quarta-feira, março 24, 2010

A coisa mais ridicula do mundo!

Colocaram-me a questão e é uma daquelas questiúnculas que me deixam os neurónios excitados, daquelas coisas que penso ardentemente, quando não tenho de jeito para pensar, enquanto me dedico à ancestral arte de coçar!
Eu sei que o leitor está convencido que a coisa mais ridícula do mundo é defecar num wc público e descobrir que não há papel higiénico, mas permita-me que lhe diga, está completamente enganado! Como e apesar do que diz a doutrina que o dá como certo em alguns tratados, é mentira que a coisa mais ridícula do mundo seja ir a uma prostituta para depois voltar para casa e masturbar-se a pensar na esposa!
Depois de meditar alcancei a excelência e permito-me concluir, sem hesitações ou dúvidas, que a coisa mais ridícula que um homem pode fazer é ir lavar o carro ao Domingo de manhã! E não digo isto pelo facto de andar todo contentinho com as mangueiras dos outros na mão: uma coisa pode ser amaricada, sem ser ridícula, como por exemplo uma deslumbrantemente bela gravata cor-de-rosa bebé!
A constatação que hoje ofereço ao leitor é bem mais profunda que a mariquice subjacente: tem fundamentos na essência da própria masculinidade, numa inversão de valores, que leva o Homem a penetrar no Universo Feminino, realizando tarefas que não decorrem da sua própria natureza! E não me refiro ao simples facto de um gajo andar preocupado com as limpezas, mas, o leitor entende, o contra-senso de um gajo que veste um fato de treino cheio de nódoas, que sai de casa para ler a Bola sem tomar banho, armar-se em higienicozinho com a treta do carro, ciente, que mais tarde ou mais cedo vai chover e o carro podia lavar-se sozinho!
Percebia que um gajo lavasse o carro na rua! Isso é de macho! Porque aí a questão não era lavar o carro, mas desafiar as autoridades e fazer algo de proibido por lei; aliás, se repararem nos gajos que cospem na rua e mandam bananas do carro em movimento, não é uma questão de serem porcos, é mesmo por serem anarquista que usam a poluição como uma revolta contra a asfixia do Estado sobre o individuo, o que se saúda e aplaude!
Termino assim, sem dizer, obviamente, o que fiz domingo antes de almoço...

7 comentários:

  1. Anónimo00:29

    Assumo, tenho inveja de si , que

    raiva...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:30

    Não tomou banhito, vestiu o fato de treino e foi lavar o carrito com a mangueira dos outros hehehe ;)

    ResponderEliminar
  3. Oh pá tu tomaste o prozac hoje ou isso é excesso de viagra que te subio aos neurónios? Isso parece um orgasmo do intestino caneco:::

    ResponderEliminar
  4. Anónimo02:02

    ó H, devo confessar que por vezes as suas entrelinhas se assemelham ao antigo blog O MEU PIPI!

    não sei se conhece... mas recomendo desde já.

    http://omeupipi.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Ridicula fiquei eu depois de ler este post!!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo14:45

    Eu sei o que foste fazer domingo antes do almoço.
    Fos-te dar uma,




    "uma voltinha por ai"

    ResponderEliminar
  7. @anónimo - o meu pipi será sempre uma das melhores referências da blogosfera portuguesa! As suas palavras são um imenso elogio!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!