terça-feira, outubro 21, 2008

Casamento Fast Food...

É oficial: daqui a poucas semanas Portugal vai instaurar um regime de Casamento Fast Food! Cavaco Silva promulgou uma lei mal redigida, apressada, com deficiência de fundamentação, que não apenas vai descaracterizar um Instituto como trazer consequências sociais trágicas para o País. Um momento de irresponsabilidade, que um dia nos vamos arrepender! Porque a demagogia dá votos...
Com a nova lei maravilha é mais fácil libertar-se do marido ou da mulher do que do contrato com a operadora de telefone móvel ou internet. Porque somos modernaços...

6 comentários:

  1. Anónimo13:31

    sim, é muito mais giro tomar uma mulher como adquirida e tratá-la como um objecto de foda e não .. como dizer... pensar nela como PESSOA

    ResponderEliminar
  2. @anónimo - Desculpe perguntar: tem a menor noção do que está em discussão? É que, honestamente, parece que aprendeu uma palavra nova e ficou deliciado por a poder escrever em público!

    ResponderEliminar
  3. H totalmente fora do contexto,sabendo que não tens grande apetencia por anedotas no teu blog tenho que colocar esta,para mim uma das melhores que ouvi nos ultimos tempo!!!

    E para descomprimir :
    Um dia o Belmiro de Azevedo contratou um trabalhador e colocou-o a abrir rasgos na terra.

    Deu-lhe um horário de trabalho das 8:00 as 17:00 horas.
    Certo dia Belmiro de Azevedo observando o trabalho do seu colaborador, achou que podia ser melhor aproveitado.

    Sugeriu-lhe então o seguinte:
    - Ó amigo, já que você tem 2 mãos, com uma mão você cava e com a outra vai regando. Olhe e já agora começa a vir das 7:00 ás 18:00 horas.

    No outro dia, Belmiro de Azevedo olhou outra vez para o seu colaborador e achou-o ainda pouco produtivo. Então sugeriu-lhe:
    - Já que você além das mãos tem também uma boca, podia enchê-la de sementes e enquanto com uma mão cava e com a outra rega podia cuspir
    as sementes. Já agora começa a trabalhar ás 6.00 e termina ás 19:00 horas.

    Noutro dia Belmiro de Azevedo começou a pensar que o seu colaborador deveria trabalhar enquanto houvesse luz de dia. Portanto sugeriu-lhe
    que o seu trabalho passasse a ser das 5:00 até ás 22:00 horas. E assim foi.

    Um dia quando o pobre trabalhador voltava a casa do trabalho, deparou com a sua mulher com outro homem na cama.

    O homem, chorou, chorou, chorou vezes sem conta até que a mulher e o amante desesperados com aquela situação, tentaram consola-lo,
    perguntando-lhe porque chorava ele assim tanto. Ao que ele respondeu:
    - Se o Belmiro de Azevedo descobre agora que tenho 2 cornos, coloca-me lá duas lanternas e põe-me a trabalhar á noite...eheheheh

    ResponderEliminar
  4. "O Presidente da República promulgou hoje a nova Lei do Divórcio, deixando, contudo, um alerta para as situações de "profunda injustiça" a que este regime jurídico irá conduzir na prática, sobretudo para os mais vulneráveis."(Público)
    Tô a ler bem????????????????????"O novo regime jurídico do divórcio irá conduzir na prática a situações de profunda injustiça, sobretudo para aqueles que se encontram em posição de maior vulnerabilidade, ou seja, como é mais frequente, as mulheres de mais fracos recursos e os filhos menores", lê-se numa mensagem de Cavaco Silva, publicada no 'site' da Presidência da República."(Público)
    Tô mesmo a ler bem????????????

    ResponderEliminar
  5. @ito - está mesmo a ler bem! Infelizmente...

    ResponderEliminar
  6. Uma lei q conduz a situações de injustiça????
    Não era para ser o inverso??? criar uma lei para aplicar a justiça??????
    QUO VADIS!!!!!!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!