sexta-feira, novembro 05, 2010

Está tudo proibido de rir...

A escola onde desempenho 70% da minha actividade lectiva é motivo de destaque numa revista internacional de arquitectura!

17 comentários:

  1. Anónimo12:35

    E também saiu na revista nacional "Arquitectura e construção"

    ResponderEliminar
  2. @anónimo - se me mandar um link, irei fazer a devida referência!

    ResponderEliminar
  3. sera que tou ja a sonhar consigo ou o cota aparece na ultima fotografia???? =D
    Bjs*

    ResponderEliminar
  4. Pirralha!! acho que tem razão!eheheheh
    Sou um verdadeiro modelo arquitectónico!!! ehehehe

    ResponderEliminar
  5. Qual é a multa por rir?!

    ResponderEliminar
  6. Mesmo que seja com a mão à frente?

    ResponderEliminar
  7. H tenho msm um olho clinico =D

    ResponderEliminar
  8. pita - na sua idade.. também eu tinha boa vista! Nem imagina as coisas que eu vi nessa altura...

    ResponderEliminar
  9. moi - uma chaleira!

    ResponderEliminar
  10. uma boa - com a mão na frente.. quiçá!

    ResponderEliminar
  11. Um verdadeiro monumento!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo20:27

    Tenho pena de não ter "estreado" a ESTIG, só frequentei a "velhinha" escola... Quiçá um dia volte a estudar... Saudades... E já agora, não se arranja nada para fazer com aquele espaço? porque não um "ninho de empresas"? Podia concretizar-se antes do do Nerbe... houvesse uma borla da Refer...

    ResponderEliminar
  13. A velha Estig ia virar TRibunal Administrativo, segundo se dizia. Sobre o ninho... parece que já existe...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo22:09

    Há pelo menos uma marca do H na nova Câmara: agora todos os eventos são na Praça da República. Pelo menos, uma coisa boa!

    ResponderEliminar
  15. Aquele modelo fotográfico da foto 11.. uii.. é que parece mesmo que até é uma boa pessoa :D se por acaso o ensino e o direito correrem para o torto já descobriu a nova profissão!!

    ResponderEliminar
  16. Se ficaram admirados, contentes, vaidosos, espantados ou aturdidos com a noticia, informo-os que após a inauguração, a primeira residencia do IPB também foi alvo de enorme destaque nas resvistas e publicações da especialidade (arquitectura pata os mais desatentos)

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!