quarta-feira, novembro 26, 2008

Aquela coisa a que chamam de cultura...

Começo por pedir desculpa aos meus leitores, habituados a ver neste blogue fotografias de pessoas bonitas, mas por não ter conseguido colocar o símbolo do Vemos, Ouvimos e Lemos tive mesmo de oferecer-lhes o rosto do seu proprietário.
O VOL situa-se em Serpa e é coisa para ter seis meses: para quem não conhece, será uma espécie de FNAC, obviamente mais pequena e sem música ou electrodomésticos, mas reproduzindo o conceito: pode ler-se a beber café e tem um espaço para conferências.
Porque falo nisto hoje? Desde logo porque o blogue é meu e posso falar do que me apetecer quando me apetecer.
Mas há outra boa razão. Que passo a explicar!
A razão que me faz zurzir muito menos que outros na CMB sobre cultura, deve-se a um primado ideológico: sou acérrimo defensor da iniciativa privada e não defendo um modelo de Estado totalitário queme impõe conteúdos. Diferentemente dos comunistas de esquerda e de direita (porque também os existem) não sou liberal segundas, quartas e sextas e socializante na terça, quinta e fim de semana.
Mais do que vergastar os poderes públicos, sinto pena de a sociedade civil bejense ser castrada! Neste seis meses, Paulo Barriga (que não será propriamente um capitalista fascista nem tinha interesses no BPN) consegui fazer no seu pequeno VOL algo muito similar ao melhor que se fez na Biblioteca Municipal de Beja, no tempo em que as vacas ainda eram gordas e mimosas: de memória, recordo que passaram por Serpa Miguel Portas, Manuel Alegre, Mário Zambujal, Luis Afonso, Paulo Ribeiro, António Carrapato, Paulo Catarro, entre outros. Para não falar de lançamento de livros e exposições...
Neste sexta à noite é a vez de Pedro Passos Coelho passar por lá, continuando a sua campanha eleitoral. Porque escrevi o post? Por dor de cotovelo de este espaço não ser em Beja! E porque mais importante que flagelar a CMB sobre o que se podia melhorar na oferta pública de cultura, será questionar o que afasta empreendedores como Paulo Barriga do Concelho de Beja...

19 comentários:

  1. Anónimo16:55

    O H sabe bem a razão pela qual o Paulo teve de sair de Beja. Gosta de se fingir distraído, mas de parvo não tem nada!

    ResponderEliminar
  2. sgpax17:45

    Anónimo 4:55 e H:
    Antes de entrarem em guerrinha de palavras, poderá algum de vós explicar a razão?
    Uma coisa garanto, eu não sei porquê, nem estou a fingir ser distraído.
    Porque se explicarem será mais interessante comentar este post!...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17:47

    o paulo nao saiu de beja, o paulo tem saído de todas as coisas onde tem entrado.Porque será???

    ResponderEliminar
  4. A questão não é este Sr. Paulo que se afastou de Beja...são todos os Paulos que vão saindo...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:12

    coitados dos paulos.Quem os expulsa da cidade??

    ResponderEliminar
  6. Anónimo19:12

    coitados dos paulos.Quem os expulsa da cidade??

    ResponderEliminar
  7. Anónimo21:53

    Claro que o Blog é seu e pode nele escrever o que muito bem entender e nada o obriga a ter rigor naquilo que escreve.
    E esta é mais uma daquelas tiradas em que mete água, o VOL é uma criação do cartoonista Luis Afonso e não tem 6 meses mas sim mais de 6anos. Para quem se diz observador das coisas da cultura deixa muito a desejar.
    Sobre o VOL, sim é um projecto interessante.
    Sobre o Paulo Barriga, sim tem aproveitado a onda do Luís.
    Sobre Beja, quantas personalidades, sim figuras interessantes, passam mensalmente por Beja para participar nas mais diversas iniciativas? Muitas pode crer. Sim, não o costumo ver em quase nenhuma delas.

    ResponderEliminar
  8. Tens ideias...
    Tens valor...
    Mas...
    Não tens cunhas...
    Em Beja não...

    ResponderEliminar
  9. Em resposta à pergunta de que porque razão muitos fogem de Beja uma das respostas é a nossa paixão pela maledicência! Quis deixar um post merecido de parabéns ao trabalho do Paulo Barriga e há quem não resista a ataques pessoais!

    ResponderEliminar
  10. @anónimo 9.53 - Por razões que não interessam neste contexto, sei a história do VOL. O que quis sublinhar foi o período em que Paula Barriga assumiu a gerência do mesmo e as suas iniciativas.
    Mais. Este não é o meu blogue: é o de quem o lê e de quem o comenta, logo, também é seu! Se leu o post, terá compreendido que não esqueci de sublinhar o bom trabalho que a biblioteca já fez e por questões orçamentais hoje faz menos bem! E, apesar de não ter de lhe responder, fica a resposta: vou onde me sinto motivado para ir, sou convidado ou bem recebido; não que tenha medo de caras feias, mas por vezes evito ir a comícios! E, infelizmente, por razões profissionais, tenho grandes dificuldades em assistir a alguns dos eventos que acontecem na cidade. Mas fico feliz por sentir a minha falta e ter pena de não ver a minha cara mais vezes...

    ResponderEliminar
  11. @João - Não acho que seja apenas uma questão de cunhas: há falta de uma sociedade civil mais activa em Beja e pouca simpatia dos poderes por iniciativas individuas!

    ResponderEliminar
  12. Paulo Barriga11:20

    Três esclarecimentos importantes e muita publicidade: Esclarecimento um - o autor deste blogue exagera no elogio e esguincha na bondade dos termos.Obrigado!
    Segundo esclarecimento: os meus amigos, inimigos, conhecidos, familiares e visinhos não me chamam Paulo, nunca. Quem tem alguma coisa com ou contra mim chama-me Barriga. Uma cruz que carrego desde o berço. Quem me chama Paulo ou é larilas ou nunca me viu mais gordo.
    Terceiro esclarecimento (talvez o mais premente) - sim, gosto sempre de sair e de voltar a entrar, de sair e de voltar a entrar, de sair e de voltar a entrar, seja asseado o nalguedo...

    Publicidade ao ESPOÇO VOL que tem apenas seis meses e que nasceu do projecto Vemos, Ouvimos & Lemos que estava morto há mais de três anos: Esta noite, quinta-feira, 27 de Março, pelas 21H00, a Escola Secundária de Serpa, ao abrigo do Plano Nacional de Leitura, vai à VOL promover um encontro entre alunos, professores e pais chamado "Dois Dedos de Conversa". A inciativa é aberta a todos.
    Amanhá, 28 de Novembro, pelas 21H30, Pedro Passos Coelho dá continuidade ao ciclo de conferências apartidárias "O Estado a Que Isto Chegou". Estão convidadas para futuras palestras, embora ainda sem confirmação: Bernardino Soares, Ana Gomes e Paulo Portas.
    Ainda este mês pensamos inaugurar uma exposição com 15 dos melhores ilustradores nacionais, promovida pela AR.CO, em torno da obra de João Abel Manta.
    E quem quiser comprar livros na nossa livraria está a contribuir com um euro em cada compra para a criação daquilo a que chamámos "Biblioteca Solidária", asservo que a CARITAS pretende levar aos leitores mais excluídos.
    Os nossos livros de Natal vem muito bem aconchegadinhos em saquetas que os meninos da Cerci Beja estão a conceber propositadamente para o Espaço VOL.
    Boas Festas e deixem-se mas é de merdas!

    ResponderEliminar
  13. Fairwind13:43

    Amigo Paulo Barriga (eu sempre te chamei assim - fomos colegas de escola), agora é que te "vão fritar" com os erros que tens no teu texto ou foram propositados?? :P

    ResponderEliminar
  14. @anónimo que me acusa de falta de rigor: agora era bonito fazer um mea culpa, não era?

    ResponderEliminar
  15. Paulo Barriga14:51

    Da-se lá para os esses e para mim mesmo e para as frituras: mil desculpas aos meus vizinhos que nada têm (com circunflexo)a ver com o acervo de parvoices que este rapaz por vezes regurgita. Bem visto amigo Fairwind...

    ResponderEliminar
  16. Ó grande palhaço!
    Então que não lias blogs?! Não despegas! Uma lambidela e é ver-te aqui todo incontinente, a fazer publicidade e merdas dessas. Não tens vergonha? Vendido do caralho!
    E se faz favor de pedires a não sei quem os meus livrinhos para teres lá na tua barraca. Já me chegaram dezenas de reclamações do meu nicho de mercado de Serpa e arredores.
    Não ficaste de pagar um almoço?
    Revezinho

    ResponderEliminar
  17. Sónia14:07

    Amigo H, despois de ler os diversos comentários à crítica, devo dizer clara e isenta, que fizeste ao espaço VOL, resta-me acrescentar que, além da falta de uma sociedade civil mais activa e de pouco simpatia dos poderes por inciativas privadas, também há muito trabalho por parte de muitos anónimos, com vista a denegrir a imagem daqueles que querem fazer alguma coisa pelo bem comum e que merecem todo o nosso apoio.
    Continua Paulo Barriga, a bem dos não anónimos!
    Até à próxima.

    ResponderEliminar
  18. Sónias há muitas...é verdade! Assim, para que não restem dúvida: Sónia Calvário

    ResponderEliminar
  19. Great service, easy transaction, discreet packaging, product works as expected. Viagra I received 132 pills instead of 120 + 10. My package was opened by US Border Patrol. Confirmation email showed discounted price for buy viagra. I called the toll free and spoke to an service representatice in Mumbai India. She was very helpful and pleasant.
    FDA approved mens health medication viagra is not a drug to be taken lighliy you should read all about the pros and cons regarding the medication before you ! or if you would like just to read about Buy Viagra Online you can visit this location!
    I will keep using it. Have had the most incredible experience using viagra. By that I mean that I am well into my 50s and it gave me that little extra something that I had lost. Thank you i will by more
    Online Pharmacy
    Buy Cialis Online
    hrydrocodon no prescription
    hydrocodone no prescription
    buy phentermine online
    phentermine online
    phentermine online
    phentermine online
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    phentermine no prescription
    phentermine no prescription
    phentermine no prescription
    xanax no prescription
    xanax no prescription
    buy xanax online
    xanax no prescription
    buy xanax online
    buy xanax online

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!