quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Fernando Nobre à Presidência

O PS é um partido que se excita com a flagelação! Depois do sapo Alegre andar por aí, a ultima vingança do Cardeal foi ir arranjar um candidato, in casu, Fernando Nobre, que amanhã vai ser o terceiro candidato a Belém, para facilitar a vida ao candidato do centro-direita! (claro que Cavaco é candidato)!
Por ignorância minha - e repito, por ignorância minha - desconheço o pensamento político do supra citado! Mas tenho um profundíssimo respeito pelo seu CV, pela sua inigualável entrega aos outros, fazendo dele um dos mais ilustres portugueses da actualidade! Mais. Fernando Nobre vem de fora dos partidos o que, para quem há muito se enoja da partidocracia vigente, um candidato realmente independente - não falsos independentes!!! - é algo que quero saudar e aplaudir! Ainda é cedo, mas... e mesmo sendo de esquerda, tem características que valorizo muitíssimo!

22 comentários:

  1. Tava a ver que se esquecia do último dos candidatos presidenciais.

    Decerto que é o menos experiente politicamente mas, por certo também que o mais rico em termos de experiência humana e dedicação ao seu semelhante.

    Não sei se terá o meu voto ou não, muito tempo falta até ter que tomar essa decisão mas estou certo que em muito poderá contribuir para o enriquecimento da decisão em torno desta escolha!

    ResponderEliminar
  2. JH - estou na mesma. Prematuro ter opinião, mas parece-me uma lufada fresca! Para acompanhar com interesse!

    ResponderEliminar
  3. Uma lufada bem fresca!
    Ao menos está habituado a lidar com a "desgraça"...

    (esta foto está gira...a minha está feia, falo do post, obviamente)

    ResponderEliminar
  4. Pedro01:10

    "O PS é um partido que se excita com a flagelação! Depois do sapo Alegre andar por aí, a ultima vingança do Cardeal foi ir arranjar um candidato, in casu, Fernando Nobre"
    Quem acompanha minimamente a política em Portugal sabe que nenhum destes 2 candidatos foram escolhidos pelo PS. Pode haver umas pessoas dentro do PS que gostam de um... e do outro, gostam outros de extrema esquerda.

    Mas é bom haver muitas candidatos. Só prova que a nossa democracia está bem viva. Ao contrário do que muitos jornalistas e políticos que só sabem fazer joguinhos querem transparecer para o povo.


    Falando dos candidatos, gosto do Fernando Nobre. Um homem que só enriquece o Mundo, que ainda há homens que trabalham para a Humanidade e não para ter um novo BMW ou passar férias num hotel de 5 estrelas.
    Em termos políticos, é esperar para ver as suas ideias e objectivos... é um ponto de interrogação.

    ResponderEliminar
  5. Pedro - mas salvo melhor opinião, a incapacidade do PS gerar um candidato consensual, é prova do gosto pela flagelação!!!

    ResponderEliminar
  6. Pedro01:32

    Com tantos problemas que o País tem, e as eleições sendo daqui a 11 meses, não vejo a necessidade de anunciar já os candidatos dos Partidos.
    Ainda há uma crise para atenuar e um O.E. para ser discutido...

    ResponderEliminar
  7. Anónimo17:07

    O fundador e líder da Assistência Médica Internacional (AMI), o médico Fernando Nobre, vai candidatar-se à Presidência da República. A candidatura vai ser apresentada na sexta-feira, no Padrão dos Descobrimentos, às 20h00.
    (…)
    Como cirurgião participou em mais de 250 missões de estudo, coordenação e assistência médica humanitária em mais de 70 países de todos os continentes. Em 2002, participou na Convenção do PSD.

    Quatro anos depois, foi membro da Comissão de Honra e da Comissão Política da candidatura de Mário Soares à Presidência da República, em 2006.

    Nas últimas eleições para o Parlamento Europeu, em Junho de 2009, foi mandatário nacional para a campanha do Bloco de Esquerda.

    Ainda em 2009, foi membro da Comissão de Honra da candidatura de António d’Orey Capucho à presidência da Autarquia de Cascais.

    Não está em causa o homem e o cidadão de justas causas mas sim os meandros e os cordelinhos. Ia ser divertido ver como se constituiria a sua Casa Civil.

    ResponderEliminar
  8. @anónimo - essa parte conhecia: apenas não conheço o seu pensamento político!
    O facto de assumir opções, de pensar pela sua cabeça sem temer os rebanhos, reforça a minha estima pelo agora candidato!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo18:36

    é primo do Mário - Nobre - Soares. Diz alguma coisa? Eu por mim já estou mais que farto desta familia.
    Visto as posições tomadas em todas as áreas politicas, quer-me parecer que tem sido um oportunista a criar protagonismo. É um dos que nasceu con o cu prá lua com o objectivo de vir a ser Presidente desta Republica das (de) bananas.
    Mantenho a minha posição: não voto em canalha nenhuma desta. Não gosto sola de sapatos pra ir votar.

    ResponderEliminar
  10. Meu caro anónimo - admito que não goste, que não se sinta motivado, que tenha as suas próprias escolhas e teorias! Mas, chamar oportunista ao Dr. FN parece-me claramente excessivo, para não usar outro tipo de expressão!
    Até receio perguntar, mas fica a questão: quem em sua opinião é um português sério?!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo20:32

    Eu só acho difícil de entender que quem estima e admira o dr. Fernando Nobre se entusiasme com a ideia de ele poder deixar de fazer aquilo em que se distinguiu para se ir enfiar na Presidência a exercer funções que pessoa menos dotada pode desempenhar. Como se vê pelo inquilino actual e por outros que o antecederam…

    ResponderEliminar
  12. Anónimo20:38

    O presidente da AMI não tem experiência política, mas toca vários quadrantes: apoiou Mário Soares nas presidenciais de 2006, foi mandatário de António Costa em Lisboa e deu o seu apoio ao social–democrata António Capucho nas últimas autárquicas, para além do Bloco nas europeias. Há muito que a ala soarista do PS procurava um candidato alternativo a Alegre: Jorge Sampaio, Jaime Gama, Artur Santos Silva, Vera Jardim, Carvalho da Silva, Guilherme d’Oliveira Martins e Gomes Canotilho foram nomes sondados para Belém e todos recusaram. Alegre avançou sozinho, mas a falta de consenso foi o calcanhar de Aquiles que António Vitorino lhe apontou: “Se ele aspira a ter o apoio do PS não poderá aparecer como um candidato oriundo da área do BE”, disse na RTP.

    Já vislumbro uma comissão de honta com valteres, lellos, edites e, se não der muito nas vistas, até varas. A culpa não ser, certamente, do carácter do candidato. Apenas do ego. Acontece a qualquer um.

    ResponderEliminar
  13. @penultimo anónimo - Só posso responder por mim! E pessoalmente acho que os melhores devem ocupar os mais importantes lugares! E acho que o PR é um importantíssimo lugar para a democracia!

    ResponderEliminar
  14. ultimo anónimo - Uma das causas do actual nível da nossa política é o facto da mentalidade tuga para a maledicência e um estranho complexo superioridade de quem se acha melhor que todos os outros, especialmente, quando o podem fazer sem responder pelas suas palavras!

    ResponderEliminar
  15. Anónimo22:47

    Nós em Portugal não estamos a viver uma democracia, estamos a viver uma partidocracia.
    Vejamos: mais de metade dos deputados que foram votados não estão na AR, estão lá os primos e afilhados deles - verdadeiros tachistas parasitas a viver dos impostos que nós pagamos -, escolhidos não pelos votantes que foram às urnas, mas pelas cupulas dos partidos. Eu não votarei mais em tachistas destes.
    Desejo que este regime de castas Republica? (2ª? 3ª?) caia, vá abaixo.
    Viva a 4ª Republica democratica, com verdadeiros representantes nos orgãos de soberania, escolhidos por todos.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo23:53

    Neste momento só um candidato pode fazer frente ao Dr Cavaco Silva.
    Carvalho da Silva.
    Junte-se a esquerda em volta deste candidato (que ainda não é) e verão como temos encontrada a solução para a P.R.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  17. anónimo - Gosto do seu optimismo, mas com Carvalho da Silva (o tal que apoio o antónio Costa e depois afinal não apoiou, apenas gostava que ele ganhasse) Cavaco ganhava a brincar!

    ResponderEliminar
  18. MARIA DE FLORES00:18

    O Dr. FN tornou-se uma lebre dos Soarista para fazer abortar a candidatura de Manuel Alegre.
    Estão a abrir o caminho a Guterres , a Sampaio ou até a Vitorino.
    Como os Italianos diriam Alegre " é finnito"

    ResponderEliminar
  19. Como não posso votar nessas eleições posso ter uma opinião completamente independente sobre o assunto! Se a candidatura dele vai mesmo para a frente, o que quer dizer em bom português, se ele não desistir antes, se vai perder um excelente embaixador português fora de portas e ele vai ganhar uma estranha etiqueta côr de rosa, infelizmente!

    ResponderEliminar
  20. Anónimo17:40

    "a ultima vingança do Cardeal foi ir arranjar um candidato"

    Primeiros dizes isto e depois pões o homem no altar por estar fora dos partidos... Afinal?? Nobre é o objecto da vingança ou o elemento independente que os santos incautos deste mundo parecem querer adorar?
    Haja paciência.

    ResponderEliminar
  21. @anónimo - vou tentar explicar! Há algum tempo que todos sabíamos que a ala soarista estava a mexer-se! E com toda a probabilidade foram pessoas próximas de MS a persuadir FN a candidatar-se!
    MAs assumir isso, não é nem dizer que este fique refém daqueles, nem cegar ao ponto de não reconhecer o CV de FN!
    Era um portuguÊs mto ilustre antes de terça-feira e não deixa de ser por ser candidato!
    Mais: quem não gosta da partidocracia, saúda o surgimento de rostos independentes!
    Ultima nota: não coloquei no altar e sublinhei que não conheço o seu pensamento político! MAs estou curioso e depois opino! E escolho: pela minha cabeça, porque não recebo ordens...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!