sexta-feira, outubro 24, 2008

Como é que alguém tem coragem... (Com Adenda)

... de insinuar que esta mulher foi torturada!!! Como diz o Ministro Lino, "Jámé"!!!

Adenda: A minha resposta ao anónimo, foi dada aqui!

8 comentários:

  1. Anónimo00:12

    QUAL O SEU PROBLEMA EM ESTA GAJA TER LEVADO PORRADA!???

    ResponderEliminar
  2. Anónimo01:51

    Acredita sinceramente que alguém tocou na menina? Nunca, JÁMÉ! Ou será "Je amei"?
    LR

    ResponderEliminar
  3. @LR -
    O que custa a acreditar é o "amadorismo" de deixar tantas marcas! Claramente um trabalho de amadores...

    ResponderEliminar
  4. Percebo onde quer chegar: a decisão judicial baseia-se na confissão da mãe e esta pode ter sido obtida com recurso a metodos menos próprios (ou próprios demais)

    mas terá sido a PJ a bater-lhe, ou antes terá sido só a PJ?

    e as guardas e as "colegas" da prisão de odemira? Pode ter havido de umas ou de outras (ou de ambas) uma "animosidade" quanto á sra acusada de esquartejar a filha!

    E dar a culpa á PJ pode ter sido boa ideia para todas as partes se a quente se passou alguma coisa....

    E de facto não me parece que os inspectores da PJ fizessem uma maquilagem tão completa, não serão nenhuns santinhos mas tambem não serão parvos para entregar uma arguida neste estado....

    ResponderEliminar
  5. @sien - não li o processo. Excepto o que vem na Imprensa. Partindo desse pressuposto, as "mazelas" aconteceram dentro da PJ. A questão é se a "tipa" caiu das escadas ou levou porrada da boa!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo10:04

    Apostava na segunda hipótese...
    No entanto, depois quando se quer exagerar na maquilhagem, associado ao facto da procura de protagonismo de uma "Chefa das Celas de Odemira" que gostaria de ser Polícia e que ficou recalcada por ter chumbado no concurso, levam a que a prova chegue torta a Tribunal e que facilmente se consiga ver que a maquilhagem é muito exagerada e que "os quedas nas escadas" nunca iriam deixar estas marcas "Jámé".
    Assim o que poderia ser verdade, perde-se através do caminho sinuoso escolhido pelos jornais, pela dita "chefa das celas de Odemira", e por fim pelo advogado que todas as causas perde....
    Há por aqui um placar com 10-0...
    Parece o meu Benfica a ganhar sempre...
    LR

    ResponderEliminar
  7. Anónimo23:29

    Sou um gajo de direita. Gosto de ordem não de caos. Não gosto de presidiários sempre a reclamar só por direitos. Acho que devia haver trabalhos forçados. Não sei se esta sra é culpada ou não, mas uma coisa não compreendo: como é que uma pessoa que confessa um homicídio não diz onde deixou o corpo ou onde e como praticou o homicídio?

    O problema é que se a nossa judite não consegue por meios limpos de interrogatório tirar a verdade a uma sujeita pobre, sem miolos e com pouca inteligência, como o vai fazer a sujeitos ricos, inteligentes e com bons advogados? Isto é que me preocupa deveras.

    ResponderEliminar
  8. Sylvie19:30

    Ó anónimo "LR",se não queres ir pelo alentejano seria "Jamais!" Só por dizer!...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!