segunda-feira, novembro 24, 2008

Falta um mês para a noite de Natal...

... ou, para aqueles que se podem dar ao luxo de ter Natal! Para todos os outros, que cada vez são mais, é apenas mais uma noite fria. De temperatura e tristeza...

7 comentários:

  1. vi o título do post no meu novo sistema de vizinhança blogueira e pensei em vir aqui e dizer qualquer coisa como: "até tu brutus! começas já a falar no natal?!" (quadra com a qual não simpatizo por aí além)e afinal... boa surpresa a minha.
    é por estas e por outras que não gosto do natal. não é democrático!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo00:31

    O que este blog tem de extraordinário, é que nunca sabemos o que vamos aqui encontrar! Excelente postagem!

    ResponderEliminar
  3. @mói cheri - Não sou fã do dito! Mas gostava de acreditar na magia do Natal!

    @anónimo - Obrigado!

    ResponderEliminar
  4. Bem pensado e - lembrado!

    Ao contrário de vocês, gosto desta quadra porque, como neste teu caso, ela faz-nos pensar nessas "coisas" aqui descritas!

    ResponderEliminar
  5. h - também gostava, mas espalhar o bem durante dois dias por ano, parece-me pouco.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15:10

    Não sei porquê, mas também fico com um sabor amargo na boca sempre que começa a época natalícia... O consumo estúpido dos presentes, o tempo para perdoar, para se lembrar do próximo... Cheira-me a pura hipócrisia. Porque é que em vez de oferecermos presentes, não nos lembramos de guardar o dinheiro e utilizá-lo para as coisas realmente necessárias? Em vez de perdoarmos, passamos a aceitar as pessoas como elas são... com erros e defeitos, tão imperfeitas como nós próprimos? Em vez de nos lembrarmos do próximo, começamos a fazer algo por ele, ou seja, passamos a não dizer mal dos outros que nos rodeiam, a pensar antes de falar e a trabalhar não para ser rico, mas porque todo o trabalho é digno e dignifica quem o exerce, porque um homem sem trabalho é como uma ferramenta sem utilidade... Talvez desta forma, transformando-nos a nós próprios talvez consigamos transformar o mundo...
    Um abraço,

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!