terça-feira, setembro 08, 2009

É objectivamente uma vergonha...

Falei várias vezes no assunto e um dia teria de me acontecer! Porque basta ser condutor para isso acontecer!
Começo por deixar claro um ponto! Nada me move contra nem responsabilizo os agentes da PSP que estavam no local! Cumprem ordens! E quem trabalha para outros é obrigado a cumprir ordens, mesmo ordens estúpidas e sem sentido! Aliás, era visível que alguns deles estavam constrangidos por fazer este figura!
A história não tem muito para contar! Escondido num prédio está um carro da PSP, com o radar maravilha, obviamente direccionado para uma descida, de forma a apanhar o maior numero de condutores possível! O local escolhido revela esperteza: porque se sabe que naquele local, só se consegue circular a menos de 50km se travarmos o carro, porquanto, em condições normais, o veículo excede o limite. Foram 60 Euros de multa e não me afecta a carta: obviamente que estou chateado, mas não me vai tirar o sono. Mas irrita-me pensar que outras pessoas que foram apanhadas, vão ter um mês muito complicado devido ao capricho das autoridades!
Sem merdas nem tretas: isto não é segurança rodoviária, isto não é sensibilização do cidadão, isto não é moralizar o trânsito, isto é tão somente a mais abjecta caça à multa!
Sou um grande defensor da autoridade do Estado e da autoridade das policias! Defendo mais e melhores meios para os agentes, sustento que devem ser respeitados e tenho elevada consideração por quem arrisca a sua vida para defender a segurança dos outros! E são iniciativas como esta que atacam a credibilidade das policias. Não por culpa dos agentes: por responsabilidade exclusiva de quem os manda fazer estas tristes figuras! E dos que se calam...
A tempo: insistindo na conduta, seria interessante colocarem no local umas mesas e bancos, de preferência sofás, onde a malta se poderia sentar, enquanto esperava que coloquem os dados no computador: sempre são vinte minutos e de pé chateia...

19 comentários:

  1. Isto é um caso de estupidez crónica que se revela cada vez mais ser congénita. As nossas policias relativamente ao trânsito têm uma postura que se torna incompreensível.
    Em vez de aparecerem, mostrarem visibilidade, que obviamente causaria uma certa contenção nos comportamentos dos automobilistas e provavelmente teria um efeito dissuasor e preventivo bem mais eficaz que a patética situação que é andarem escondidos a fazer figura de (perdoem me a expressão) filhos da puta.
    Sei que a culpa não é dos agentes fardados que fazem as ditas figuras, mas muitos deles adoram aquele sentimento de falso poder que lhes dá puderem passar a porcaria da multa.
    Não sendo culpa deles têm muitas responsabilidades nestas situações, mas isso são outras histórias.
    Espero que o dinheiro que encaixam com estas acções preventivas façam bom proveito aos manda chuvas para mascarar números e a sua muito provável incompetência bacoca, haviam de se engasgar...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12:50

    H-É resto de um Estado policial...ficaram cá, pior ficou a mentalidade e isso é bem mais grave...em todos os aspectos é digno da nossa revolta e da nossa indignação.
    A mim também já me aconteceu e passo a explicar onde pois, em meu entender estas coisas passam pela denuncia constante...e depois os tipos como não teem muita imaginação nem querem fazer muitos esforços pode ser que resulte um pouco.. Cuidem se pois aqueles que passarem na entrada de Setubal na descida ao lado do Pão de açucar ou Modelo( não sei o nome), aquele que fica logo à entrada...pois aí logo na descida os rapazes custam estar aí a ganhar a vida...bem,`a outras e outros que ganham de outra maneira igualmente desonesta e indigna...Estou Solidário meu amigo.Zota

    ResponderEliminar
  3. Eu vi-os a tempo! estão ali muitas vezes de manhã!

    ResponderEliminar
  4. Avenida da Ovibeja..

    ResponderEliminar
  5. Também passei lá mas em sentido contrário, e de facto, ninguém passa ali a descer a 50km/h. Eu não passo!
    Mas se os senhores bófias consideram que aquele trajecto é muito problemático em sinistralidade rodoviária, então deixem-se de ratoeiras e chulismos cabranotes, e espetem ali umas bandas sonoras como fizeram na descida do "Modelo".
    Ou então, que o legislador transforme estas multas pecuniárias em horas de serviço comunitário, à razão de 30/40 euros por hora prestada.
    Logo veríamos esses zelosos agentes bem refastelados nos banquinhos do dominó e da sueca lá do bar da esquadra.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo18:50

    Nunca vi os senhores policias junto do infantário do meu filho, e por lá passam alguns "pintas" aceleras a velocidades muito acima do permitido, em vez disso os ditos policias passam o seu tempo a multar os condutores que circulam numa ampla avenida, a altas horas da noite e sem por em perigo ninguem.
    Mas parece que o graduado responsavel pelo trânsito em Beja é um rapazinho que quer mostrar serviço, e lá vai lixando o Zé povinho!

    ResponderEliminar
  7. hpalma22:36

    Também já apanhei os ditos 60€ na avenida que vai do Hotel Bejaparque até à mata. Acabadinho de ultrapassar o camião de limpeza da câmara, toma lá disto... Ainda me gozaram dizendo que fiquei mais leve.

    ResponderEliminar
  8. Como também já tenho escrito, é com intervenções destas que se subvertem os objectivos principais - prevenção rodoviária e respeito pelas forças de segurança - a favor da caça à multa.
    Enfim, não escrevo mais por fico logo mal disposto com esta situação... Se a caça à multa continuar naquele local com a mesma frequência sugiro que fixem o aparelho e criem um gabinete para os guardas...

    ResponderEliminar
  9. @anónimo - não faço ideia a que graduado se refere, mas, pelo menos um deles, merece a minha melhor estima e consideração intelectual!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo14:52

    Mas o que é que querem?! Que a polícia vá para a rua da Lavoura impedir que os dejectos sejam enviados para a via publica, ou que em noites de copos os moradores vão para a rua importunar os carros que passam? Ou que os agente andem de noite a vigiar os locais normais de assaltos a viaturas? Ou que estejam junto dos infantários a controlar velocidades? Ou que apareçam quando alguem causa desordem? Deixem lá estar os homens a apanhar os desgraçados que às 9 da manhã vão deixar o filho à escola, que cometem o crime de andar a 60 para chegarem ao emprego a horas e levarem o ordenado para casa! Esses sim, são os que importam autuar! Até porque, ao contrários dos outros, deixam logo o picão para poderem continuar com o carro nas mãos a governar a vida! Os outros que mencionei? Ou não pagam, ou saem no dia seguinte a rirem-se dos homens. É a vergonha da sociedade, não de BEja. Concordo com o que disses-te H, que isto não é segurança. Nem rodoviária nem da outra. E atenção, tambem sou um defensor dos agentes. Afinal, tal como todos, tambem têm de levar o pão para casa...
    Carlos G

    ResponderEliminar
  11. "Eles" estão ali muitas vezes, por isso, mais vale ir devagar ;)

    ResponderEliminar
  12. Já alguém tentou passar a passadeira nessa avenida? Basta um carro ir a mais de 60Km/h que se torna impossível parar a tempo de deixar passar alguém na passadeira.
    Por isso é que o limite é de 50Km/h, porque estamos no interior de uma cidade e existem passadeiras, ciclovias, zonas residenciais e comerciais e inclusive aquela avenida é uma zona em que os habitantes de Beja usam para, em família, fazer uns passeios ao final do dia.
    Qual de vós não fica indignado quando quer passar na passadeira e passa um carro em excesso de velocidade?
    Se a situação daquela avenida resolvia-se com umas lombas, umas passdeiras elevadas ou mesmo a colocação de semáforos luminosos? Tenho acerteza que sim. Alguém sabe o número de acidentes graves que ocorreram naquela avenida por excesso de velocidade? Penso que não. Pensem nisso. Só falam quando alguém lhes vai ao bolso. Tenho dito.

    ResponderEliminar
  13. @PG - Falei bem antes disso! E devolvo-lhe a pergunta: quantos acidentes graves existiram ali às 10h da manhã de um dia útil?!

    ResponderEliminar
  14. PG - Passei no local agora e recordei as suas palavras! E, tem razão: se um carro circula em excesso, a passadeira pode ser perigosa! MAs pergunto-lhe: mais grave que os 60km, não será o local onde colocaram a passadeira, bem no meio de uma curva?!
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  15. Nós como bons condutores devemos ter sempre em atenção que, numa zona onde existam passadeiras, a qualquer instante um peão pode "atirar-se" para a passadeira. Perante este cenário devemos sempre adoptar uma condução segura através de uma velocidade moderada de forma a poder imobilizar o veículo, se for o caso, em segurança.
    No caso concreto da artéria em questão como não existem inibidores de velocidade fisicos (lombas, sinais luminosos, etc) julgo ser conveniente que as autoridades realizem operações de RADAR de forma a "educar" os condutores e relembrar o que aprenderam há alguns anos quando tiraram a carta de condução.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  16. PG - Discordo a forma como se faz, mas respeito!
    Cumprimentos!

    ResponderEliminar
  17. Anónimo21:28

    Que remédio H, se não respeitas; pagas.

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!