sábado, outubro 10, 2009

Hoje é dia de Vagina... (actualizado)

... servida em monólogos! Porque dialogar nem sempre é boa política...

Actualização: Obviamente que me lixei para a selecção e fui ver. Ultima fila e um lugar que tenho de agradecer a uma chéry que não sou mói! (obrigado, menina A.). Os monólogos da vagina vieram a Beja e trouxeram uma peça que fala muito mais do que de conas!
O texto é soberbamente inteligente, uma mescla com muita mestria do humor com a tragédia, uma mistura muito bem conseguida entre estados de riso e contracções que nos arrepiam horrorizados!
Três excelentes actrizes que penetraram muito bem no papel: e a frase é dita por este, que sempre teve uma inexplicável embirração com a Ana Brito e Cunha (não me perguntem porque razão!)! Mas é impossível não destacar São José Correia: contagiante a sua alegria em palco (enternecedor olhar para ela quando as colegas actuavam e mergulhar nos seus silêncios), excepcional a dominar o palco, com uma presença admirável! E convenhamos: uma mulher deslumbrantemente bela, daquelas que podia estar a declamar a lista telefónica que conseguia captar a nossa atenção! Para que não fiquem dúvidas: linda de morrer!

Havia outras coisas que podiam ser ditas: mas hoje é dia de silêncios e de evitar frases que possam ser mal interpretadas!
Termino, deixando a pergunta para quem assistiu à peça: quantas leitoras chegaram a casa com vontade de ver a vagina ao espelho?!!

20 comentários:

  1. Anónimo00:24

    Porque valorizamos todos, tanto a vagina , Hugo?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:45

    olhe eu por acaso gostava muito de ir ver isto. tenho que ver se arranjo companhia, se nao vou mesmo sozinha!

    ResponderEliminar
  3. h: acha que as "loiras" entendem estes monologos?!

    ResponderEliminar
  4. Só não percebo porque é que ainda não puseram em cena uns monólogos do pénis!

    ResponderEliminar
  5. Tenho bilhetes para ir ver no dia 23 em faro! Não poderia perder!!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo16:00

    Hoje é dia de reflexão e há tourada em Beja.











    (provocaçãozinha hehe)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo18:14

    Eu entao gostava de ir mas ja nao ha bilhetes =(

    ResponderEliminar
  8. Anónimo19:27

    já não há bilhetes...casa cheia, bom sinal...

    ResponderEliminar
  9. Anónimo00:06

    Você é terrível! Por acaso vinha para casa e pensei nisso! Depois de ler isto, já não sou capaz!!!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo00:15

    H, não te pareceu que os sorrisos, detectavam o tipo de orgasmo de cada mulher? Que elas riam mais, quando se ouviam no palco?!

    ResponderEliminar
  11. @anónimo - Não me comprometa! A minha mãe assistiu! Pelo que, a minha resposta é: o que é um orgasmo!!!!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo03:22

    a tourada é hoje e o boi chama-se salta-pocinhas porque tenta saltar para a poça que mais lhe convem!...

    o povo é inteligente!

    (desculpa hugo mas esse da tourada merecia! e o dia é de reflexão)

    ResponderEliminar
  13. Não fui...é daquele tipo de espectáculo onde só se deve ir (bem) acompanhado...;)

    ResponderEliminar
  14. Anónimo11:55

    Gosto do pulsar da minha.

    ResponderEliminar
  15. Se tivesse cintura... seria realmente deslumbrante! Para quem gosta de mamas de silicone, claro!

    ;)

    ResponderEliminar
  16. Anónimo15:11

    (fora do contexto), mas gostava de saber que mal têm as mamas de silicone??

    ResponderEliminar
  17. Anónimo15:12

    Agora vai ser conversas do karalho com a kona

    ResponderEliminar
  18. Não faço a minima ideia, Anónimo das 15h11.
    Acho que nunca me passaram umas pelas mãos. Acho...

    Mas acho um conceito estranho. Nada contra ou a favor. Só estranho.

    A minha opinião sobre isso está onde deve estar...

    Esclarecido?

    (H, sorry!)

    ResponderEliminar
  19. Anónimo18:57

    Nesta nova fase da minha vida, ainda tenho dificuldade em ambientar-me a Beja. Foi com enorme surpresa que soube da presença desta excelente encenação por cá. Já havia assistido no Casino Lisboa, mas não resisti a ir novamente. É sempre bom assistir a algo feito com prazer, inteligência e talente! Estava esgotado (não perguntem como consegui os bilhetes!) o que prova que a qualidade tem audiência em qualquer parte do País, mais ainda numa capital de distrito.

    Cumps.
    Vitor Martins Romão

    ResponderEliminar
  20. Anónimo01:27

    Espectacular "resumo"! E embora seja mulher, também me pus a imaginar quantas iriam pra casa e admirá-LA!!
    Eu fui mesmo pra outra festa....!
    ahahahhahah

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!