sábado, março 08, 2008

A Manifestação dos "Professores"...

Esta tarte milhares de pessoas que dão aulas, centenas de professores e os espontâneos que foram mandados para a manifestação, vão marchar pelas ruas de Lisboa para exigir a demissão da melhor Ministra da Educação do Portugal Democrático, sobre o pretexto do regime de avaliação (cujos princípios sublinho, embora admita que possa e deve ser melhorado!).
Honestamente, acho que se estas pessoas que se manifestam tivessem sobre a alçada do Ministro Gago, provavelmente reuniriam-se em Lisboa para cortar os pulsos...
O respeito dos nossos alunos e da comunidade conquista-se por actos, não por decretos do Governo: na minha opinião (que vale o que vale...) ainda que a actual cobardia do PM lhes possa conceder uma qualquer "vitória", o dia de hoje ficará na história como uma "aula" que muitos professores no futuro se irão arrepender de ter dado!
A tempo: no dia em que se vai verificar a maior contestação pública ao Governo de Sócrates, o PSD está entretido numa polémica para decidir como se devem pagar as quotas! É possível imaginar uma maior idiotice política?

11 comentários:

  1. Anónimo14:41

    Discordo de si sobre os Professores; mas, totalmente de acordo com o que diz do meu PSD: ridiculo!!!

    ResponderEliminar
  2. Grande Senhora, esta que consegue o prodigioso feito de unir os professores!...
    Grandes Sindicatos, estes que se apressam para vir à frente!...
    De noite e de velinhas na mão, estes mais parecem implorar à nossa senhora de Lurdes para que os deixe em paz!...
    A verdade é que com tamanho profundo mal-estar nas escolas, os Professores estão completamente desmoralizados.
    Tanta coisa que tem vindo a mudar (e algumas com bastante razão):
    » sobrecargas inesgotáveis de trabalho burocrático na escola,
    » não têm qq tempo para melhorar as suas práticas com os alunos,
    » são coagidos a trabalhar apenas e só apenas para o relatório, ……..
    Verdade sejas também, pois este regulamento para progressão de carreira é no mínimo VERGONHOSO, está totalmente vergado à manha do Orçamento que só pensa pagar um pouco mais, ao menor número possível. Assim, quem quer ser Professor?
    Para quem tem filhos na Escola, tb deveria estar preocupado com o rumo que isto toma (onde me incluo). Estará garantida/salvaguardada a qualidade no futuro do ensino público?
    E quanto aos pais distraídos da educação dos seus filhos desde o berço, que esperam que a escola onde os depositam, façam milagres. ACORDEM!...
    Afinal, parece que o problema irá no mínimo atingir a médio prazo muito mais gente.
    Quanto à atitude tomada pelo PSD “o maior partido da oposição”, e a sua falta de envolvimento nesta luta, no mínimo nem padece comentários.
    Assim governar parece um exercício académico!....

    ResponderEliminar
  3. ...e assim vai o país, tam tam...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo13:46

    Os professores escrevem reunir-se-iam. "Os que dão aulas" (no básico, no secundário ou no 'superior') escrevem reuniriam-se.

    ResponderEliminar
  5. @anónimo 1.46: LOL

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15:02

    H, será que essa "professora" ouviu falar no Acordo Ortográfico!

    ResponderEliminar
  7. Gosto da expressão, "milhares de pessoas que dão aulas", ou que não dão ou que são pagos para dar e fingem que dão. Não há pachorra para o papel de vítima, que os prof. insistem em vestir na pele. O meu respeito aos optimos professores, conheço alguns, mas infelizmente são uma minoria.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo20:37

    pena tenho eu dos pseudo-professores que tiram cursos em pseudo-universidades e "dão aulas" em pseudo-universidades. A vaidade e a ignorância andam sempre de mão dada. inclui-se? tenha vergonha e reflicta seriamente sobre o que se passa antes de publicar qualquer opinião.

    ResponderEliminar
  9. @nónimo: há determinadas pessoas que se masturbam com o acessório porque não têm capacidade para debater o essencial.
    Acha mesmo que vou perder o meu Domingo a dar trela a quem nem coragem tem para dar a cara?
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Será que mantém a mesma opinião, depois da manifestação?
    Onde já se viu tamanha demostração de descontentamento de uma classe?
    Será que estão todos enganados, foram todos manipulados ou são todos incompetentes e não querem ser avaliados?
    Nem sempre as maiorias têm razão, mas merecem maior respeito, oelo menos, enquanto isso não for demnstrado.

    ResponderEliminar
  11. LG -mantenho a mesma posição, mesmo tendo já afirmado que o número de manifestantes foi espantoso!
    Agora, não confundo uma parte (ainda que muito importante) com o todo! Compreendo que mtos docentes estejam descontentes (aulas de substituição, mais horas nas Escolas, nova carreira profissional e, por fim, a avaliação); o que acho é que estas medidas, ainda que negativas para alguns docentes, são positivas para a Educação!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!