quinta-feira, setembro 13, 2007

Aquela coisa vil que chamam masturbação - Parte I

Se há sintoma que caracteriza o aproximar do fim do mundo é a banalização da masturbação. Já sei que os moralistas me vão atacar, que vou ser sujeito a agressões por parte dos mais fervorosos católicos, mas os ataques vis não me toldam a determinação! Por tudo, assumo sem temores nem rodeios: a masturbação é uma coisa nojenta, abjecta, pecaminosa!
Não me vou pronunciar sobre a masturbação feminina: felizmente não tenho vagina! Por isso, cinjo esta análise à masturbação no masculino!
Sejamos honestos, se “acariciar o próprio pito” fosse uma coisa natural, o homem não tinha sido concebido com cinco dedos e polegar oponível, mas com um buraco na mão! Como não podemos aceitar como dogma aquela treta de conhecer o próprio corpo! Se um gajo quer conhecer o corpo, compra a porcaria de um esqueleto, uns quilos de carne de porco e no sitio onde dizem que devia existir o cérebro, coloca-se um pirilau!
Esta desprezível banalização da masturbação, deve-se muito aos padres. Não que o pratiquem, obviamente! Os padres não pensam em sexo! Mas aos teólogos que, desprovidos da moderna ciência, cometeram o erro secular de assegurar que o acto abjecto de masturbar faria crescer pelos nas mãos. Essa é uma infame mentira! Infame, porque se baseia num erro de observação, fruto de um apressado empirismo! Com efeito, não é nas mãos que crescem os pelos, mas desregrados um pouco por todo o corpo: percebem agora que não é coincidência o facto de os homens terem mais pelos que as mulheres. Ou que algumas, claro! E este aspecto deve ser sublinhado! Sejamos objectivos, esta coisa de os pelos crescerem por todo o corpo do homem que pratica o coito manual, é um sinal de regressão temporal, para os tempos do homem quadrúpede. Ou seja, dizemo-lo com frontalidade, regressar ao homem-macaco.
Mas outro aspecto me inquieta! Que obscuras razões motivam o macho a manusear o seu próprio “pito”? O prazer de ter um sexo masculino na mão? Insisto na questão: que pensa um gajo que se diz macho, quando faz o amor consigo próprio?
Caros leitores masturbadores, esclareçam-me: o que lhes dá gozo e prazer é ter um pénis na mão? Ou, pelo contrário, o que lhe dá prazer é sentir uma mão máscula a acariciar o seu pénis?

(continua na próxima quinta feira)

9 comentários:

  1. Luis Moreira02:37

    Ocupando as mãos liberta-se a imaginação!Fazer amor com todas as mulheres bonitas que se viu nesse dia,por exemplo.Ou recordar aquela linda holandesa que se namorou na praia da Rocha.

    Para além disso, é muitíssimo higiénico.Não há doenças sexualmente transmíssiveis,nem suores de desconforto.E, acima de tudo, não há que fazer aquela figura, do tipo que conta as tábuas do tecto, porque nem consegue olhar de frente para o amor da sua vida, nos últimos 20 minutos.

    E, já viu, chegar á cama, a namorada estar a dormir e, egoísticamente, acordá-la para dar uma "queca"?

    Meu amigo,ou está a esconder alguma coisa ou a perder muita coisa!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo11:13

    O que leva um homem a masturbar-se é definitivamente a masturbação feminina. Há coisa mais bela do que ver uma mulher a vir-se sozinha? Só mesmo ve-la a vir-se e meter o tão aclamado 'pito' na sua real peida.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo11:27

    caros machos masturbem-se à vontade, ou não. Para isso também se fez o 25 de Abril...
    S eisso os deix amais bem humorados, força: mão ao pito...
    Definitivamnete esta é uma conversa de homens.
    de uma gaja qualquer

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:35

    ...nao sei, porque nao nos esclarece isso?
    porque será que o meu palpite vai para que na proxima 5ª feira vamos todos ler sobre os "prazeres da masturbação" ou sobre os "prazeres do coito manual" ???

    ResponderEliminar
  5. @nónimo 3.35 - É um optimista! eheheh
    GAranto que o da proxima quinta é a continuação deste! Se está dividido, foi apenas por duas razões: estava demasiado longo e, é complicado ter imaginação para um post destes todas as semanas!

    ResponderEliminar
  6. Só mesmo tu para "pegares" num tema desses!

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  8. Grande brincalhão, de tanto se masturbar, fartou-se, ou provavelmente deixou de funcionar...em busca de auto estima, reflecte sem razão, e cheio de perdão por amor próprio. Só pode ser um péssimo amante, coitadas das mulheres que o tiveram de enfrentar, infelizes destinos...

    ResponderEliminar
  9. Rui - ler é mais que juntar letras...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!