quinta-feira, novembro 13, 2008

As criadas...

Fui ver a peça. E honestamente gostei. Desde logo, foi reconfortante ver que a sala estúdio do Pax Julia estava praticamente cheia, numa noite que mais convidada a lareira, castanhas e gajas nuas. Não me fascinou o texto: admito que seja preconceito meu, mas não tenho especial apetência para textos de esquerda da década de sessenta sobre lutas de classes. Mas sei que por cá, esta minha implicância não faz escala.
Nesta opinião de leigo, os actores são o mais exuberante elemento desta peça; não consigo explicar exactamente a razão, mas acho que é na Direcção de actores que António Revez é mais forte e, nesta peça, o seu trabalho foi excelente.
Ricardo Brito esteve muito bem e sua entrada ofereceu à peça um toque de leveza e humor: colocar um actor
(ainda por cima barbudo e peludo) a fazer um papel feminino é sempre arriscado e não colhe unanimidades! Mas Ricardo é bom e, pelo menos em Beja, a opção resulta! (esta referência foi terrível).
Salvo erro, Tanya Ruivo perdeu esta noite a virgindade no palco, calhando-lhe em sorte, contracenar com Ana Ademar. Começou nervosa; confesso que temi que não aguentasse o texto! Mas foram 90 segundos: depois esqueceu o público, entrou na personagem e esteve realmente bem, quer no humor, quer na tragédia, bem no uso da palavra, excelente no gesto. Deixo para o fim análise a Ana Ademar - que pode o leitor pensar, estar impregnada de parcialidade, pela estima que tenho pela mesma – mas, acredite e vá conferir: de peça para peça, Ana Ademar está cada vez melhor, uma actriz mais completa e versátil! Brilhante no monólogo final, que termina num quase orgasmo teatral!
Pessoalmente, fico sem dúvidas: um dia, que não demora muito tempo, vamos abrir uma revista importante e comentar, esta miúda, viveu em Beja um tempo e actuava no Pax Julia.*
* reparam que fiz este post sem mencionar as cadeiras assassinas da sala estúdio, desenhadas para homenssexuais e senhoras habituadas a sevicias no rabiosque?!!

8 comentários:

  1. Se tu gostaste, atão, também devo gostar!

    Espero então deixar a minha letargia para trás e visitar a moiademar!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo13:01

    É de um grande mau gosto pôr um gajo tipo travesti a fazer de patroa. Não gostei, acho que estraga a peça.
    Espectadora atenta

    ResponderEliminar
  3. obrigada h:
    1º por te teres dado ao trabalho de levantar o pacote do sofá e submetê-lo à tortura das cadeiras azuis;
    2º por não teres ido no 2º dia;
    3º pela análise/crítica e consequente publicidade;
    4º pelos elogios que agradeço em nome da equipa toda (que não sei se visitam aqui o estaminé)...

    fica só por explicar essa do "pelo menos em Beja, a opção resulta!"... hummm...

    zig: quando te decidires a ir, garanto que há um assento (extremamente confortável) à tua espera :-)

    ResponderEliminar
  4. @moi chéri - Os leitores podem pensar que apenas o afirmo pela simpatia pessoal que tenho por si, mas a verdade, é que está uma excelente actriz. Daí que os convide a ver a peça, porque realmente vale a pena.

    Sobre a minha referência não explicada... a anónima 1.01 foi mais longe que eu! Confesso, que fico na dúvida se gostei ou não. O Ricardo está bem no papel, mas há uma quebra na parte dramática e um toque de humor. Se era essa a pretensão, então o resultado foi muito bem conseguido. A maior parte das pessoas na sala, recebeu bem. Agora, a minha dúvida, era se resultaria perante um público mais exigente e tradicional. Repito: não tenha a certeza, mas coloco a dúvida!

    PS - Dado a minha referência final, que maldade fez ao zig!

    ResponderEliminar
  5. Obrigada H pela tua crítica, e por teres falado no teu espaço, sobre a peça!
    só tenho que corrigir que não foi em Beja que perdi a virgindade no palco, de facto, foi a primeira vez que actuei em Beja mas já faço teatro profissional há 4 anos, passando já por algumas companhias, onde tive a sorte de numa delas, ter viajado muito por portugal e espanha.
    de facto estava bastante nervosa no início e com muito medo do texto, mas entrando no palco esqueço tudo isso, e é tentar dar o meu melhor.
    beijos

    ResponderEliminar
  6. @olá femme, bem vinda a esta humilde e mal frequentada casa!
    Sobre a "não perda" foi burrice minha, percebi mal. Mas, saúdo, porquanto, sem querer menosprezar nem ofender, perde-la com a chéri, talvez não fosse politicamente correcto (que observação mais tonta, senhores!!!).
    Sobre o resultado, foi mtissimo positivo: parabéns!

    ResponderEliminar
  7. Great service, easy transaction, discreet packaging, product works as expected. I received 132 pills instead of 120 + 10. My package was opened by US Border Patrol. Confirmation email showed discounted price for buy viagra. I called the toll free and spoke to an service representatice in Mumbai India. She was very helpful and pleasant.
    FDA approved mens health medication viagra is not a drug to be taken lighliy you should read all about the pros and cons regarding the medication before you buy viagra! or if you would like just to read about Viagra you can visit this location!
    I will keep using it. Have had the most incredible experience using viagra. By that I mean that I am well into my 50s and it gave me that little extra something that I had lost. Thank you i will by more
    Online Pharmacy

    hrydrocodon no prescription
    hydrocodone no prescription
    buy phentermine online
    phentermine online
    phentermine online
    phentermine online
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    buy phentermine
    phentermine no prescription
    phentermine no prescription
    phentermine no prescription
    xanax no prescription
    xanax no prescription
    buy xanax online
    xanax no prescription
    buy xanax online
    buy xanax online

    ResponderEliminar
  8. In some cases Viagrais the best solution
    Viagra Alternative
    viagra no prescription the popular insomnia relief,
    viagra without prescription
    here you can find Viagra the best solution for ED treatment ,
    Viagra every 6 hours every day. Buy Viagra

    yes or no Viagra

    There are many online pharmacies were you can find

    Viagra
    online and prices will be much cheaper
    , Generic Viagra more over you can always Viagra On the street, Viagrafor money to
    Buy Viagra Online is the best.viagra no prescription

    In adition you can use Cheap Viagra you can buy Cheap Viagra online yes now you can buy Cheap Viagraor you can look for

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!