terça-feira, janeiro 05, 2010

Eu por acaso já desconfiava...(Com Adenda)

... anos e anos a procurar o dito cujo e afinal o gajo não existe! Horas e horas perdidas, é o que é...

Adenda que é verdadeiro serviço público: o comentário de JC, que presumo não ser Jesus Cristo!
"A forma mais adequada para se achar o ponto G é introduzir o dedo na vagina até tocar o colo do útero. Ao fazer isso, meça mentalmente o comprimento do canal e coloque o dedo no meio. Alguns dizem que este lugar é mais rugoso que o resto, a experiência mostrou que de início não é possível identificá-lo desta forma. À medida que você vai massageando e excitando o ponto, aí sim ele fica mais áspero. Por várias vezes foi notado o surgimento de uma linha, provavelmente um músculo que se contrai, essa linha é o ponto de maior excitação para a mulher. Abuse de brincar ai, o resultado vai ser electrizante.
Cumprimentos

JC"

21 comentários:

  1. Anónimo11:42

    Procurou mal!

    ResponderEliminar
  2. Nestas coisas... o importante é um tipo esforçar-se...

    ResponderEliminar
  3. Esse estudo é contra-informação.
    E como todas a gente sabe os cientistas são todos uns "nerds", logo não fodem (perdão pelo palavrão).

    ResponderEliminar
  4. Se existe ou não , não sei , mas sei que se existir há quem não precise de saber onde é e há quem nunca o irá achar , Loool.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. nucha - não me parece ofensiva a expressão nerds, pelo que nada tem a pedir desculpa!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo19:22

    Olhe k'existe!!

    ResponderEliminar
  8. A forma mais adequada para se achar o ponto G é introduzir o dedo na vagina até tocar o colo do útero. Ao fazer isso, meça mentalmente o comprimento do canal e coloque o dedo no meio. Alguns dizem que este lugar é mais rugoso que o resto, a experiência mostrou que de início não é possível identificá-lo desta forma. À medida que você vai massageando e excitando o ponto, aí sim ele fica mais áspero. Por várias vezes foi notado o surgimento de uma linha, provavelmente um músculo que se contrai, essa linha é o ponto de maior excitação para a mulher. Abuse de brincar ai, o resultado vai ser electrizante.
    Cumprimentos

    JC

    ResponderEliminar
  9. Anónimo19:27

    Jc...onde mora??

    eheheh

    ResponderEliminar
  10. Bastante longe meu caro....mas muito experiente....:))

    ResponderEliminar
  11. Anónimo20:54

    JC: É "minha cara"...foi a experiência a razão da pergunta!

    hehehe

    ResponderEliminar
  12. JC lamento informá-lo que quase que está a chegar ao útero, onde é mais rugosa a localidade. O ponto G como LOCAL não existe: É um facto. Que há quem diga que atinja o orgasmo só com a penetração sem tocar no clitoris... sim há quem diga que consegue, mas será que já teve algum orgasmo realmente??
    Mas pronto, também há quem tenha orgasmo pelo toque rectal(estimulação prostática), e não me parece que os homens tenham aí nenhum PONTO G. (mas bem que queriam)

    ResponderEliminar
  13. Anónimo22:06

    Aprenda h!

    ResponderEliminar
  14. ...fico extremamente satisfeito de ver o blog novamente no caminho certo....sem duvida que falar de "ponto" G é muito mais bonito e interessante do que os Xicos e os Pulidos,que me desculpem os que não concordam mas cada um fala mais á vontade das áreas que conhece,domina e gosta.
    Sem duvida que o meu amigo H conseguiu com este post "mexer" com as queridas seguidoras e leitoras deste prezado blog,eu como grande admirador e explorador da unica maravilha do mundo que reconheço(a Mulher),não poderia deixar de comentar.

    ResponderEliminar
  15. Simpatica anónima das 19.27 ,onde moro estão -8 graus tudo branquinho,ainda quer vir??:)

    ResponderEliminar
  16. Aninhana neste momento não estou a "chegar" a lado nenhum(infelizmente) encontro-me calmamente sentado a reflectir sobre o seu comentário o qual me parece bastante interessante,o que demonstra que se trata de uma mulher inteligente e por isso com orgasmos de qualidade(não pense que estou a brincar,estou a falar muito a sério).
    Gostaria apenas que aprofunda se o seu conhecimento numa área muita especifica,ou seja na diferença entre um orgasmo clitórico e um orgasmo vaginal,parece me que tem duvidas nesta matéria.....

    ResponderEliminar
  17. Anónimo23:02

    Mediante o seu comentario revelador de um calor humano intenso e experiente, acha que -8 graus me faziam diferença?!

    ehehe

    ResponderEliminar
  18. Querida anónima não sei se vc aguenta amplitudes térmicas tão grandes!!!!:)

    ResponderEliminar
  19. Anónimo23:57

    JC: mediante esta fantástica metáfora, esquiava até ao proximo aeroporto...;)
    ehehehe

    ResponderEliminar
  20. Querida anónima tem sempre o "nosso" H por perto,que é menino da minha idade e geração,claro que não será o mesmo,mas poupava na viagem....imagine que teria que esperar até ao aeroporto de Beja estar pronto para ter o seu próximo orgas....,não quero isso para si JC sempre coloca o bem estar de uma mulher em primeiro lugar...!

    ResponderEliminar
  21. Anónimo00:19

    Falou em Beja...e aeroporto, acordou-me do meu sonho...

    Foi um prazer "prozac" consigo, sem "viagra"..eheheeh!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!