quinta-feira, junho 03, 2010

Algures por aí em sítio certo...

Podem ter sido apenas nos meus olhos, mas o fim do dia ofereceu-nos um pôr-do-sol absolutamente soberbo, deslumbrante, impassível de ser descrito em palavras, mais belo que as mais belas fotos da Internet. De um vermelho poderoso, uma mistura de sangue com incêndio, de raiva intensa e suava, dançando no meu de nuvens teimosas, como mulheres sem cio.
Com o calor do mar, o salgado das nostalgia, os tons brutos da natureza suava, oferecem-nos quadros que os grandes artistas ainda não conseguiram pintar: a sábia verdade de que a melhor beleza são as coisas mais simples, eternamente belas, que nos embriagam e fazem sonhar!

3 comentários:

  1. Foi soberbo, realmente! "A vida tão simples é boa..."! Bj.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo23:27

    Também fiquei deslumbrada com aquela luz e cores que passava entre laranja vermelho e rosa com uma profundidade e expressão que só a natureza consegue dar

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!