terça-feira, outubro 06, 2009

Coisas assim um bocado parvas...

Andei a cuscar em rádios e jornais algo para escrever que não fosse política! E claro que não vi nada minimamente interessante! Por isso, permita-me que lhe diga meu bom leitor, que o céu está escuro e cinzento! Até parece que estamos num dia de Outubro quando já é Outono!

26 comentários:

  1. Escuro e cinzento?! Tira os óculos!

    ResponderEliminar
  2. Pronto... parece que quem estava de óculos era eu. Agora sim, já vejo cinzentos e escuros...

    ResponderEliminar
  3. Olá,

    Vinha dar a conhecer o Grupo Animais em Portugal
    http://groups.google.pt/group/animais_portugal?hl=pt-PT

    Assim se gostarem de Animais passem por lá e inscrevam-se…

    Os amigos de 4 patas agradecem!

    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:38

    Dias frescos, bons para andar em campanha....

    ja agora que significa P.E??

    ResponderEliminar
  5. @moi - desde que começaste a cantar, andas a ver as coisas com umas cores esquisitas! ehehe

    ResponderEliminar
  6. @anónimo! P.E??! em que contexto?!
    Sobre a campanha, para quem tem tempo e paciência, os dias devem estar bons!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo16:32

    PE a sua etiqueta nova...

    ResponderEliminar
  8. A minha etiqueta?!!!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo16:40

    desculpe, a do blogue...

    ResponderEliminar
  10. Eu que peço desculpa, porque não estava a entender! O significado enigmático da etiqueta é o seguinte!
    Parvito Estupido que se engana a escrever as etiquetas e, em vez de pensamentos soltos, só escreveu "pe"!

    ResponderEliminar
  11. dannyboy17:23

    O pecado original da CDU é não usar a matemática e terem construído toda a campanha com base num erro! Beja a Crescer parte de um pressuposto: Beja tem mais 900 eleitores! O Presidente repetiu isto até à exaustão!
    Mas esqueceu-se de comparar! E quando comparamos os números são desastrosos!
    Évora cresceu 2000 eleitores, o que dá 5,5%; Faro cresceu 5000 o que dá quase 10%; a nível nacional o crescimento foi de 580.000, ou seja, mais de 6%!
    E Beja? 2,75%: menos de metade do país, metade de Évora, um quarto de Faro!
    Em suma: Beja orgulha-se de ter tido o menor crescimento do Sul, menos de metade do crescimento do País! Para alegria da CDU e do Presidente!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo18:37

    @dannyboy, se você em vez de andar a escrever coisas parvas, fosse dormir mais cedo "acompanhado" podia ser que a população viesse a crescer. Assim não passamos disto, pois não...

    ResponderEliminar
  13. Anónimo19:10

    Como o ultimo anónimo bem demonstra a CDU tem vistas curtas (oh novidade!)
    o lema "Beja a Crescer" é uma vergonha, quem o escolheu e quem o aprovou querem passar um atestado de burrice a quem?!
    Deixo o conselho de ir a Évora ver com olhos de gente, se o partido permitir isso. Mas ver bem o que 25 anos de poder comunista fizeram e a diferença após saírem do poder.
    Portanto às pessoas que são a CDU de Beja (não falo dos votantes, mas dos dirigentes) ficam os meus parabéns pelo vosso trabalho medíocre e mente tacanha que mesmo assim ganha a câmara à tantos anos... Continuem, por certo a historia vos fará justiça e terão o merecido desprezo das gerações futuras... Estão a fazer um péssimo trabalho à CDU, só ganhar a Câmara não chega...

    ResponderEliminar
  14. Luís Palminha20:14

    Só quero aqui deixar um alerta

    Número de Eleitores NÃO SE TRADUZ em Número de Habitantes.

    Ninguém ao fazer 18 anos automaticamente passa a votar e a fazer parte dos cadernos eleitorais... visto que é preciso proceder ao recenseamento, e é aqui, no acto de "proceder ao" recenseamento que se justifica o aumento de eleitores este ano.

    ou seja, caso um largo número de Jovens não tenham procedido ao seu recenseamento por altura das últimas eleições (2005), [estou portanto a falar de um aumento de retenção de recenseamentos] e tê-lo feito entre as últimas e estas (juntado a estes o normal fluxo de recenseamentos), para "inflacionar" de forma anormal o número total de eleitores. [e se pensarmos bem, não é difícil perceber que os jovens se sentem cada vez mais afastados da politica]

    e para quem quiser confirmar se Beja Cresceu em termos populacionais, pode dar uma click e ver a Wikipédia [http://pt.wikipedia.org/wiki/Beja]
    pois os dados que lá estão sobre a população coincidem com os divulgados pelo INE (Instituto Nacional de Estatística).

    Já agora deixo uma pequena conclusão, pois analisando os números, Beja tem vindo a perder em média, cerca de 5 habitantes por mês. [Beja Concelho...incluindo as nossas aldeias]

    Em termos de crescimento "urbano", tenho que concordar que sim, hoje a superfície ocupada pela massa de edificado é superior, mas as tipologias habitacionais que inflacionam este crescimento são sobretudo habitações unifamiliares...(vivendas)...
    Bairro dos Moinhos, Bairro Nossa Senhora da Conceição, Quinta Del Rei, Urbanização do Continente...enfim o que não falta são exemplos...

    Não sou contra a proliferação de "subúrbios" [e atenção que refiro subúrbios mas não no sentido depreciativo] mas o rápida expansão da cidade através destes, faz com que o seu núcleo vá morrendo aos poucos...

    Logo afirmo e defendo que Beja NÃO CRESCEU... eu diria mesmo que Beja se encontra "À DERIVA" ..."À ESPERA DE UMA CORRENTE OU DE UMA MARÉ" que a leve a bom porto!

    ...

    ResponderEliminar
  15. Anónimo20:44

    QUE NERVOS QUE A CDU TEM? FAZ_ME LEMBRAR O ENIGMA DO SPORTING? SERÁ DO TREINADOR OU DA EQUIPA!! O QUE PARA JÁ TEMOS A CERTEZA SÃO NERVOS E INSISTIR QUE SE JOGA BEM QUANDO O POVO SÓ ASSOBIA. NÃO SOMOS PARVOS CAROS CAMARADAS!

    ResponderEliminar
  16. Maria M.21:35

    "Deixo o conselho de ir a Évora ver com olhos de gente, se o partido permitir isso."

    Quem tal escreve demonstra um profundo desconhecimento da realidade de quem vive em Évora (que não é muito diferente do que se passa aí em Beja) e também um enorme complexo de inferioridade bacoca em relação à "Capital" como vocês gostam de dizer vá-se lá saber porquê!

    A gestão de oito anos do Dr. Ernesto em Évora tem feito a cidade regredir em quase tudo deixando de ser atractiva e perdendo população de forma nunca vista no tempo dos "comunas". Até cinema a cidade deixou de ter! A culpa não sei se será do Partido Socialista mas o actual Presidente da Câmara de Évora, fosse qual fosse o partido pelo qual tivesse sido eleito, tem revelado uma enorme arrogância e uma total incapacidade de entendimento da cidade e de gestão da coisa pública em benefício dos cidadãos.

    Quer em Évora quer aí em Beja tem sido seguidos modelos de desenvolvimento profundamente errados que faz com que ambas as cidades sejam cada vez menos atractivas principalmente para os mais jovens: os preços exorbitantes das habitações novas e usadas, a falta de empregos mais ou menos qualificados, a quase inexistência de uma oferta comercial moderna, a deficiente cobertura de cuidados médicos, a falta de perspectivas de futuro quer em termos pessoais quer profissionais, etc. são, cada vez mais, uma gritante realidade quer em Évora quer em Beja. Independentemente da cor política das respectivas autarquias trata-se de um problema da falta da pessoa certa no lugar certo. E parece que nós não temos tido sorte nenhuma com as pessoas escolhidas para as nossas câmaras cujos concelhos têm vindo a perder qualidade de vida se comparados com alguns concelhos limítrofes.

    ResponderEliminar
  17. Anónimo21:44

    Isso será tudo porque o Sr. Dr. José Ernesto ter passado do partido comunista, para o partido socialista.
    Ir para o partido socialista deve ser uma espécie de "tomar uma aspirina".
    Talvez seja por isso que o Pulido também tenha passado do PCP para o PS. Isso fá-los tornarem-se melhores. Passam de maus autarcas para bons autarcas.
    É mais ou menos,o que se passa com determinados padeiros das freguesias rurais.
    Quem terá as mentes tacanhas?

    ResponderEliminar
  18. Anónimo21:45

    Já agora, falam tão bem do Carreira Marques, será que lhe estão a piscar o olho para se candidatar também pelo PS.
    Candidatos à vereação não devem faltar, pode ser que desta vez venha a existir algum do próprio PS, já que desta ...

    ResponderEliminar
  19. Anónimo21:49

    Só burros tapados, é que não vêem que Évora sempre foi uma cidade com um protagonismo maior que Beja, desde tempos remotos, uma das causas foi a UNIVERSIDADE, uma das primeiras do país.
    O grande impulsionador dos tempos modernos, não foi Zé Ernesto, foi Abilio Fernandes.

    ResponderEliminar
  20. Caramba como é que um simples post denominado "coisas assim um bocado parvas" pode dar azo a tantos comentários ainda por cima assim um bocado parvos também?

    ResponderEliminar
  21. @beija - eu faço um post a dizer que não quero falar de política! Enchem a caixa de política! E depois acusam-me de apenas falar de política!!
    Quem os entende!!!

    ResponderEliminar
  22. Anónimo01:14

    h: eheheh

    andam aflitos...

    ResponderEliminar
  23. Anónimo04:13

    BEJA ORGULHA-SE DE QUÊ MESMO?

    Não tem nada a ver com o post mas, assim como assim, isto já descambou portanto lá vai: é inconcebível e inimagiável que a meio de uma semana de trabalho, às quatro horas da madrugada, cidadãos sejam impedidos do seu justo descanso, pela ENORME POLUIÇÃO SONORA que, presumimos deve ouvir-se em grande parte da cidade.

    É tão agradável o "silêncio" de Beja, não é?

    Depois admiram-se deste "esterqueiro" de cidade perder população diariamente. Porque será?

    Será porque a "qualidade de vida" não se resume a pequenos logradouros suburnanos semi ajardinados e, na maior parte dos casos, deprimentes e claustofóbicos?

    Cidadão Atento e Incomodado

    ResponderEliminar
  24. Anónimo19:52

    Não se percebe...

    ResponderEliminar
  25. Digo o mesmo ;)

    Espero que depois das eleições a comunicação social percebe que há mais vida para além da política, a minha rubrica diária das notícias do dia agradece!

    ResponderEliminar
  26. Anónimo22:25

    O semanário SOL na pág. 12 apresenta um estudo intitulado “Vive-se bem em Portugal”.
    É a conclusão do estudo nacional que avalia a Qualidade de Vida nos Municípios.
    A cidade de BEJA aparece entre “os melhores municípios para viver.
    Angra do Heroísmo; Portimão, Albufeira; S. João da Madeira; Funchal; Beja; Bragança; Cartaxo; Covilhã; Estremoz; Figueira da Foz; Grândola; Guarda; Leiria; Lisboa; Odivelas; Portalegre; Porto; Santo Tirso; Vila Real.
    Este ano, Évora é um dos concelhos que se junta aos participantes.
    Então, meus amigos, estão espantados? Pois eu não estou.
    Beja, é uma cidade com qualidade de vida, em termos de: Identidade, Cultura e Lazer; Acessibilidades e Transportes; Turismo; Diversidade e Tolerância; Felicidade; Saúde; Economia e Emprego; Ensino e Formação; Urbanismo e Habitação; Ambiente.
    Francisco Santos é sem dúvidas um grande Homem, e um Grande Presidente.

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!