terça-feira, junho 30, 2009

Coisas... IV

Foram apenas dois dias mas tiveram o sabor de muitos mais. Ter três sobrinhos como aqueles é um excepcional privilégio e que ajudam a preencher um imenso vazio.
E as sardinhas e as enguias fritas: dois dias ao ao sul(ol), para digerir uns meses complicados e ganhar forças para o que se segue! Confesso: regresso de ânimo novo e com certezas certas!

5 comentários:

  1. As enguias estavam divinais, as sardinhas foi só de vista e o arroz de peixe... esse ainda foi o melhor.

    A tua sobrinha queria o tio a dar banho, e eu tb.....

    O mais velho levou o dia a falar na Hidzania (acho que é isso), enquanto o mais p(i)queno não disse nada, mas continuou a estar horas e horas acordado.

    Bj

    ResponderEliminar
  2. Também essa é a minha zona de eleição na praia de Mte. Gordo. Pois além da densidade populacional ser um pouco abaixo da média, temos o cheiro do mar e dos restos de pescado. Cheiros esses que me recordam a minha infância nessa praia. O sempre que chega um barco ir ver o que se apanhou com o filho, hoje de uma forma mais rápida, pois o tractor não espera, lembro-me à cerca de 35 anos em que esse trabalho era feito à mão numa cooperação perfeita entre os Homens do mar.
    Um trabalho difícil em que nós crianças lá iamos puxar as cordas com estes homens de faces enrugadas e secas queimadas pelo sol e o sal. Por vezes quando a pescaria era boa tinhamos uma recompensa, pediam-nos para ir buscar o balde da praia e enchiam-no de peixe. Confesso que era das poucas vezes em que a minha mãe me fazia comer peixe, pois este tinha um esforço pessoal para estar na mesa.
    Talvez tenha sido esta a razão porque sempre que aqui estou tenho que ir ao JAIME na praia para degustar os seus pratos de peixe. Quanto a mim um dos poucos restaurantes de praia que mantem a traça original e que infelizmente deverá ser atirado para uns 50metros mais para trás com a requalificação desta zona.

    ResponderEliminar
  3. a koisas fantastikas n ha???? o sul realmente faz milagres =D

    (estou triste konsigo...anda a paxear-se pelo algarve e n diz nada =( )
    bjs kota =P

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:14

    Por vezes quando o vejo sinto que ha algo em si q me impressiona...
    não, nao e so o facto de ser um excelente profissional e um professor excepcional há mais algo há mistura...

    O seu olhar por vezes e estranho... impressiona... é como que os seus olhos gritassem por ajuda... como se sentissem sozinhos no meio do nada e isso poem-me triste... voce passa a imagem de uma pessoa solitaria, triste, magoada e sozinha... sem poder falar ou sequer desabafar com alguem... e eu gostava de o ajudar, de dar uma palavra amiga e como nao tenho coragem de o fazer pessoalmente, porque apenas nos conhecemos das aulas, digo-lhe para ter a maior força do mundo e seja o que for que o atromenta pense e viva para as pessoas que o amam e aqueles que sem duvida voce ama incondicionalmente nomeadamente os seus sobrinhos que eu ja percebi que sao tudo para si!

    Um forte abraco H =)


    PS - No entanto se eu estiver enganado, um forte abraco a mesma! =)

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!