quarta-feira, janeiro 26, 2011

Peço imensa desculpa por elogiar..

Eu bem sei que por Beja é proibido fazer elogios, mas a verdade é que por duas vezes em curtas semanas tive necessidade de acompanhar pessoas ao Hospital de Beja e, mais uma vez, o tratamento foi de excelência! Sem piadinhas parvas para as enfermeiras, enalteço a dimensão humana, primeiro dos bombeiros, depois no Hospital de Beja.
Felizmente ainda há algures por aí um país real onde as pessoas são decentes umas para as outras!

8 comentários:

  1. Na área da saúde (mas em outras tantas também) a verdade é que sempre foi mais fácil criticar do que elogiar. Contudo ambos são precisos, criticas para mudar o que se pode mudar, elogios para manter o que de bom se faz, no geral para melhorar os cuidados de saúde.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:45

    Concordo consigo, apenas lamento a falta de profissionalismo e simpatia de uma assistente social que deverá ser chamada a atenção. Deveriam escolher pessoas humanas pois o apoio às famílias dos doentes é muito importante.

    ResponderEliminar
  3. Isto é como tudo! Quando se é tratado bem, hoje em dia é considerado normal, mas quando o tratamento for menos bem se levantam logo as vozes do bota-abaixismo, do "isto não presta" e funcionários públicos disto e daquilo...enfim!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo02:02

    Plenamente de acordo.

    Já lá fui parar duas vezes com pedras nos rins, outra vez com um dedo de pé partido e o atendimento foi 5 estrelas.

    A minha filha nasceu lá e toda a assistência foi excelente tb.

    Só posso dizer bem do Hospital de Beja.

    Claro que isto, é como tudo. Tb já ouvi pessoas dizer cobras e lagartos daquilo.

    No que me diz respeito, nota máxima.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo02:30

    Vindo como doente do exterior, depois de alguns dias de espera para marcação, em 5 minutos fizeram-me uma ecocardiografia ao coração com médicos e enfermeiras supersimpáticas e atenciosas no dia dos meus anos. Uma bela prenda e custou baratissimo!Um àparte, não percebo porque é que no centro de saúde não nos indicam o hospital como sendo um dos locais possíveis para fazer este e outros exames!? JR

    ResponderEliminar
  6. Também não tenho razão de queixa; por vários motivos tenho ído ao Hosptal de Beja, e tenho constatado que, para além de optimos profissionais, possuem tb aquela competência que qualquer um de nós deve ter, e que se torna fundamental nesta área: a dimensão humana.

    ResponderEliminar
  7. Tinha que ser eu a do "contra".

    Tenho motivos para discordar, mas fiz o que deve ser feito numa situação de "reclamação".

    ResponderEliminar
  8. Anónimo14:14

    És uma pessoa de esquerda?

    Quando um tipo de direita não gosta das armas, não as compra.

    Quando um tipo de esquerda não gosta das armas, quer proibi-las.
    _______________________________

    Quando um tipo de direita é vegetariano, não come carne.

    Quando um tipo de esquerda é vegetariano, quer fazer campanha contra os produtos à base de proteínas animais.
    _______________________________
    Quando um tipo de direita é homossexual, vive tranquilamente a sua vida como tal.

    Quando um tipo de esquerda é homossexual, faz um chinfrim para que todos o respeitem.
    ________________________________

    Quando um tipo de direita é prejudicado no trabalho, reflecte sobre a forma de sair desta situação e age em conformidade.

    Quando um tipo de esquerda é prejudicado no trabalho, levanta uma queixa contra a discriminação de que foi alvo.
    ________________________________

    Quando um tipo de direita não gosta de um debate emitido por televisão, apaga a televisão ou muda de canal.

    Quando um tipo de esquerda não gosta de um debate emitido por televisão, quer prosseguir em justiça contra os sacanas que dizem essas sacanices. Se for caso disso, uma pequena queixa por difamação será bem-vinda.
    ________________________________

    Quando um tipo de direita é ateu, não vai à igreja, nem à sinagoga, nem à mesquita.

    Quando um tipo de esquerda é ateu, quer que nenhuma alusão à Deus ou à uma religião seja feita na esfera pública, excepto para o Islão (com medo de retaliações, provavelmente).
    ________________________________

    Quando um tipo de direita tem necessidade de cuidados médicos, vai ver o seu médico e, seguidamente, compra os medicamentos receitados.

    Quando um tipo de esquerda tem necessidade de cuidados médicos, recorre à solidariedade nacional.
    ________________________________

    Quando a economia vai mal, o tipo de direita diz-se que é necessário arregaçar as mangas e trabalhar mais.

    Quando a economia vai mal, o tipo de esquerda diz-se que os sacanas dos proprietários são os responsáveis e punem o país.

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!