terça-feira, julho 13, 2010

Eu não quero ser má lingua nem estar aqui a criar boatos... II

... mas um dia destes são apanhados a fumar!

11 comentários:

  1. Já tinha visto a noticia e tinha pensado cá para mim : só já cá faltava esta nova violëncia conjugal, jä havia pouca. Ora bolas estas modernices, lol :)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:35

    A etnia cigana não consegue fugir ao que existe na sociedade portuguesa, e como tal é normal existir " gays " entre eles, porque não e qualquer dia até se casam, é tudo uma questão de tempo ?

    A sociedade é transversal !...

    ResponderEliminar
  3. Eu cá acho que foi um "alivio" para a esposa ...viram a cara da senhora na entrevista? Estava satisfeita! :))

    ResponderEliminar
  4. Não basta ralo, senão azedo!

    ResponderEliminar
  5. Eu teria dito: "qualquer dia apanho-te a trabalhar...".


    Mas seria xenofobo... e provavelmente maior desonra!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo19:02

    Apreciem e digam lá se os artistas não foram visionários.

    http://www.youtube.com/watch?v=jfH3NCInXvw

    ResponderEliminar
  7. @anónimo - isto é humor de qualidade!!!

    ResponderEliminar
  8. jocasipe - conseguiu ser muito mais má língua que eu!!! eheh

    ResponderEliminar
  9. eheheh! Esmerei-me... lol

    ResponderEliminar
  10. Oh H a mim parece-me que foi o reporter que percebeu mal, e assim nasce um mal entendido, a moça diz que o "mê marido é homemsexual" e "Gái", e todos pensaram logo que era homosexual/gay...Afinal o rapaz é homem e alegre, só isso!!! Já dizia o outro a lingua portuguesa é muito traiçoeira, levantando supeitas de ciganos, como pode???

    ResponderEliminar
  11. Alexandra - Temo que tenha razão...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!