quinta-feira, junho 24, 2010

As mulheres são umas taradas...

As mulheres são todas umas malucas. É um facto sobejamente conhecido, insofismável, que as mulheres passam todo o dia a pensar em sexo. Mas esta verdade, como outras incontestáveis, tende a ser escamoteada!
Vamos aos factos; nem nos vamos deter nas evidências: se pensarmos na mulher que acorda, vai ao wc e lava as partes íntimas: acham que somos tontos e não percebemos que quando os dedos lá passam não estão a pensar na higiene pessoal?
A mulher veste-se; são os três mil cremes, o baton, a depilação, o rímel, o blush (que só usam porque a palavra tem a sonoridade de outra coisa), as meias de ligas, as cuequinhas dentais, as mini saias, os decotes, os soutiens que espevitam ou aumentam as bolhas, etc: alguém acredita na treta de que o fazem para se sentirem bem com elas próprias? A treta de se valorizarem???
Mais. Gaja que é mulher passa o início da manha a correr (os putos, o pequeno almoço, levar à escola, o parvo do marido ensonado aos puns pela casa a atrapalhar); enfim, a mulher que é gaja, passa a manha a correr! Corre, porque tem que ir, mas, vai e volta, logo vem: ou seja, o correr é uma forma de vir-se, ainda que metafórica!
Porque as mulheres não andam a pé? Porque adoram montar-se no carro e agarrarem-se ao manípulo! Ou seja, pensamentos pecaminosos, cheios de malícia, que elas têm! Vão para o trabalho! Qual a única razão que as mulheres trabalham fora da tranquilidade do lar? Para conhecer gajos! Enquanto o coitado do esforçado marido está a ganhar pela vida, as gajas estão confortavelmente nos empregos, galando os gajos, flirtando, namoriscando! Ou outras coisas que rimam com roda!
Está a chegar o Verão; ou seja: época das dietas. Reparam no que elas comem? Cenouras, tomates, pepinos, bananas, grelos, uma salada russa, salada de bacalhau, etc: tudo comidas com conotação sexual!
Regressam a casa, depois de um dia que dizem ter estado a trabalhar e gritam ao coitado do marido para as ir ajudar para a cozinha! Claro que a palavra é código, afinal de contas os putos estão a ouvir; quando a mulher diz, querida vem à cozinha, quer dizer “vem-me ao cuzinho”; a troca da vogal, é só para disfarçar!
O acto de fazer o almoço; já antes expliquei o que significa, por isso não me repito. Mas o mesmo se aplica às restantes refeições; agarremos no exemplo de fazer um bolo! Primeiro acto: bater, mexer, provar, mete-lo no forno, engolir para ver se está bom: é a exacta discrição de uma relação sexual!
Depois a treta da lida da casa; lavar e esfregar; vamos ser honestos; a mulher apenas lava a roupa pelo prazer de esfregar!!! Pior ainda com a mania de lavar o chão; o que leva uma mulher a andar de esfregona e vassoura pela casa: o prazer de passar meia hora por dia agarrada ao pau! E logo um pau daquele tamanho, que só poucos de nós podemos ombrear (para quem não percebe indirectas, estou a incluir-me no lote!!!!)!
E o que dizer da história de as mulheres ficarem em casa e os homens irem ver futebol com amigos e beber imperiais! Outra enorme tanga; os homens são expulsos do conforto do lar, induzidos a irem para cafés e bares mal frequentados, expostos a terríveis doenças, porque as gajas querem ficar sozinhas em casa, para verem os canais pornos! São tão egoístas, que colocam a sua satisfação orgásmica à frente dos interesses da família. Sim, porque o que todo o homem deseja é passar o fds em casa e não ser obrigado a ir sair com outros machos, também eles espoliados da tranquilidade do lar!
Durante anos, foi um dos maiores segredos da humanidade (a par da fórmula da coca-cola e das preferências sexuais do José Castelo Branco): porque as mulheres vão aos pares para a casa de banho? Evidentemente para espreitar as coisinhas umas das outras!!
A mulher é tão tarada por sexo, que até pensa nisso nas horas mais impróprias! Discordam? Pensem comigo: quem já assistiu a uma mulher, deitada na marquesa, de pernas escancaradas, com várias pessoas a olhar para a sua intima intimidade; repararam nos gritos??? Que gritos são aqueles se não um valente orgasmo?
(repost)

31 comentários:

  1. Anónimo00:42

    Heheheheheheh!!! estou farta de vir"rir" bem a esta hora não estava a
    espera.


    Brutal !!
    Como é que descobriste todos estes segredos das mulheres ????
    Excelente …

    ResponderEliminar
  2. Muito bom este repost! Kiss

    ResponderEliminar
  3. Devias ter referido que os homens falam muito mas não conseguem acompanhar as bombas sexuais que têm em casa.

    O próximo post devia ser: "Os homens são uns frouxos..." :p

    ResponderEliminar
  4. Nicole - Denoto nas suas palavras... alguma queixa?!

    ResponderEliminar
  5. Não. Mas é um facto. E contra factos não há argumentos!

    ResponderEliminar
  6. Nicole - Olhe que parece! eheheh

    agora a sério! Há uma explicação para isso! Os maridos/namorados são seres generosos! E não gostam de cansar as mulhers no coito, desviando a energia delas das tarefas realmente pertinentes, como lavar e cozinhar...

    ResponderEliminar
  7. Eu nunca me atreveria a comparar as energias gastas a cuidar do parceiro com as energias gastas a cuidar da casa! E quanto menos se faz, menos vontade tem de se fazer!
    Está a arriscar-se... agora bem a sério! ;)

    ResponderEliminar
  8. Que piada tem a vida, sem correr riscos...

    ResponderEliminar
  9. Não sou de arriscar muito! E farto-me de rir na mesma! :p

    ResponderEliminar
  10. É o meu lema: ainda melhor que a performace, é partilhar um bom sorriso! E algum riso...

    ResponderEliminar
  11. Tô sem palavras mesmo é a melhor definição que já ouvi em toda a minha vida.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo13:59

    Acho que esta foi a maior parvoíce que li nos últimos tempos!

    ResponderEliminar
  13. @anónimo - diz isso, porque não leu outros textos meus...

    ResponderEliminar
  14. H - isto é uma espécie de inspiração do José Pedro Gomes no Vai-se Andando? Mas é uma versão mais tipo Sá Leão...como dizia o outro TEMOS MACHO (ihihih)!

    ResponderEliminar
  15. A-nonimo - por acaso, a ideia de ressuscitar este velho texto, nasceu na peça.

    ResponderEliminar
  16. Olha lá. as mulheres que escancaram as pernas na minha marqueza não gritam, querem ver que sou "fraquinha"???

    ResponderEliminar
  17. Tenho de ir a essa "marqueza"...

    ResponderEliminar
  18. Já ouviste falar em epidural?

    ResponderEliminar
  19. H
    Já sabes o que te espera!! :O)

    ResponderEliminar
  20. Brutal.
    Só agora percebi. E só agora dou o verdadeiro significado ao erotismo da refeição da mulher.

    Por isso ontem, enquanto desfrutava umas sardinhas maravilhosas ao ar livre, rodeado de mulheres, senti aquela tensão no ar.
    Era então a sardinha, rija, escorregadia, o tomate e o pepino frescos e acabados de apanhar, naquela dança erótica entre a taça da salada e o prato, o chupar os dedos após comer uma sardinha à mão, aquele toque da broa de milho no final. E aquele gole de champarrião no final com aquela ultima gota lambida do canto da boca...

    Hehehe
    Nunca mais como sardinhas sem ter um orgasmo...

    :)))

    ResponderEliminar
  21. Anónimo22:00

    Sabem qual a parte da mulher que menos interessa????

    ResponderEliminar
  22. Anónimo14:19

    As pernas.... São as primeiras a ir para o lado!

    ResponderEliminar
  23. LOL

    Só tu...só não entendi o porquê dessa conversa toda...nota-se mesmo que nunca te casaste ;)

    ResponderEliminar
  24. zig - já fui casado! E com uma mulher mulher absolutamente extraordinária: linda por fora, deslumbrante por dentro!

    ResponderEliminar
  25. É?? E então, se foi assim tão extraordinária, porquê é que te divorciaste?? A única vez que te vi com uma mulher foi num certo e determinado parque de estacionamento, foi ela?

    ResponderEliminar
  26. Sim, era ela!
    Aliás, tua grande admiradora e doida por cães!

    ResponderEliminar
  27. MINHA admiradora?? Uau...obrigado, mas ainda bem que ela não me conhece, ficaria muito desapontada!

    ResponderEliminar
  28. MY GOD agora é que se passou de vez.....
    Cá para mim conheceu alguém e agora não dá conta do recado...lololol

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!