segunda-feira, dezembro 22, 2008

Viagra e Prozac recomenda...

... a Galeria do Desassossego! Um local que confesso não ser cliente! Apesar da simpatia do Jorge, duas más experiências com o sound check fizeram com que passasse longos meses sem entrar. Por outro lado, hipocrisias de lado, digamos que, aquela não é propriamente "a minha música".
Regressei nesta quinta feira com os pitinhos turistas, para um jantar de Natal. Casa cheia. Gente bonita. Diferente. Sem sound check. Sem encontrões nem espaço a abarrotar (saí perto da meia noite). Bom preço. Bom serviço. Excelente comida. Repito: excelente comida. O bife à indiana, com caril e banana é absolutamente extraordinário. As batatas animadas. O bife com queijo azul estava estupendo. Boas entradas. Sangria agradável. Excelentes os tomates no sal (e palavra de honra que não estou a falar dos meus!). Beterraba com vinagre, foi uma ideia excelente. Eu vou voltar. E você: tentado a conhecer? Ou a regressar?

PS - Esta publicidade é gratuita. Mas o dono do blogue é subornável com gastronomia!

19 comentários:

  1. É um local que me habituei a visitar desde a abertura, pois dá para conciliar a saída nocturna ao degusto de um ou outro petisco pela madrugada dentro.
    Uma boa sangria, acompanhado com linguiça assada, moelas ou ovos com espargos às 2/3 da manhã é mt bom.
    Nem sempre a música é a que mais gosto, paciencia.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo01:50

    Passe a publicidade... é o espaço underground do burgo também conhecido por Gayleria! Andas a precisar de mudar de ares rápidamente H! Começa-me a preocupar essa tua limitação de horizontes. Beja anda a diminuir-te!
    Um amigo

    ResponderEliminar
  3. Nunca me achei melhor do que a minha cidade! Há dez anos fiz a escolha de regressar a Beja. Sei o que perdi. Mas dez anos depois, faria exactamente o mesmo!
    Se a galeria é gayleria, confesso que não me incomoda! E até fico feliz por Beja estar mais tolerante!
    Mais do que mudar de horizontes, preocupo-me em mudar os horizontes desta estranha cidade, que se estranha e entranha, que pouco nos oferece mas que nos atraí a voltar.

    ResponderEliminar
  4. Onde fica o espaço ?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo02:54

    O desassossego já foi palco de 3 tentativas minhas de jantar.

    Se a primeira foi por imposição duma pitinha sua conhecida, confesso que desembocou em desilusão. Dou de barato que é 1 espaço diferente mas q uma cosmopolitismo falhado e talvez presunçoso nos pratos apresentados levou a que não tornasse lá durante uns tempos.

    A segunda experiência deu-se com 2 amigos mas o resultado foi basicamente identico, ainda que os pratos na ementa fossem distintos dos que experimentara na primeira ida, acrescentei à lista de defeitos uma certa incompetência e falta de profissionalismo no serviço. Em suma, benzi o espaço de novo e prometi-me não voltar.

    Como as promessas são como as leis, i.e., feitas para serem quebradas, tornei lá uma terceira vez. Repeti a companhia da primeira tentativa mas tive pouca fortuna e ainda que talvez alguns dos erros apontados nas 2 primeiras tentativas se mantivessem (ainda que melhorados, é certo), tive o azar de ter chegado ja tarde e como som ambiente papei umas melodias absolutamente não condizentes com repasto algum e de novo me prometi não tornar no mesmo erro.

    Confesso não ter provado sangria mas das 3 vezes vi algo que me desagradou sempre, o elevadissimo preço do vinho.

    Nevertheless, confiando nas suas sempre sabias opiniões, talvez volte a dar 1 quarta oportunidade ao espaço. Afinal era ali o Alhinho, que tão boas memórias me traz..

    PS: As críticas são gratuitas mas pretendem-se construtivas!


    JH

    ResponderEliminar
  6. um espaço diferente em beja... Que já fui lá petiscar "n" vezes.. Barato não é talvez o mais adequado... Mas também nao é tao caro quanto isso. Se olharmos para outros locais na cidade, onde se encontra o mesmo tipo de petiscos?? Não falo é claro do que é convencional... mas sim das coisas novas que lá se encontram!

    Quem lá vai, a mim não me incomoda! É um daqueles sitios em que sinto, aqui nao me conhecem... :) Enfim...

    Mas... ir lá depende muito do nosso astral!

    BÊJOS da b@be

    ResponderEliminar
  7. Anónimo09:04

    Voçês poupem-me... aquilo é xunga mesmo!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo10:15

    Agora é a minha vez, a Gayleria está muito ao nivel do Pereira e até ficam na paralela. A melhor opinião sobre a qualidade acho que devia ficar a cargo da ASAE nos dois casos se me permitem. E por fim os horizontes da cidade estão muito mudados desde que o H faz de opinion maker... é uma diferença abismal! Feliz Natal a todos

    ResponderEliminar
  9. voz de beja11:11

    Da proxima experimenta o bife de andares, muito bom...Normalmente é o meu sitio para jantar fora, em beja, por ser um lugar diferente

    ResponderEliminar
  10. @noctivaga - O espaço é o antigo Alhinho! Na Rua da Casa Pia, frente à Cruz Vermelha; na descida da Igreja de Santa Maria, lado direito!

    ResponderEliminar
  11. @anónimo 10.15 - Obrigado pelas suas amorosas palavras. Sabe bem receber logo cedo palavras bonitas!

    ResponderEliminar
  12. @JH - As minhas primeiras experiências também não foram positivas. Mas aconselho-o a fazer o que diz às suas amigas, ou seja, que mesmo que da primeira faça doer, tente uma e outra vez! ehehehe

    A tempo para os queixosos pelo ambiente: assumo que estive quase sempre sentado, mas, quando me levantei para circular, em momento algum senti que a minha integridade rectal corria perigo!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo12:37

    Quando visito um restaurante, detenho-me mais sobre o que vou comer, sem cuidar de me preocupar se posso ser comido. Não reconheçi, em qualquer das vezes em que lá fui, e naquele espaço, especial perigo, mas também não tenho experiências traumáticas passadas que justifiquem receios.
    Aquilo que a homofobia assume como defeito, eu encaro como educação e finura de trato. A ementa mistura o típico com algum pretenso arrojo, o que, sendo paradoxal, é consonante com o espírito do próprio espaço. Quanto ao resto, aplaudo de pé, e agora virado de costas para a parede - há que aprender com as paneleirisses dos outros - a iniciativa e a crença inabalável no projecto por quem o promove.
    A comida é boa, os preços são acessíveis e a música, essa é, infelizmente, sempre a mesma: não há nada em Beja que seja apreciável, excepto o ego de quem aprecia.

    ResponderEliminar
  14. Bem, já me conhecem, tudo que é sobre Beja é de realçar, quando for positivo. O espaço até o é, as pessoas que lá estão, também. Mas, tem um pequeno senão que para mim faz toda e mais alguma diferença: é permitido fumar. Para os fumadores isso não é problema, muito pelo contrário. Mas para tipos como eu que sofrem de uma coisa esquisita que se chama bronquite crónica é um inferno. Por melhor que seja a ventilação, basta uma pessoa a fumar (como já aconteceu num "acontecimento" que por lá proporcionámos...) e - já está! A minha voz "vai-se", e o que resta é mau estar, dor de cabeça e transpiração por todos os poros.

    Resumindo, é um espaço agradável, diferente e bonito, mas para otários portadores de doenças respiratórios como eu não dá.

    Peço desculpas por esse comentário negativo!

    ResponderEliminar
  15. Anónimo19:46

    É um espaço interessante pela musica ao vivo que infelizmente é parolamente cobrada com pseudo ingressos de um mínimo de 3 euros de consoante a vontade do pseudo porteiro à entrada (ou é o mascote?).
    No geral é um bom tasco embora pratique preços e ementas que deixam no ar um pretenciosismo à la Beja avant garde.
    3 estrelas e meia até à ASAE lá ir.

    ResponderEliminar
  16. Sabendo a estima que nutro pela ASAE, entendo como um elogio ao local a referência à dita. Em relação ao preço, não me pareceu mto excessivo! Onde se come mais barato: chinês e mac?

    ResponderEliminar
  17. Pois é Zig concordo contigo.
    E a galeria já que tem 2 salas poderia ser eclética e permitir o fumo num lado e no outro não... mas preferem a liberalização total. É pena!

    Mas esse é outro problema para o H poder debater aqui no blog. Agora que faz 1 ano da lei da proibição de fumar em locais públicos, o que resta desse vendaval inicial se foi desvanecendo?
    a maior parte dos cafés e restaurantes em beja voltaram atrás e permitiram novamente o fumo quando se aperceberam da perda de clientela...

    ResponderEliminar
  18. sgpax09:54

    Caro Dinis, é a lei do mercado....
    Porque será???
    Á muita continha para pagar no final do mês.
    E se não paga, fecha-se a porta.

    Não conheço o espaço, e após algumas descrições que li aqui, já nem o quero conhecer.
    Nix, macha atrás, dasss...

    ResponderEliminar
  19. @Dinis - Pondero regressar ao tema. Mas.. fui daqueles que fiz campanha contra uma lei que é estúpida. E o resultado da sua aplicação não me surpreende!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!