícia é excepcional para Beja. Porque uma notícia destas - bem aproveitada - pode fazer mal que mil parvoicezinhas na divulgação da nossa região! Porque uma noticia destas deve encher-nos  todos de profundo orgulho! Porque uma noticia destas devia ser aproveitada, divulgada, esfregada na cara de todos aqueles que há anos e anos gozam com os alentejanos! Alguém duvida que se o Times falasse no Douro, Figueira da Foz, Açores, ou outra qualquer região do País, era destaque nos jornais e televisões?!
Mesmo em Beja a notícia é escondida! O importante era criticar a parolice dos autocarros - mesmo por parolos que %/%/$%/ =)&)& ()&)&)!!!!  - como se viesse algum mal ao mundo por alguns bejenses quererem estar presente num momento que, sendo meramente simbólico, para alguns é especial?!

Obviamente que o Times não disse o que disse por mérito do Pulido! Porque um ano e meio de Câmara não dá tempo para ficar na história da cidade, para deixar a sua impressão digital! Para o bem e para o mal! Da mesma forma que só os tontos culpam o Pulido pelo declínio do comércio tradicional, só os loucos podem elogia-lo por o Times se lembrar de Beja: o mérito é de quem geriu o Alentejo ao longo das ultimas décadas, das nossas gentes, dos nossos empresários, da região enquanto tal!
Ainda falta muita coisa? Claro que sim! Porque um projeto como um Aeroporto demora mais de uma década a implementar-se! Porque precisamos de uma década para preparar a cidade e a região para o turismo! Porque precisamos de atrair empresas de aeronáutica porque se o Aeroporto de Beja vivesse apenas de passageiros morria à mingua!
Mas mais importante do que tudo é mudar mentalidades! Porque da mesma forma que o Alqueva está a servir para beneficiar empresários espanhóis que tiveram a audácia de investir, se Beja continuar mais interessada em destruir o Aeroporto do quem em construí-lo, se continuarmos com este masoquismo estúpido de auto-flagelação, de nada vale o investimento! E vamos acabar por dar razão àqueles que sempre boicotaram este investimento que, recorde-se, no seu total, equivale a menos de 5 km de auto-estrada! 

PS - A TVI veio a Beja gozar connosco e fazer uma reportagem nojenta! E alguns aplaudem!!!

quinta-feira, abril 14, 2011

Um terço dos universitários teve sexo embriagado

Andam a gastar dinheiro em estudos para concluir isto!! Como se não fosse óbvio! Feios como são os meus alunos, obviamente que só conseguem safar-se, depois de as embriagar primeiro! Aliás.. ou embriagadas ou bêbedas...

Se eu apanhasse o Ministro, contava-lhe uma história, que nunca mais confundia Beja com Évora...

O Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça e o Secretário de Estado Adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, presidiram ontem à assinatura dos acordos entre a ANA – Aeroportos de Portugal e operadores do sector aeroportuário e turístico. Antes da partida do voo inaugural do Aeroporto de Beja com destino a Cabo Verde foram celebrados protocolos com 5 empresas (Sunvil, Herdade do Grous, TUIfly, Aeromec e Urbanos) nas áreas do transporte, carga, manutenção e logística.

Se os homens não fizessem tantas perguntas, as mulheres não eram obrigadas a mentir tanto!

Peço desculpa por esta manhã não escrever que todos os políticos são um bando de criminosos traidores oportunistas, que os empresários deviam ser todos enforcados, que a Europa é má para nós e nos obriga a comer a sopa, que os mercados odeiam-nos e que somos uns incompreendidos, vitimas de uma conspiração tenebrosa, que ninguém gosta de nós, que os outros nao entendem que somos o mais extraordinário povo do mundo.
Prometo fazê-lo outro dia, mas ainda não foi esta manha que acordei demagogo!
Reitero as minhas desculpas por vos estar a chatear com essa coisa aborrecida chamada realidade! Porque, por feia que seja a verdade, não deixa de ser verdadeira!
E a verdade é que Portugal não gera riqueza que permita que todos os jovens adultos cheguem aos vinte e alguns anos, comprem casa própria a estrear, carro, mobílias, plasmas e viagens para o estrangeiro, logo depois de terminarem a Universidade.
Desculpem chatear, mas não podemos continuar a achar que se possa terminar uma licenciatura em três anos, embebedando-se todas as quintas-feiras, sem lerem um livro, sem lerem uma revista, sem acompanharam as noticias, tendo como máximo objectivo académico comer uma aluna Erasmus!
Eu sei que é aborrecido dizer isto, mas o País não suporta nem reformas milionárias, nem reformados aos cinquenta anos, nem tanta gente a ser subsidiada para passar as tardes no café!
A verdade nua é que as despesas com educação, saúde e transportes não podem continuar a crescer a um ritmo pornográfico, que é preciso dizer não aos sindicatos, que temos de poupar energia e travarmos em conjunto uma luta contra a evasão fiscal e os esbanjamento de dinheiros públicos com clientelas partidárias!
Bem sei que acreditar em mentiras doces é preferível a encarar a verdade! Mas o País não suporta mais mentiras!

quarta-feira, abril 13, 2011

Verdades, auto-flagelação, gente parva, Beja, coisas que devem ser ditas e outras que surgem no contexto!

Adoro o debate de ideias! Por ter formação jurídica aprendi que divergir é salutar! Erro muitas vezes, falho, engano-me, mas defendo as minhas convicções! Por vezes com tanta veemência que dá ares de arrogância, sobretudo no discurso escrito! Mas irrita-me quem recorre à mentira e ao disparate por fala de argumentos! E cada dia tenho menos paciência para aqueles que por capricho partidário atacam o bom nome a honra alheias, incapazes de ter um debate sério, porquanto, não têm ideias, nem projectos, nem coerência, apenas a arrogância estúpida de se acharem brilhantes quando ofendem os outros, sem assumir o desvalor das suas acções! 
Para mim é completamente irrelevante que a CMBeja seja PC, PS ou PSD! Nunca ganhei um cêntimo com a Câmara e não penso vir a ganhar! Mas se me dei ao trabalho  - e foi muito o trabalho - de com outras pessoas, muitas delas bem melhores do que eu, lutar por uma mudança, foi porque assisti a minha cidade a desfinhar e senti dos poderes locais uma total incapacidade para contrariar o declínio acentuado de Beja, uma cegueira profunda que os levava a dizer que Beja estava a crescer!!! (infelizmente, parece que alguns só perceberam como estava a cidade, depois de uma reportagem da RTP!). Mas ser crítico do anterior executivo, nunca me cegou e sempre aplaudi o que era bom para a cidade! Para citar dez exemplos, fui grande defensor da Vinipax, Festival de Banda Desenhada, Palavras Andarilhas, Parque da Cidade, da procura de instalar em Beja uma fábrica chinesa, a intransigente defesa da Ovibeja, dos investimentos no sector do azeite, do trabalho da diocese no que concerne à arte sacra, da magnifica biblioteca José Saramago e do bom trabalho feito no apoio aos idosos! 
Sou amigo do Pulido Valente, não é segredo! Mas ser amigo não é dizer sempre que sim, mesmo quando erra: pelo que, e para voltar a citar dez exemplos, critiquei não ter feito uma auditoria às contas e ter-se arrastada para a guerra de números mais estúpida do mundo, a parolice dos autocarros para ver o avião passar, o retirar dos cartazes da festa do avante, proibir o estacionamento no largo do carmo, o atraso nas hortas, ainda nao existir a empresa de promoção económica - e faz tantaaaa falta! -, o tempo perdido em resolver o problema do Diário do Alentejo, os atrasos no pagamento dos clubes, a não contratação de uma boa equipa de assessores e a incapacidade para assumir algumas rupturas e a contratação de uma prima!
Admito que seja irritante ver aqueles que durante anos disseram mal de tudo, agora estarem calados ou a defender o que sempre criticaram! Mas.. não me confundam com essa gentinha!
Estas linhas têm o aeroporto como pano de fundo! Aquele que poderá ser o projecto decisivo para mudar a cidade! A única vez neste ano e meio que liguei ao Pulido Valente foi na sequência do relatório nojento do TC porque era imperativo que os bejenses se unissem para defender o projeto contra a demagogia dos idiotas! Ha duvidas? Claro que sim! As perguntas sobre o futuro que alguns agora acordaram para fazer, faço-as há anos, quando em Beja só se falava nas obras!
Mas se percebo que em Lisboa critiquem o projeto, se não me espanta que dos blogues de Évora venha o veneno triste da inveja, enoja-me que os bejenses ataquem o aeroporto, na primeira semana positiva em anos, por pura cegueira partidária! Basta ler o que vem de alguns sectores da rua da Ancha por estes dias, para perceber que infelizmente, muita gente sente azia quando há boas notícias! E não venham com a tolice recorrente do anti-comunismo secundário, quando mais nada sabem dizer: comparem as palavras de Carreira Marques com as dos outros, para perceber a diferença entre um bejense... e uns ... (momento de auto-censura) tipos que andam por aí!

Carrego em mim todos os defeitos do mundo: adoro mamas, faço compras no Modelo e não na Cooperativa, sou ainda incoerente porque não sou dador de sangue ou de medula - e tenho vergonha de contar a razão -, acho que o Pinto da Costa devia estar preso, tenho muito pouca paciência para hipócritas e chicos espertos, mas, nunca me esqueci que o meu partido é Beja e coloco a cidade antes de outros interesses! 

Porque para ser a primeira vez não basta quebrar o hímem

Dizem que hoje inauguro o Aeroporto de Beja. Que até vão gajas quase despidas no autocarro da Cambra! Que o primeiro voo é para Castro Verde! Ou um sítio com nome parecido!
Não considero este dia a inauguração do aeroporto! Acho louvável a iniciativa da CMFerreira, aplaudo-a, vem no sentido de outras igualmente positivas, mas... são apenas preliminares! E apesar de gostar de preliminares, a vida não se esgota neles! Vou comemorar a inauguração no dia do primeiro voo para Londres, esses sim, regulares, esse sim, que fazem da base de Beja um verdadeiro aeroporto, ainda que a gatinhar! Porque para mim, a grande notícia da semana foi a notícia no Times, não este voo!

Dito isto, por favor, não me confundam com os arautos da desgraça que numa semana positiva para o Aeroporto de Beja começam a atirar pedras e frustrações! Infelizmente alguns insistem em colocar os interesses partidários acima dos interesses da região, quando, todos os bejenses deviam unir-se para defender este projeto, crucial para o desenvolvimento da região! Mas a politica cega-os!

Cuidado com o calor...

terça-feira, abril 12, 2011

Colocar veneno na vagina para matar o marido de sexo oral!

Gajas!

Hoje muita gente acordou mal disposta...

A edição online da última sexta-feira do Jornal Britânico “The Times” coloca Beja como um dos 5 destinos internacionais de eleição para viajar no próximo Verão. O periódico destaca Beja entre locais como Buenos Aires (Argentina), Amman (Jordânia), Vilnius (Lituânia) e Puerto Rico.
O Jornal sublinha como motivo de interesse a visita às aldeias caiadas de branco e as vilas “carregadas” de história.
O operador turístico britânico Sunvil Discovery inicia no dia 22 de Maio voos regulares entre o aeroporto de Beja e Heathrow, o principal aeroporto de Londres. A empresa vai assegurar dois voos semanais aos domingos até 9 de Outubro. O custo do voo é de 230 euros, ida e volta. A Sunvil Discovery promove o destino no seu site e refere que o aeroporto de Beja será inaugurado este mês.

Fernando Nobre assina pelo PSD por quatro épocas!

Antigamente, quando um jogador do Benfica ia para o Porto (ou Sporting) surgiram os moralistas de taberna a reclamar vingança e a achincalha-lo: agora, parece que aconteceria o mesmo se o clube de origem fosse o Braga, Guimarães ou Belenenses...
Desculpem-me a metáfora futebolística, mas, só na irracionalidade do futebol se percebe a razão de tanta chinfrim sobre o facto de Fernando Nobre ser candidato pelo PSD! Um cidadão livre e independente fez uma escolha! Ponto final parágrafo! Mas infelizmente este é um país de democratas, onde eu respeito que cada diga o que entende, desde que pense o mesmo que eu! 
Se eu fosse conselheiro de Nobre aconselhava-o a não aceitar! Porque não tem nada a ganhar e está provado que perdeu muito! Se eu fosse conselheiro de Nobre aconselhava-o a fazer uma declaração pública de apoio a Pedro Passos Coelho - ou a quem ele entendesse - porque nestas eleições é cobardia ficar calado! 
Eu votei Fernando Nobre! Nunca o tinha confessado, mas hoje apetece-me dizê-lo! Não fiz campanha por ele, porque me pareceu inconstante, sem um verdadeiro projeto, sem um caminho para o País, mas, no silêncio da urna, decidi que seria a alternativa menos má! E voltaria a fazê-lo hoje!
Fernando Nobre é independente e fez aquilo que os independentes fazem: escolheu! Percebo que quem andou a endeusar o homem, que quis ver nele qualidades políticas fantásticas, ontem possa ter acordado angustiado: mas tenha o bom senso de se culpar a si, não aos outros! 
Discordo da opção de Fernando Nobre, mas respeito o homem! Porque é mais fácil ficar calado do que assumir opções! E ao ler o que estes dias se tem escrito pela internet mete nojo: Fernando Nobre é um português notável, que toda a sua vida lutou pelos que mais precisam e é nojento ser acusado por um bando de filhos de pegâs que o ofendem anonimamente, mas que são um grandes bocados de merda, que nunca fizeram nada por ninguém!
Quando alguém vos perguntar como o País chegou a este ponto de podridão, a resposta é simples: são as bestas que todos criticam que têm conseguido afastar toda a gente séria e competente da política, e depois, ficamos entregues aos bichos! É por estas e outras que os portugueses merecem o FMI, sem vaselina!

segunda-feira, abril 11, 2011

Taxa de execução da CIMBAL atingiu os 12,4% em Março

Os números falam por si: (apesar de alguns esconderem os números, porque usam aquela coisa nos olhos e só escrevem o que os deixam escrever)! Mais do dobro do que era em Dezembro! Para benefício de todo o baixo-alentejo!
Quando o Luís foi nomeado a gentalha de sempre apareceu a chamar nomes: porque, por ser meu irmão, o Luís devia ser proscrito, devia estar impedido de desempenhar o seu trabalho, aquilo que no passado já tinha provado saber fazer muitíssimo bem! Quando eu disse o óbvio - que o que tem lógica é colocar um gestor a desempenhar funções de gestão e não um camarada - também fui vítima da mesquinhez dos idiotas!
Mas... eu amo ver o tempo passar! E a resposta vai ser dada esta tarde, quando se assinarem os contratos! É por estas que vou morrer a acreditar em ética, valores e princípios!

Coisa mais gay!!!

Como vão dormir esta noite os socialistas que apoiaram o Fernando Nobre?

sábado, abril 09, 2011

Se a falta de vergonha pagasse impostos, era Portugal a emprestar dinheiro à Europa!

A RTP fez uma bastante razoável reportagem sobre a crise económica na cidade de Beja! Uma reportagem que exibe o óbvio e que alguns de nós falamos há anos: o comércio tradicional de Beja está morto e esqueceram-se de o enterrar! E arrastaram também a construção civil depois de anos e anos a viver da especulação, motivada por quem tinha a obrigação de a proteger! 
Quem durante 36 anos governou a cidade ficou eufórico com a cidade! Não apenas descobriram que não têm culpa nenhuma, como estão certos que a culpa é dos outros! Pelo que pergunto: se as Câmaras Municipais não têm responsabilidades sobre o governo das cidades, vamos acabar com os Municípios e acabar com centenas de milhares de tachos?! É que, será o bastante, para acabar com o deficit... 

Peço desculpa por chatear e falar de países e cidadãos a sério...



Enquanto o Japão conta os mortos (quase 17 mil, segundo as últimas estimativas oficiais) e eleva de quatro para cinco o nível de alerta nuclear, já a dois níveis do que se atingiu em Chernobyl, um jornalista da CNN, Jack Cafferty, não esconde a surpresa e faz uma pergunta:
«Tendo em conta a escassez de comida e a incrível destruição, incluindo em Tóquio, por que razão não estão a ocorrer episódios de pilhagens e vandalismo no Japão?» 
Cafferty estabelece um paralelo com o que sucedeu no seu próprio país depois da passagem devastadora do furacão Katrina e cita um colega, Ed West, do Telegraph. West escreveu uma crónica na qual se confessava «estupefacto» pela reacção ordeira do povo japonês ao terramoto e ao tsunami, e do sentimento de solidariedade que encontrou um pouco por todo o lado. «Cafferty adianta uma explicação: os japoneses possuem um código moral tão elevado que se mantém intacto mesmo nas horas mais sombrias, mesmo quando só existe destruição em redor. (via mail)

É o tipo de coisa que tanta genta acha graça e eu não consigo achar piada nenhuma!

sexta-feira, abril 08, 2011

E depois, olhamos a janela, pensamos o sol, recordamos o mar e suspiramos...

... se tu soubesses a única razão pela qual ainda não acabei com o blogue rias tanto, mas tanto que terminavas a chorar! Ou choravas tanto que só terminavas quando começasses a rir...

Então vamos lá falar sobre isso, se não se importam...

... desculpem lá a ignorância, mas qual era a outra possibilidade, em vez de mendigar dinheiro? rezar? deixar de pagar ordenados e a fornecedores? criar o primeiro país-bordel e recuperar as contas através de arte de fazer o amor?!

E porque não Barrancos?!

quinta-feira, abril 07, 2011

Teatro em Beja

Não, não me refiro às reuniões de câmara, porquanto, estas linhas falam da actividade teatral e não da nobre arte circense! E serve apenas para divulgar que hoje há Cabonito no Pax pelas 22h! E que amanhã a Ana Ademar é a convidada do estranho programa porque há conversas e outras conversas!

As Medalhas de Mérito da Cidade!

Se eu fosse Presidente ou Vereador na Câmara Municipal de Beja hoje ficava por casa! Com vergonha de sair para a rua! Porque a não distribuição de medalhas da cidade por uma birrinha entre a maioria e a oposição é coisa de gente parva! E culpa os eleitos PS! De vocês espero mais! E alguns dos homenageados mereciam muito mais consideração!

Então vamos lá falar sobre isso...


No dia 24 de Março, no dia seguinte a Sócrates se ter empurrado do cavalo, escrevi “Hoje andei por aí, fui ao café, ouvi pessoas, folheei os blogues e fiquei com a mesma sensação que no dia a seguir à aprovação da lei do aborto: tanta gente feliz com algo que objectivamente é muito mau!
Porque tudo o que já aconteceu nestas semanas e tudo o que vai acontecer agora estava escrito nas estrelas e só os tontos e os demagogos não leram ou fingiram não ler! Mas infelizmente quem nos desgoverna colocou os interesses dos partidos antes do interesse do Pais! Todos, sem excepção! Procurar inocentes no Parlamento é como procurar virgens num bordel! Era óbvio que o tempo de Sócrates tinha terminado, que era mais problema do que solução, mas em plena guerra não se despedem os generais e esperam-se meses até que cheguem novos!
Era crucial um governo de salvação nacional que tivesse a audácia de dizer a verdade! Uma verdade dura, feia, bruta, mas infelizmente terrivelmente verdadeira: Portugal está falido e os únicos culpados somos todos nós porque, quase sem excepção, somos um bando de pindéricos armados em ricos, deslumbrados com casas próprias, carros, plasmas, telemóveis topo de gama, playstations, viagens e tanta coisa frívola mais!
Bem sei que é simples culpar este e os outros PM, dizer mal dos nossos credores, vociferar contra essa coisa agora terrível dos mercados, mas, a verdade é que gastar dinheiro que não temos faz parte do ADN da portugalidade! Desde esse flagelo nacional que foram os descobrimentos que nos viciámos a viver sem trabalhar: primeiro vivemos dos impostos do comércio alheio, depois explorámos o Brasil, fomos extorquir a África colonial, depois abusámos das poupanças dos emigrantes e, por fim, vivemos vinte e tal anos a desgovernar os milhões que a Europa nos ofereceu!
Mas esta é a verdade inconveniente que ninguém gosta de ouvir! Porque o Tuga achasse absolutamente extraordinário e uma vítima dessa entidade estranha que chama “Os Outros”! Mas … que dizer de um povo que há mais de cinco séculos suspira pelo regresso de D. Sebastião, o mais louco dos reis, que por uma obsessão absurda condenou à morte o melhor da portugalidade! Porque depois de Alcácer-Quibir… ficámos nós!

quarta-feira, abril 06, 2011

Os tampões, elas e eles...

Há anos que já sabemos que o tampão dá para ir para a praia, para montar a cavalo, para namorar, viajar passear! Eu próprio já aqui deixei claro que tenho inveja de não usar tampões! Mas afinal os homens também podem usar tampões! Porque viver é aprender, descubra tudo o que um tampão pode fazer por si!

Adenda: agora com o link correto! 

Porque é a época do cogumelo, importa esclarecer que...

... os cogumelos são como as mulheres! Todos são comestíveis! Uns.. apenas uma vez!

Legislativas 2011: Cabeças de lista, pelo círculo de Beja

Já começam a ser conhecidos os candidatos que nas eleições legislativas 2011, marcadas para o próximo dia 5 de Junho, se vão submeter a votos, pelo círculo de Beja.
Dinis Cortes já é dado como certo, na liderança da lista que o Bloco de Esquerda (BE) deverá entregar, até ao próximo dia 25, de acordo com o estipulado no calendário eleitoral.
José Ghira é o “suposto” candidato do CDS-Partido Popular (PP), na medida em que falta a confirmação do seu nome pelo Conselho Nacional, órgão que deverá reunir-se no dia 11 deste mês.
A Coligação Democrática Unitária (CDU) deverá avançar com João Ramos, o actual deputado em funções.
Pelo Partido Socialista (PS), Luís Pita Ameixa poderá disputar a liderança com uma figura nacional. No caso do PS, o processo de definição de listas está mais complicado, em função de estar agendado para os dias 8, 9 e 10 deste mês, o Congresso Nacional e de serem os novos órgãos eleitos, naquelas datas, a decidir, em última instância, a sua composição.
O Partido Social-Democrata (PSD) aposta forte na eleição de um deputado pelo círculo de Beja, já que este é o único do País onde o PSD não elege deputados e Mário Simões deverá disputar o lugar com uma figura nacional.
Recordamos que a campanha eleitoral começa no dia 22 de Maio e que termina a 3 de Junho.
Lembramos também, que em 2009, o PS elegeu, pelo círculo de Beja, dois deputados, o PCP um e que as inscrições e demais operações do recenseamento eleitoral terminaram ontem. 

(roubado aqui) Com excepção do CDS que infelizmente não conta em Beja, acertaram em todos!

Adenda: Ana, desculpa lá a curiosidade, mas, é mesmo dúvida: porque é que o candidato do CDS é suposto?! 

Há médicos embriagados nos Hospitais!

Quando leio que há médicos embriagados nos Hospitais, profissionais de saúde em que confiamos as nossas mazelas e as nossas vidas, médicos que adormecem pelos hospitais nas horas em que devia estar a cumprir a sua missão, dou comigo a pensar o que qualquer ser humano normal pensa num caso destes: também há por lá enfermeiras bêbedas?!

terça-feira, abril 05, 2011

São hortas, senhor! São hortas...

Gostei de ler isto! Por isto! E acreditem que não é por nenhum de paternidade, mas apenas porque sempre me pareceu uma excelente ideia! Fácil! Exequível! Responsável! Porque acarinha empreendedores! Porque abre possibilidades a quem não se contenta em fazer coisa nenhuma!
Mas tenho que deixar uma crítica! Não entendo porque a CMBeja teima em não convidar toda a imprensa local para anunciar medidas com interesse para os munícipes! Porque há órgãos de comunicação que querem informar com isenção, competência, seriedade e estão impedidos de o fazer! Está mal! Depois um dia não se queixem se estes órgãos começarem a boicotar as notícias ao abrigo dos mais impolutos princípios!

Então vamos lá falar sobre isso, se não se importam...

O buraco dos comboios (Refer mais CP) é cinco vezes maior que o buraco do BPN! Percebem agora?! 

segunda-feira, abril 04, 2011

Se um dia achares que eu mereço o sol...

... oferece-me um livro! Usado...

Não entendo a razão de tanta histeria contra a entrada do FMI! O FMI é como as sogras: só vem a nossa casa para ajudar...

Então parece que vamos falar de eleições! Ainda ponderei não trazer o tema para o blogue! Gosto de política mas estou farto de partidos e sem a menor paciência para cegueiras ortodoxas, mas... as próximas eleições são demasiado importantes para ficarmos calados! 
Porque as próximas não são apenas mais umas eleições. Porque o País está como nunca esteve desde o 25 de Novembro de 75, ou seja, desde que é democrático! 

Porque a 5 de junho não vamos discutir ideologias, normas programáticas, sonhos para o país: o que decide nas próximas eleições é a sobrevivência da sociedade tal como a conhecemos hoje! Mais do que nunca há um imperativo moral de lutar pela verdade, de pugnar pela honestidade, de defender a justiça, uma necessidade pedagógica de explicar o que realmente está em causa, de combater aqueles que nos vendem mentiras e soluções miraculosas! 

Bem sei que a maioria das pessoas prefere uma mentira caridosa do que ouvir a verdade nua, crua e bruta! Que prefere acreditar que basta mudar um Governo para que tudo se resolva por magia; não ignoro que o caminho mais fácil é culpar os mercados, os alemães, provavelmente também os americanos que de certeza que também têm culpa, do que reconhecer que Portugal há um País que há quatro séculos gasta mais do que produz! E que nada nem ninguém vive assim eternamente! 
Por tudo, apensar de ciente que vou ser insultado, ofendido, acusado de coisas terríveis, aqui vamos continuar a falar sobre política e defender aquilo em que acreditamos! 

domingo, abril 03, 2011

Até podem dizer que é apenas um jogo de futebol... (com Adenda)


... mas isso seria tão absurdo como dizer que um rabinho é apenas um cuzinho! E um Benfica-Porto é muito mais do que um simples jogo de futebol! Mesmo este ano, quando o campeonato está resolvido!
Gosto de falar antes! Bem sei que é muito mais fácil falar depois ou ficar em silêncio, mas gosto de correr o risco de acertar ou errar, mas deixar claro aquilo que penso, sem cobardias, reservas e medos!
Se o Porto hoje ganhar honestamente! o dever de um desportista é dar os parabéns ao Porto, enfiar a viola no saco, reconhecer que o Porto mereceu, porque, quem não sabe perder, não merece ganhar! 
Se o Benfica ganhar, vamos dormir com a amarga sensação de que com arbitragens dignas ou sem frangos do Roberto (as premissas são disjuntivas, não conjuntivas) a história seria diferente e o Benfica poderia ter sido campeão este ano! Mas, que mais uma vez, perdemos por erros próprios e estranhos poderes ocultos! Que de oculto nada têm, porque todos sabemos com que cores se escreve a corrupção! Alea jacta est!

ps - fora de contexto: no ultimo "porque há conversas e outras conversas" recebemos o Presidende do Despertar, Mariano Baião e fomos unânimes no protesto pelos atrasos nos apoios autárquicos! Eu fui mais longe! Defendi que o futebol sénior não devia ser apoiado!


Adenda: Parabéns ao Futebol Clube do Porto! Hoje foi mais equipa que o Benfica e mereceu ganhar o jogo! Mais do que isso: o título fica bem entregue! Tal como disse mais do que uma vez no passado, o Porto não precisava de tantas ajudas da arbitragem para ser campeão: tem equipa para ser campeão apenas por mérito! 
Sobre o meu Benfica... venham mais Robertos e mais Nuno Gomes na bancada! Porque a raça benfiquista não é argentina!!
Adenda 2: Desligar as luzes foi uma irresponsabilidade e um acto mesquinho, vergonhoso! Ontem o Benfica portou-se à Porto! Eu estou envergonhado!

Porque hoje parece verão...

... aproveite e vá fazer o amor perto de uma praia! Ou, caso seja casado, ler um livro à beira-mar! Aproveite! Porque quando o FMI entrar... até as praias começam a ser pagas...

sábado, abril 02, 2011

A ler o Expresso...

... fico orgulhoso quando li as palavras de Miguel Sousa Tavares em sentido muito semelhante ao que aqui escrevi há semanas - venham a mim as vossas bocas... - e convido os leitores a terem atenção à entrevista à menina Le Penn (extrema direita francesa, xenófoba e nacionalista), que... podia ser perfeitamente uma entrevista à nossa esquerda verdadeira ou verdadeira esquerda! Está lá tudo...