quinta-feira, abril 08, 2010

O Castelo pode cair?!!

A noticia está na Pax e parece que há o risco da torre ruir! Logo o Castelo que, para além das gajas, é o mais importante monumento da cidade, aquilo que atraí a Beja os poucos turistas que nos visitam!
Não vamos ser hipócritas: não é o único monumento em Portugal que está com problemas e responsabilizar os municípios por isso era abusivo! No entanto... - e desculpem lá mas tem mesmo de ser - sabendo que o Castelo teve fechado uma gravidez inteira no ano passado, não podiam ter realizado as obras necessárias, para o Castelo não voltar a fechar?! Foi desleixo, distracção ou incompetência?
A tempo: agora, ainda é mais importante, não necessariamente um novo posto de turismo, mas um segundo local de informação turística! Em apostava em fazê-lo no Pax Júlia, embora entenda que a opção seja o antigo posto. Mas.. é urgente que se faça!

PS - a foto está soberba, não está?

22 comentários:

  1. infelizmente só quando não dá mais para remediar as situações é que se pensam em soluções... agora a solução será estar fechado até alguem resolver fazer algo!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:09

    Então Camaradas? Não dizem nada? Ficam mudos? Vergonha não é certamente, que não a tem!

    ResponderEliminar
  3. B.L.14:45

    Foi o menino que tirou a foto,
    e não teve medo?
    Parece que vai ruir a qualquer momento...

    ResponderEliminar
  4. BL - não foi o menino! O menino tem muito menos talento! Foi uma talentosa prima do menino!

    ResponderEliminar
  5. A foto está realmente estupenda. Infelizmente é um mal recorrente neste pais deixar os monumentos ao abamdono. Acredito que não o vão deixar cair mas há sempre outras prioridades o que levará concerteza a um esforço maior, na hora das obras.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15:57

    FOI MAIS UM LEGADO DOS NOSSOS CAMARADAS, O QUE SERA QUE VEM MAIS POR AI

    ResponderEliminar
  7. O nosso património é fantástico, no entanto, a manutenção é muito dispendiosa e muitas vezes a recuperação não é feita da forma mais correcta essencialmente por falta de verbas, mas também acontece por falta de conhecimento técnicos.

    Na minha opinião mais vale não mexer do que fazer asneira. E mais vale fechar do que deixar ao abandono.

    ResponderEliminar
  8. BL - estive a contemplar de novo a foto! Parece-me que foi tirada deitada no chão! Admito que já me deitei debaixo de muita porcaria, mas nunca da torre!

    ResponderEliminar
  9. A foto é soberba como soberta é a Torre de Menagem do nosso Castelo.
    É de facto lastimável que nós portugueses tratemos tão mal o nosso patrimonio histórico e ainda mais o é pelo facto de o que nós temos de mais rico é a nossa história......
    Mas a Torre está mesmo em perigo? Parece tão resistente na sua imponênia sobre as planicies alentejana.... Mas se estiver mesmo em perido não há desculpa e tratem de a arranjar e garantir a estabilidade.....

    ResponderEliminar
  10. Anónimo17:08

    por mera curuiosidade fui dar uma vista de olhos no rebêra, fiquei atonito com o comentario "barbarie fascista" por favor vejam o que é o comunismo puro e duro, dos nossos alentejanos.

    ResponderEliminar
  11. A verdade é que as intervenções no património são complexas e como já foi aqui referido precisam de verbas muito avultadas. Independentemente da conservação da materialidade do castelo e da Torre de Menagem que devem ser sem dúvida uma prioridade já que se tratam de testemunhos que ostetam a nossa identidade e memória, a verdade é que não se verificam formas holísticas de actuação. Exemplo disso é precisamente a questão do posto de turismo funcionar dentro do castelo. Esperava que na sequência das últimas intervenções a dinamização do castelo fosse visivel, mas tal não aconteceu. Mais uma vez, não foram criadas estratégias para trazer a comunidade ao castelo! Por que se a comunidade não visita o castelo, então há necessidade de sair para fora das suas muralhas. Mas não..é muito mais confortável ficar ali fechadinho e ver 1 turista por dia! Existem muitas formas de dinamizar o património e esse trabalho não tem que ser essencialmente pensado nos turistas porque afinal o património é nosso e somos nós que temos que o viver e usar. Curioso é também o facto de muitas vezes só nos tornarmos sensiveis ao património quando este se encontra em risco..mas isso no fundo faz parte daq p´rópria concepção que temos do conceito..

    ResponderEliminar
  12. ainda bem que algu´m se preocupa com o nosso património. Fico feliz por isso. Não , não concordo que seja melhor fechar, o melhor é recuperar com pés e cabeça porque com certeza temos quem saiba trabalhar nessa área.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo22:55

    Meu Kerido H
    O Castelo é propriedade do Municipio?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  14. Anónimo23:45

    Benficaaa

    ResponderEliminar
  15. Meu Kerido Vidigueira -
    Por isso mesmo é que sublinhei no texto, que é um "mal" nacional! Só não entendo, porque quando esteve encerrado 9 meses, nada se fez! O meu caro entende?!
    E sendo verdade o que hoje li, que afinal são coisas simples como as varandas, então ainda é mais incompreensível não se ter feito nada, certo?!
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  16. Anónimo15:56

    http://naterales.blogspot.com/2010/04/chega-de-queixas-ou-ainda-nao.html

    Chega de queixas ou ainda não?
    Beja mais parece já a Cidade Capital do Queixume! Ou é as queixas da queda da Torre mas que afinal ainda irá durar mais um século desde que arranjem as grades da janela, ou os "graves problemas" do Jardim Público mas que no final se deverá resumir a um fio eléctrico descarnado, ou as queixas das colectividades que ainda não se curaram da subsidio dependência ou as queixas da Presidente de Junta que ficou "pendurada" por esquecimento. E eu vou-me queixar do quê? Dos buracos das ruas, do lixo amontado fora dos contentores, da falta de emprego na região, do boy que dá a ideia que pouco mais faz que passear o fatinho novo na Praça, dos milhares de euros gastos em vencimentos com os "donos" da EDIA, da Turismo Alentejo, da EMAS, do inusitado perfume da SAPJU ou de um lugar para estacionar o meu jacto no Aeroporto de S. Brissos? E porque não acabarmos com as queixas e deitar mãos ao trabalho?

    ResponderEliminar
  17. Bacamarte14:05

    Aos frouxos como tu agente manda levar nas nalgas!

    ResponderEliminar
  18. Infelizmente há quem só veja o documento ou o monumento na grandiosidade do edificio, neste caso com destaque para a Torre de Menagem. Como apresenta algumas fissuras e infiltrações, agora identificadas - patologias, entre outras de menor gravidade, que existem por certo há centenas de anos e a torre nunca caiu (embora todos saibamos que um dia há-de cair, pois nada é eterno)- cai mesmo o Carmo e a Trindade. Quando partiram algumas das pedras (que são também documentos e monumentos únicos)na praça de armas do castelo, ninguém comentou, ninguém tomou partido. Um brasão de Beja, único, legendado, da época de D.Dinis, partido ao meio, na limpesa do castelo, entre outros atropelos e ninguém disse nada. Foi um facto.
    Agora, a Torre ainda está no sítio, e já se fala tanto. Parece que chegou a previdencia do patrimonio cultural à cidade de Beja. É um absurdo esta cidade.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo02:04

    «ENTÃO É ASSIM»:
    O Castelo «TEVE» o quê? Uma gravidez?
    «IÁ MEU»! Dótores há muitos!

    ResponderEliminar
  20. Anónimo21:00

    A Torre de Menagem do Castelo de Beja, e a sua reabilitação não é da responsabilidade camarária.
    Há um instituto público que tutela os monumentos e património histórico, não mencionar o nome, porque não faço figura de parvo, a ensinar a quem sabe...
    No entanto, não posso achar piada a mais uma estorias da carochinha ... rezem para que o Castelo não caia na era Pulido, pois o Senhor ainda não hasteou a bandeira BejaCapital na dita torre, será que ainda vai a tempo?

    ResponderEliminar
  21. @anónimo - onde me viu dizer ou escrever que era de responsabilidade camarária?!

    ResponderEliminar
  22. http://jornal.publico.pt/noticia/24-04-2010/ministerio-da-cultura-desmente-risco-de-ruina-parcial--ou-total-na-torre-de-menagem-do-castelo-de-beja-19263270.htm

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!