quarta-feira, março 09, 2011

Fica o meu pedido de desculpas! (Com Adenda)

Se há coisas que faço sem queixume é pedir desculpa! Até porque sou um reputado especialista em errar! Quase sempre sendo o maior prejudicado na equação! Mas sempre acreditei que não devemos guardar elogios nem recear pedir desculpas! E agradecer!
Escrevi o que me ia na alma sobre o festival da canção! Porque é a minha convição! Ao ler coisas que hoje se escrevem percebo que errei! Que os Homens da Luta são os ícones de uma certa parte de uma certa geração! Que o que para mim era uma anedota tonta, para outros é uma canção de intervenção, uma reencarnação de Zeca Afonso, José Mário Branco, Paulo de Carvalho, a música com arma contra a reação!
Não tive a menor intenção de amesquinhar quem exalta com esta música! Da mesma forma que não quer impor os meus padrões estéticos a quem vibra com o Tony Carreira ou o Toy, entendo agora que esta é uma música ideológica e que representa uma determinada esquerda, pelo que, mantendo as minhas convições, peço desculpa a quem se sentiu ofendido! Porque acima de tudo acredito na diversidade: e vou defender sempre o direito às telenovelas, aos big brothers, aos malucos do riso, aos homens da luta e toda e qualquer forma similar de expressão de uma certa portugalidade! 

Adenda: aproveito e peço ainda desculpa aos demagogos e remeto para aqui!

15 comentários:

  1. Anónimo12:14

    Dos melhores de sempre! Inteligência em estado puro!

    ResponderEliminar
  2. Não deixa de ser curioso como "a malta" está disposta a tudo o que seja do contra, e de facto eles não são mais que isso: os dignos representantes da malta do "contra".
    Em 28/Abril de 2009, transcrevi um texto do Eduardo Prado Coelho para o meu Blog, que define muito deste estar português.
    Ver em http://abeiralethes.blogspot.com/search?q=eduardo+prado+coelho

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Os Homens da luta parodiam os homens da luta, que para gozo próprio, satisfazem os verdadeiros homens da luta. Para quem não percebeu, estes gozam com o conceito em que a revolução, feita em Portugal, caiu. A música "Luta é alegria" é tão má como as outras que se apresentaram entretanto(Deolinda?). Parece-me que agora, qualquer coisinha que apareça em contestação, tem logo motivos para ser apoiada e projectada, como o H diz bem, para os níveis dos grandes nomes, fazendo-se acompanhar, sempre, pelas barbaridades e irracionalidades que têm vindo a caracterizar estas ondas de choque.

    Aqui fica uma versão mais radical e ideologicamente mais extrema dos homens da luta, para grande desilusão de quem ainda não percebeu o verdadeiro desígnio dos Homens da luta: http://www.youtube.com/watch?v=ag6dM8BNDCs

    ResponderEliminar
  5. Anónimo16:41

    Os seus textos estão soberbos! O outro muito assetivo e este da mais elegante ironia: porque é preciso ser muito burro para ver nos homens da luta a voz do povo!

    ResponderEliminar
  6. Tu és soberbo!

    ResponderEliminar
  7. maria20:45

    Dar uma no cravo e outra na ferradura sem se comprometer com nada, nos tempos que correm, é sinal de inteligência e de outras coisas ...

    ResponderEliminar
  8. Dica21:13

    Só pela recreação de partes das letras sempre actual de autores e cantores como Zeca Afonso, José Mário Branco, Paulo de Carvalho e muitos outros omitidos( que sofreram no corpo e no espítito a ditadura salazarista e marcelista ) e contribuiram com grande parte de quotas para hoje termos liberdade de expressão, vale a pena recordar ABRIL, as canções e as imagens, sem saudosismos balofos e oportunistas !!!

    ResponderEliminar
  9. Na minha simples opinião,acho que não se trata de "cravo e ferradura" mas sim de tentar dar lugar à pluralidade de opiniões. Acho que H deixou perfeitamente claro a sua perspectiva, mas não inibe que cada um tenha a sua, e que lute pelas suas convicções.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo21:41

    olhá dica travestida lol

    ResponderEliminar
  11. Anónimo22:00

    é óbvio que dá muito jeito esquecer que os homens da luta quiseram ridicularizar o festival da canção em si mesmo .


    e os velhos tiques da direita de tentar ridicularizar a esquerda .

    parabéns , hoje tomou posse o Hipócrita do Vosso presidente

    ResponderEliminar
  12. anónimo/a das 21:41...se isso era para mim, devo esclarecer que nem conheço Dica. Não há aqui qualquer "travestimento", não preciso, a mãe natureza fez-me logo Mulher.

    ResponderEliminar
  13. maria - onde viu o cravo e a ferradura?!! Cuidado com essas interpretações..

    ResponderEliminar
  14. O pormenor do Jel (sim, já aprendi o nome dele e tudo!) e dos pelinhos do peito à mostra - até deve ter um memo a avisá-lo para não se esquecer de abrir bem a blusa quando vai para a rua - deviam mostrar a todos que ali há muito de homem do povo! :D

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!