sábado, novembro 15, 2008

Porque perguntar não devia ofender...

Terminou ontem a peça "as criadas" (aqui destacada!). Parece que foi um sucesso da afluência de público. Pergunto, porque honestamente não sei a resposta: porque apenas três dias de peça? Porque não obrigar a companhia (subsidiada pela CMB) a repetir a peça para estudantes e reformados?

7 comentários:

  1. sgpax18:37

    E a malta da C&A ganha mais algum com isso?

    ResponderEliminar
  2. Caro h.

    Já sei que esta casa não e bem frequentada, e não quero com a minha presença contribuir para o aumento das mesmas.
    Também não tenho por norma responder aos comentários dos blogues, mas vá vou abrir uma excepção. De facto perguntar não devia ofender, mas a minha resposta pode.
    Realmente a peça teve felizmente muito público, ontem inclusivamente tiveram que ser colocadas mais cadeiras na sala, atendendo a que ontem foi a ultima actuação posso abusivamente concluir que a melhor publicidade foi o boca a boca de quem tinha ido ver o espectáculo nas sessões anteriores. Logo esta corrente de publico poderia aumentar se mais actuações houvessem.
    Não vou responder, porque como digo poderia ofender alguém e não quero, fica descansado que não era a ti.
    Para nós que trabalhamos com grande prazer, é frustrante trabalhar meses para esgotar em 3 actuações a apresentação do nosso espectáculo. Um espectáculo para crescer precisa de palco, precisa de actuações, de sentir o publico, de criar dinâmicas com esse mesmo público. Mas…
    Também aconteceu com a anterior produção, Nunca Estive em Bagdad, mas essa em principio vamos repo-la na casa da cultura.
    A formação de públicos faz-se com espectáculos que criam empatia com os espectadores, mas…
    Por nós ficávamos em cena até que o publico quisesse, mas…
    Continua a perguntar porque a mim pelo menos não ofendes,
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Caro Revez, bem vindo a esta mal frequentada casa!
    Quando lancei a questão, é porque honestamente não consigo compreender a razão. Admito que possa existir uma qualquer boa e lógica razão, mas escapa-me! Existe um excelente espaço (o Pax) com duas salas estúdio, para além da sala principal, com staff e todas as restantes condições necessárias! Porque não esticar mais dias a peça e, repito, permitir sobretudo a reformados o acesso a uma actividade diferente. Especialmente quando bem feita, como foi o caso da peça que inspirou este post!

    ResponderEliminar
  4. Já agora, repetir também para alemães :))

    H:
    DUAS salas estúdio? Onde? Só há uma, infelizmente. A não ser que contes a cafetaria como sala de espectáculos...

    Não sei quem é que propõe, autoriza ou coloca apenas 3 sessões, mas, certamente quem o fez não o fez por mal, mas sim, por norma. Esse tipo de espectáculo tem normalmente 3 sessões. Nada impede que se repitam essa ou outra peça mais pela frente, ou seja, em Janeiro já que o Dezembro já está quase programado!

    ResponderEliminar
  5. Zig: não procuro culpar ninguem: apenas tentar perceber a razão de ser apenas 3 dias! Não me parece que o Pax tenha a lotação esgotada de espectáculos e nem acho que mais sessões aumente custos!

    PS - não há uma segunda, na parte de cima, mais pequena?

    ResponderEliminar
  6. Entendi que não queres culpar ninguém! Mas é impossível "prever" o sucesso de um espectáculo, além de ser muito cansativo para os actores (a moi chéri que te diga) fazer mais do que 3 dias seguidos.

    Certamente que as sessões se vão repetir, é natural que assim seja quando uma peça teve muito êxito. Agora, se é no Pax, ou não, isso já não posso prever.

    Digo em Janeiro porque Novembro e Dezembro estão "reservados" para o aniversário dos 80 anos do teatro, logo, os espectáculos estão desde há muito tempo programados.

    Não, amigo H, não existe mais nenhuma pequena sala...;)

    ResponderEliminar
  7. @Zig - Continuo a entender que três dias é muito pouco tempo. Não sei a posição dos actores, mas, gostem ou não, faz-lhes sempre falta mais palco. E, no caso, não é uma companhia amadora!
    Sobre usar a Casa da Cultura, a minha posição é conhecida...

    PS - Admito que tenham mudado a entrada e disposição da sala e, porque sou muito distraído, ter ficado com a sensação que existia outra, perto da cafetaria! MAs.. deve ser lapso meu!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!