quarta-feira, fevereiro 11, 2009

100 razões para amar Beja - 27

Quem acompanha este blogue em estranhos locais como Lisboa ou Porto, não terá sensibilidade para compreender a eloquência desta razão para amar Beja. Porque há coisas que é preciso ser baixo alentejano para dar o devido valor. Naqueles inóspitos locais come-se algo feito de massa que até vai a um forno rápido, um qualquer sucedâneo daquilo que nós conhecemos como pão.
O pão alentejano é uma das maravilhas da nossa terra, que desde há séculos caminha connosco. Mais que um acompanhamento, que um fiel amigo do bom queijo, dos excelentes enchidos, do presunto perfeito, o pão é um alimento nuclear na nossa distinta gastronomia, presente em pratos divinos como as nossas migas, a nossa açorda de bacalhau - que fica perfeita com ameijoas - , a sopa de cação ou a sopa de beldroegas que recupera os queijos impróprios ou mesmo na doçaria onde o pão surge em doces conventuais.
Mas mais do que fazer o elogio ao pão, o verdadeiro pão que é o alentejano, pretendi estender o elogio a um pão em particular. E entendi que era um acto de justiça afirmar que o pão da Fermentopão é uma das cem razões para amar Beja.
Admito que a escolha seja discutível; mas escolher é sempre algo muito subjectivo, por critérios que nem sempre conseguimos justificar! Para impedir a tese socrática da cabala, esclareço que não tenho nenhuma proximidade pessoal com o empresário em causa - nem sequer mutua simpatia -, mas é justo enaltecer quem teve a coragem para arriscar, a audácia para não se limitar ao parco mercado bejense e procurar novos destinos, a capacidade para levar ao resto do País uma das delícias da nossa terra. Sem esquecer as suas origens, investindo na cidade em diversas lojas, onde ao bom pão junto uns razoáveis bolos...

25 comentários:

  1. Queijo, meu amigo, queijo...

    Todas as manhãs provo esse pão, em forma de torradas, mas pão vindo de Baleizão - nada mau também :)

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:17

    Oh pá com essa é que me lixaste!
    Pão é na Vidigueira e em Almodovar, o resto.....bahhh!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:18

    kando cheguei a beja, pensava que era so pão de esponja até k descobri uma dessas lojas que habitualmente vou lá comprar.

    verifica-se que a informação k é dita é verdadeira, pois esta tarde vimos o dono deste belissimo blog a entrar numa das lojas do fermentopão.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo00:31

    Voçê não é baixo alentejano...é ALENTEJANO.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo00:31

    Voçê não é baixo alentejano...é ALENTEJANO.

    ResponderEliminar
  6. Eu sou baixo alentejano! Alentejano... isso é coisa do Xico e do Luis!

    ResponderEliminar
  7. @anónimo - mais que apenas um elogio ao pão, pareceu-me justo o elogio ao empresário: foi a dicotomia que me fez escolher!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo01:05

    Em tempos de crise, este texto veio mesmo a calhar!!
    Agora tem direito a pão de borla durante 1 mês! Com sorte ganha o café tambem!

    eheheheheh

    o texto está bonito, quanto ao pão, é o melhor do "baixo Alentejo"!!

    ResponderEliminar
  9. @anónimo 1.05 - Eu também acho que merecia pão e bolos de borla por um mês. Mas.. nem para conseguir financiamento tenho sapiência..

    ResponderEliminar
  10. Gosto muito do pão alentejano e em particular o pão do penacho, era assim que era comnhecido qd em terras da ѪSª das Neves o comecei a comer, agora Fermentopão...é uma realidade, ja tentei comer outros, não por opção, mas por localização e realmente não há como o pão da fermentopão.
    E já agora, ha muitos lisboetas que ja conhecem este afamado pão.pois já vendem para outros pontos do pais.
    Há uns anos fiz uma feira a promover os produtos alentejanos, na praça da figueira em Lisboa, fiquei impressionada com adesão...os produtos são muito, mas mesmo muito apreciados pelos alfacinhas.

    ResponderEliminar
  11. hpalma11:29

    Panito bom é o de Vale de Russins! Amassado à mão e cozido em forno de lenha! O problema é que o stock é sempre reduzido.

    ResponderEliminar
  12. Pão de forma de S. Brissos. O melhor do mundo.

    ResponderEliminar
  13. Sempreempé11:45

    Dito por um critico gastronómico da n/ terra, o qual pertence a uma Confraria de Gastrónomos.
    Que certo dia fizeram uma prova cega de pães alentejanos, desde o alto ao baixo.
    Imagina qual o pão que venceu?
    Claro, sem dúvidas e c/ grande vantagem "o pão da Fermentopão".
    Mas como tudo na vida, gostos não se discutem!...
    Já agora, há dias que este afamado pão é muito bom, e há dias que é mediano....

    ResponderEliminar
  14. Fanático pelo panito do Fermentopão.

    Cheguei a comprar aqui há 2 anos pão verdadeiramente caseiro em almodôvar na cass de uma velhota. Fantástico o pão era de 2 kilos

    ResponderEliminar
  15. Piruças14:49

    Eu também voto no pão de Vale de Rossins da ti Lisete,amassado á mão de madrugada daquele que dura 1semana assim molinho, quer dizer dura se não fôr comido antes...mas realmente é de louvar a coragem do casal Penacho em expandir o negócio pelo país e também a forma como controlam as suas tropas!:O)

    ResponderEliminar
  16. Bom, bom, bom... era o pão que em tempos a minha avozinha fazia,amassado a mão, e quando saía do forno as vezes trazia pedacinhos de carvão no solo! e nessa altura em que estava a ferver, que se partia com a mão, lá provei eu uma tibornia, com azeite e açucar.
    Pode não ser a melhor coisa do mundo, mas tudo o que rodeava este ritual, era sem duvida das melhores coisas do mundo...

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Anónimo22:46

    Ninguém duvida de quanto é bom e saboroso o pão alentejano, tal como outros produtos, mas, a verdade, é que, em Lisboa, Porto ou Algarve se encontarm todos esses produtos!

    ResponderEliminar
  19. Anónimo23:33

    O bom pão é da VIDIGUEIRA, porra!

    ResponderEliminar
  20. jorge23:37

    o pão do padrão é que é.
    e as cabeças assadas de borrego e porco e o leitão estaladiço que não lhe fica atras.

    ResponderEliminar
  21. Pedro18:39

    100% de acordo. O páo da Fermentopão é algo de delicioso...
    Os bolos também são bons, mas não há bolos melhores que os do Luiz da Rocha. Que delicia... (até fiquei com água na boca).)

    ResponderEliminar
  22. @Pedro - Se reparar, digo que os bolos sao... razoáveis. E uma das 100 razoes foram os bolos do Luis da ROcha!

    ResponderEliminar
  23. Anónimo14:28

    Os bolos do Luis da Rocha?! Já lá vai o tempo em que eram comestíveis e em que "aquilo" era uma conceituada Pastelaria!

    DAAAAAAAAAAAAAH

    ResponderEliminar
  24. Anónimo11:42

    ui, pão da fermentopão :) ...eu trabalhei lá, a minha familia está proibida de comer pão e qq coisa feita pela fermentopão, os amigos estão avisados.
    Delicioso....ahahah

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!