quarta-feira, setembro 16, 2009

Protocolo

18 comentários:

  1. Anónimo15:58

    Isto só pode ser BRINCADEIRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Mais uma grnade jogada... eleitoral!? Não sei se ria, se chore!

    ResponderEliminar
  2. Ana Mendes16:00

    Alguém me explica que raio de Protocolo é esse!? É que, por esse convite apresentado, parece-me ser um pedacinho "vazio"!

    ResponderEliminar
  3. Que bonitooooo...sim senhor, cá na minha terra diz-se:
    - Matar dois coelhos com uma cajadada.
    Quanto ao conteúdo do mesmo confesso que fico confuso, sem saber ao certo o que se pretende, pelo que fui ao dicionário.

    PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO RECÍPROCA

    protocolo (ó)

    s. m.
    1. Formulário.
    2. Acta!Ata de conferências celebradas entre ministros plenipotenciários de diferentes nações, ou entre os membros de um congresso internacional.
    3. Registo em que o escrivão do juízo relata o que se passou na audiência.
    4. Regulamento que se observa em alguns actos!atos públicos.


    colaboração
    (colaborar + -ção)

    s. f.
    1. Acto!Ato ou efeito de colaborar.
    2. Fig. Cooperação.



    colaborar - Conjugar
    (latim collaboro, -are, trabalhar com)

    v. tr.
    1. Trabalhar em comum com outrem. = cooperar, coadjuvar
    2. Fig. Agir com outrem para a obtenção de determinado resultado. = ajudar
    3. Ter participação em obra colectiva!coletiva, geralmente literária, cultural ou científica. = participar


    recíproca

    s. f.
    1. Reciprocidade.
    2. Mat. O inverso.



    recíproco
    (latim reciprocus, -a, -um)
    adj.
    adj.
    1. Que se dá ou faz em recompensa de coisa equivalente. = mútuo
    2. Gram. Diz-se do verbo pronominal que indica acção!ação que mutuamente recai nos sujeitos.
    3. Mat. Diz-se de uma transformação tal que se b for a transformada do elemento a, esta será a transformada de b.

    Duas entidades com o peso que têm na nossa sociedade vêm agora assinar um protocolo destes a 10 dias de umas eleições e a 25 dias de outras. E seria preciso???...não será das suas competências cooperarem desde sempre a bem da cidade, e dos munícipes.
    Cá para mim é fogo de artifício.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18:32

    Caro Hugo, perdoe me o latim mas: "Colaboração reciproca"?!?!?!
    Vão mas é à merda colaborando reciprocamente!!!
    Então é preciso um caralho dum protocolo?
    Não é uma MERDA ÓBVIA que IPB e CMB têm de "colaborar" e de forma "reciproca"?!?!
    Isto é o mesmo que os tomates terem um "protocolo de colaboração reciproca" com o mangalho!

    Mas pronto já que é preciso a merda do protocolo era bom que uma entidade idónea viesse daqui a uns anos fazer uma auditoria aos resultados práticos do tal protocolo de "colaboração reciproca" pra ver se afinal não foi apenas um protocolo de colocação reciproca...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:02

    Ora cá estou eu, o tal que não tem que chegue para o tirar do sério, mas que nós os dois sabemos que o deixa quase sempre irritadinho.
    A questão de hoje é:
    Diga lá o que não pode dizer quando se limitou a colocar aqui o convite para a assinatura do protocolo.
    Atão vá diga lá...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo03:04

    Vitinho no seu melhor...ai amigo quantos fretes vais ter de fazer?...tudo se paga!...é o que acontece quando o mérito é substituido por compadrio...tens de ir à bruxa!!!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo09:50

    Eu sabia , eu sabia, eu sabia

    ResponderEliminar
  8. @anónimo - desculpe não contribuir para o seu fetiche de achar que me deixa irritadinho! Mas prometo esforçar-me para não o decepcionar!

    ResponderEliminar
  9. Anónimo11:14

    h...e por falar em novidades de campanha, reparei que "Beja capital" anda a colocar novos outdoors e reparei especialmente no que foi colocado na rotunda do pingo doce que fala em INCENTIVOS À NATALIDADE...e pergunto eu: e APOIOS À INFERTILIDADE????..será que não se associam???...não se esqueçam que existem milhares de casais inférteis que querem filhos, querem contribuir para o aumento da natalidade e que não conseguem...incentivem quem quer pois por vezes quem pode não quer e esses vocês não incentivam de certeza...em Beja existe um grande número (infelizmente), que pouca gente conhece, de casais nessa situação, casais que esperam esperam e desesperam com o passar do tempo a aguardar consultas e quando elas surgem têm que se deslocar a Lisboa no minímo, ou a Sevilha, pois não existe nada a Sul do país...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo12:55

    Gostei do termo fetiche, será isso que eu tenho, eu pensava que não tinha estudos para tanto, mas se o sr o diz ficamos assim, tenho um fetiche por si, mas deixando isto de lado diz ou não alguma coisa sobre o protocolo?

    ResponderEliminar
  11. Anónimo14:08

    Ao anónimo das 11.14AM

    O Bej@capital é uma candidatura apoiada pelo PS, certo???

    Ora bem, o PS apoia casamentos homosexuais, certo???

    Homosexuais estão-se pouco preocupando se são férteis ou inférteis, certo???

    O PS abre uma conta no Banco de um banqueiro amigo a quem conseguir nascer neste país durante a próxima legislatura, e os que conseguirem nascer e ter essa conta só a vão poder usar ao fim de 18 anos...porreiro pá, mas isto tem despesas para o estado, certo???

    O PS e o governo apoia o aborto e paga o aborto, certo???

    Não me parece ser o partido que o irá ouvir no seu pedido de icentivo à natalidade e apoio à infertilidade.

    Procure outro que com estes não se safa.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo15:04

    anónimo das 2:8PM - seja quem for que continue ou que vá para lá depois das eleições...não me interessa...mas dirijo me ao Beja capital porque efectivamente foram eles que colocaram outdoors com os incentivos à natalidade e foi durante esta legislatura que houve um aumento da comparticipação dos medicamentos para tratamentos de infertilidade de 37% para 69% e também surgiu a possibilidade de casais que aguardavam há mais de 2 anos por uma consulta no SNS serem reencaminhados para consultas no privado...ora, e muito sinceramente na minha opinião, é pouco mas já se notou uma sensibilização e consciencialização sobre a matéria...e se calhar é mais fácil continuar a apelar àqueles que já fizeram alguma coisa...para mim é indiferente a cor politica...interessa me é a luta sobre este assunto!!!!

    ResponderEliminar
  13. @anónimo da infertilidade - a questão é boa! E merece ser pensada! Apenas não vejo como uma Câmara Municipal pode apoiar nessa questão, excepto procurando apoiar financeiramente, o que nem sempre é possível!
    Mas.. se tiver alguma ideia interessante...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo21:37

    Boa ideia, não é o Dr. Pulido que quer fazer um acordo com os ciganos. Agora tem a possibilidade de ter todos os ciganos do país com a sua prole a nascer em Beja, pode ser que o orçamento da câmara aguente ...

    ResponderEliminar
  15. @ultimo anónimo - você tem a menor ideia do que está a falar?!

    ResponderEliminar
  16. Anónimo22:42

    O que o Pulido Valente quer é responsabilizá-los pela "merda" que fizerem! Algo que estes senhores não têm coragem!!! Aqui dou o meu votyo já de caras ao Pulido: FINALMENTE alguem com tomates para os pôr na ordem!

    ResponderEliminar
  17. Anónimo23:13

    H: Hoje descobri um outdoor muito giro , mas esta num sitio que nao me permite parar o carro para ler as letras pequenas, mas a palavra que originou a minha curiosidade foi "fixe" , mas nao sei que fixe !! è fixe de fixe ou fixe de fixe??!!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!