quinta-feira, novembro 06, 2008

Porque Pires dos Reis vai ser candidato à CMB pelo PSD!

Quando em Setembro do presente ano, no Programa Conselho de Opinião alvitrei que o candidato do PSD à CMB seria Pires dos Reis, as minhas palavras foram escutadas numa mistura de escárnio com dúvidas. Passados quase dois meses sobre as mesmas, terminado o processo eleitoral interno da distrital deste partido, estou ainda mais convicto da certeza do meu vaticínio!
Já o disse no passado, pelo que não vou hoje repetir, que enquanto eleitor bejense ofende-me o facto de PS e PSD sobreporem aos interesses do concelho, uma lógica política nacional: nunca escondi, que defendi a possibilidade destes dois partidos apresentarem uma lista conjunta nas próximas eleições autárquicas, não para roubarem a Câmara ao PCP, não para trocarem o clientelismo vermelho pelo bloco central de interesses, mas para governarem o Município melhor do que este partido, para construírem tudo aquilo que nos últimos oito anos o PCP foi incapaz de fazer. Mas infelizmente, é inusitado falar em coligação ao acordo de bastidores, recordando aqui o preço que Paulo Arsénio pagou, por ter tido a coragem de ser honesto, a bravura de colocar a cidade antes do seu partido, admitindo há cerca de dois anos a possibilidade de uma coligação!
Confrontado com a necessidade de ir a votos sozinho, imbuído de indispensabilidade de não oferecer a Câmara ao PS, Pires dos Reis é hoje o único candidato na área social-democrata capaz de ter um resultado semelhante ao último. Afastadas as possibilidades Ana Rosa Soeiro e João Paulo Ramoa, Pires dos Reis é a possibilidade que resta. Profissional competente, com um percurso fora do clientelismo partidário, mantém presença na comunicação social através da suas crónicas, conciliador por natureza, poderá não despertar paixões, mas tem capacidade para construir um bom programa para a cidade, reunindo-se de pessoas respeitáveis.
Claro que dentro do PSD-Beja há quem se coloque em “bicos de pés” para ser candidato; porque a política é volúvel, os órgãos internos podem tentar outro candidato: mas, qualquer outro nome, fará com que o PSD perca o seu vereador na Câmara que, obviamente, irá transitar para o PS que, mais que ganhar, poderia atingir a maioria absoluta!
Apesar de ter o prazer e orgulho de trabalhar há quase uma década com Pires dos Reis nunca, sublinho, nunca, conversámos sobre a sua eventual candidatura. Mas, conhecendo-o, posso adivinhar que Pires dos Reis não tem vontade nem ambição, quiçá mesmo paciência, para ser Vereador na Câmara Municipal de Beja. Mas irá aceitar o desafio de se candidatar, expondo-se a uma campanha eleitoral que, tomando a última como exemplo, com total certeza será obscura e carregada de canalhas ataques pessoais. Irá faze-lo sem vontade, mas por espírito de missão, porquanto, Pires dos Reis faz parte do cada vez mais reduzido lote de pessoas que está num partido para o servir e não para se servir dele, colocando o que entende serem os interesses da sua região às suas próprias ambições e vontades. Reconheça-se que ser candidato pelo PSD em Beja, para quem não seja frustrado no seu emprego, é algo extremamente desmotivador, porquanto, o máximo que pode almejar é a um resultado que não seja muito mau! Quiçá isso seja parte da explicação, para o facto de no Concelho de Beja o PSD ter imensas carências de quadros, um tão reduzido núcleo de pessoas com perfil para serem fotografia no cartaz eleitoral; não deixa de ser paradigmático, que um partido que a nível nacional é cheio de “barões” e lhe faltam as bases, na nossa cidade tenha algumas bases e tão imensa falta de “barões”. Desta vez, Pires dos Reis vai aceitar ser o rosto do Partido na inglória luta autárquica; mas, quando daqui a 4 anos esta porta se fechar, quem vai erguer a bandeira da social democracia na cidade de Beja?

10 comentários:

  1. Anónimo14:44

    Você sabe coisas...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:36

    Excepcional, Hugo! Excepcional!

    ResponderEliminar
  3. Após a leitura deste post afirmativo/expeculativo/desejativo(sign."vem de quem deseja")/empurrativo(sign."vem de quem empurra") eu até aplaudia de pé.....só que já estou deitado....para o lado que eu durmo melhor!!!!

    ResponderEliminar
  4. hpalma00:34

    Mas afinal quem é Pires dos Reis?

    ResponderEliminar
  5. @hpalma - Ex-Presidente da Concelhia de Beja do PSD, Professor do Ensino Superior e, salvo erro, é ou foi, Deputado Municipal!

    ResponderEliminar
  6. @ito - Então, pelo que depreendo, será esta a "Minha cruzada" que falava num post abaixo?

    ResponderEliminar
  7. Anónimo15:39

    Penso que seria um bom candidato, rompendo com o ramoanismo.Agora tudo depende da equipa e dos conselheiros.M&M

    ResponderEliminar
  8. carissimo h, todos nós temos a(s) nossa(S) cruzada(S), que são comos as palavras, umas verticais, outras horizontais; mas neste caso uma cruzada pode ser pró algo, ou contra algo.Sou a favor do pluripartidarismo, e de todas as pessoas que defendam as suas convicções. Quanto ao nosso burgo, aínda é cedo para campanhas eleitorais....temos desafios mais importantes pela frente(as legislativas)que poderão influênciar os resultados autárquicos!!!!

    ResponderEliminar
  9. @ito -Nunca me vai ver abraçar coligações do contra. Apenas a favor!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo21:10

    Sem Ramoa, o PSD é bem capaz de perder o vereador.

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!