segunda-feira, setembro 21, 2009

Há coisas fantásticas não há?!

Como por exemplo chamar filho da puta ao chefe e receber 6500 Euros! Confesse amigo leitor: dá mesmo vontade de ir morar para Espanha, mesmo que seja de TGV!

8 comentários:

  1. Anónimo18:50

    Eu sei que tem evitado falar de politica, como eu o entendo, mas não precisa ir a espanha eu conto um pequeno caso:
    O Paulo é um jovem trabalhador da construção civil, que como tantos jovens, e não só, trabalhava para uma empresa da nossa região em situação completamente precária(ilegal) sem descontos, sem seguro, sem coisa nenhuma, que não fosse o salário ao fim do mês. Era mau, mas era a sua única fonte de rendimento.
    O Paulo, como tantos outros jovens e não só, aceitou com grande entusiasmo o convite que a CDU lhe fez para ser candidato por aquela força politica na sua freguesia.
    Na passada quinta feira o Paulo participou, no final do dia de trabalho, numa jornada de distribuição de propaganda da CDU na sua freguesia.
    na sexta feira o Paulo foi despedido.
    Coincidência ou talvez não o patrão é candidato do PS na mesma freguesia.
    Esta é uma história triste mas verdadeira ou nome não foi alterado e a freguesia é Albernoa.

    ResponderEliminar
  2. @anónimo - como calcula, nao comento histórias que desconheço. In casu, sendo exactamente como conta, claramente ilegal!
    Mas.. profissionalmente há mto que aprendi a ter cuidado com algumas histórias!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:44

    Claro como eu o entendo, fosse a coisa pintada de outras cores e outro galo cantaria.
    E naturalmente outros comentários choveriam

    ResponderEliminar
  4. Está bem enganado! E até sabe que está! Tenho tido extrema contenção e calado tanta e tanta coisa...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:08

    Calma amigos, vão dormir porque o Vitinho está a cantar.

    ResponderEliminar
  6. Quem foi que disse que o empregador é obrigado a "gramar" um empregado uma vida inteira? Não está escrito em sitio algum do código do trabalho. Não se podendo socorrer dos mecanismos do despedimento por justa causa, pode sempre despedi-lo sem justa causa, desde que lhe pague a devida indmnização. Provavelmente foi o que aconteceu ao Paulo. Não significa que concorde com o sucedido mas continuo a opinar que temos um código demasiado rígido e, ao contrário do que se possa pensar é manifestamente desfavorável quer para o trabalhador quer para o empregador.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10:08

    Subscrevo noctivaga, completamente desporpocionado.

    ResponderEliminar
  8. here you can find Viagra the best solution for ED treatment ,
    Viagra every 6 hours every day.

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!