sábado, março 06, 2010

Farinheira à Braz

Surpreendido? Isto é um prato quase gourmet, tipo alentejano chique, uma verdadeira sensualidade do restolho!
Os ingredientes são aqueles que está a pensar, caso o meu prezado leitor esteja mesmo a pensar: se tiver preguiça, fica a saber que precisa de uma farinheira BOA, ovos, cebola, alho, sal, azeite, batata do pacote (não do seu, como é óbvio) e salsa. Ou coentros que são tão parecidos que confundo quase sempre!
Sabe fazer bacalhau à braz? A coisa é igual. Parta a cebola pequenina, junte alho e deixe namorar em azeite alentejano até ficar loirinha. Antes, deverá cozer a farinheira e depois partir a dita cuja!
Voltámos agora para a frigideira onde deverá juntar a farinheira e deixá-la por lá uns minutos. Sensivelmente o tempo de colocar a mesa, abrir uma garrafa de vinho, ir à varanda fumar um cigarro, dar dois puns, para depois, misturar as batatas fritas, daquelas muito fininhas, inventadas por nosso senhor para juntar a estes pratos.
Enquanto as batatas andam por lá, parta uns quantos ovos - não me pergunte quantos, que não faço ideia se gosta de ovos e de quantas pessoas é que vão jantar - e misture naquela mistela, até que fique a seu gosto! Salpique com a salsa e sirva num prato bonito, preferencialmente acompanhado por uma salada verde com queijo de gaja maluca! Se não gostar de acompanhar com salada, ligue para uma gaja boa* e sussurre-lhe: apetece-te provar a minha farinheira?

* talvez seja preferível a gaja não ser muito boa. As muito boas têm a irritante mania de recusar!

2 comentários:

  1. Anónimo00:29

    Mto boa a do queijo de gaja maluca! Mto boa mesmo. AC

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!