quinta-feira, janeiro 13, 2011

Pensando bem, até me podia dar para pior...

Apaixonam-me estes dias de nevoeiro. Como me perco e encanto perante a força bruta da natureza! Mas o nevoeiro é especial! Imagino-me sempre, protegido pelo nevoeiro, algures no centro da cidade, incógnito pela neblina, com uma mulher deslumbrantemente bela  e quase pouco vestida, a jogar às cartas!

14 comentários:

  1. Hoje acordei enroscada no quentinho do sofá da sala, com os primeiros raios de sol a entrarem por todas as janelas. Foi um despertar muito relaxante.

    Até descobrir que o despertador do telemóvel não tinha tocado e estava atrasada para o trabalho!

    ResponderEliminar
  2. Nicole a minha relação com o despertador.. é tipo a do outro com o saca-rolhas...

    ResponderEliminar
  3. Uma mulher pouco vestida , ou pouco despida? LOL

    (com um frio destes....)

    ResponderEliminar
  4. raquel - Feliz ou infelizmente, raramente tenho esses lapsos...

    ResponderEliminar
  5. loveterry16:12

    O nevoeiro tem os seu mistério... Mas, jogar às cartas? Não pensou em algo mais interessante?!

    ResponderEliminar
  6. Hoje em dia não convém nada ter um saca-rolhas como despertador...sugiro um que tenha um toque suave e delicado!Há muitos...mas há que saber escolher o certo.

    ResponderEliminar
  7. PEARL - O estupor do meu telefone, não tem despertador com música, só aquele barulho de trolha maluco!

    ResponderEliminar
  8. Isso não será coisa de sina?...

    ResponderEliminar
  9. Anónimo18:33

    O nevoeiro pode ser um belíssimo refúgio e dar acolhimento a momentos soberbos....que nunca se apagam no coração de quem os sentiu.
    Não me admira nada que te apaixones por estes dias de nevoeiro e que neles sonhes intensamente!

    ResponderEliminar
  10. É curioso que se apaixone com o nevoeiro e escolha uma imagem que está designada como "Jovens adoradores: o Nevoeiro do coração partido", de Max Lucado. Tem algo que ver com a mágoa das entrelinhas da anónima das 18h33???

    ResponderEliminar
  11. Anónimo23:47

    A anónima das 18h33...simplesmente fez uma pausa ...foi à rua e vagueou um pouco por este nevoeiro, onde todos somos anónimos.
    Como não ia quase pouco vestida, ou porque não é deslumbrantemente bela, não encontrou ninguém disposto a jogar às cartas.
    Já de regresso...visitou o blog....e gostou do post!
    Gostou do post, pelo misticismo que este estado do tempo nos oferece...pelo belíssimo refúgio que pode ser...longe de olhares indiscretos...pelos momentos que já acolheu e pelos que acolherá no futuro!

    A anónima das 18h33

    ResponderEliminar
  12. Esses dias só me lembram a...Alemanha...;)

    ResponderEliminar
  13. @margarida - não é sina! É aselhice...

    ResponderEliminar
  14. @pearl - vocês são muito mais eruditos que eu...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!