segunda-feira, setembro 27, 2010

Aterrem-me Porra...


não há paciência para mais adiamentos! O aeroporto de Beja já parece aquelas donzelas puras e cândidas, desesperadamente implorando que alguém lhes aterre em cima, sem ninguém para fazer uma caridadezinha!

17 comentários:

  1. Gostei da analogia!... lol

    ResponderEliminar
  2. Hei teacher
    As obras da parte militar já terminaram à dois (2), isso mesmo 2 meses.
    Da parte da placa de estacionamento da aerogare também. Existem agora dois (2), digo mesmo 2 problemazitos pequeninos. O primeiro é que a obra de acesso à placa civil foi mal construida e é necessário fazer obras. Onde é que eu já houvi falar em coisas parecidas? parece que a junção com a pista foi mal feita e é necessário untar o empresário da obra com mais uns milhões.
    O outro problemazito, este muito pequeno é que Beja tem milhões de passageiros para ir para não sei aonde e ainda não se descobriu quem queira cá aterrar.

    ResponderEliminar
  3. Dica21:51

    Nós até gostávamos e queríamos, mas por enquanto não pode ser e é uma pena !...

    Os protocolos e os estatutos, e a nova empresa que irá substituir a EDAB, estão nos gabinetes de estudos da ANA e ainda agora a AMBAAL representando 18 concelhos alentejanos, trouxe mais um saco cheio de promessas.

    Parece ser que têm a decisão entre mãos é o secretário de estado das Obras Públicas que é o dr. Paulo Campos e nesta pasta os problemas a resolver são mais do que muitos e os critérios são dinheiro disponível e prioridades imediatas.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo23:32

    Caro H
    É uma pena que as pessoas não tenham a coragem (pessoal e pública) de ver e de dizer as coisas como elas efectivamente são. É claro que todos nós sabemos que este projecto, neste momento, não tem pernas para andar. Mas entre projectos, reuniões, debates e conversas, MUITOS COMERAM E CONTINUAM A COMER às custas de uma ideia muito bonita (no papel!!!). Porque cá em Portugal é assim ... Não se olha ao bem geral do país, mas sim ao bem da nossa carteira. Quanto mais recheada ela estiver melhor será. Agora, uma coisa eu digo, que tal começar a apurar os responsáveis deste grande projecto, de forma a pedir contas a toda essa escumalha que encheu os bolsos às nossas custas? Eu quero estar enganado, mas toda aquela estrutura vai cair de podre por falta de uso. E alguém há-de dizer um dia mais tarde que a ideia até era boa!!!!!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo23:35

    Um desastre previsível o tal elefante branco de que alguns falavam sendo logo apelidados de retrógrados e de outras coisas piores.

    ResponderEliminar
  6. Bem... pelo menos os placards do Vivaci, são dois sempre se acariciam mutuamente!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo00:23

    Juntem a fábrica de pilhas!!!!
    Muito importante também para toda a região!!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo00:34

    Toda esta historia faz-me lembrar uma outra que se conta com alguma piada aqui em Beja. Não sei se foi verdade ou não, mas relata a história de um casal já de certa idade que tinha foi ao (naquela época ainda) PrisUnique (depois Modelo e agora Continente) e que viu uma mangueira de rega de jardins em promoção. O preço estava bom e eles compraram a mangueira quase por impulso. Chegaram a casa e acabaram por reparar que habitavam num apartamento sem jardim nem qualquer planta para regar. Transpondo isto para o Aeroporto de Beja, fico a pensar se não se comprou a "mangueira" antes de construir o jardim ...

    ResponderEliminar
  9. Bem sabes o que costumo dizer quando se fala desse assunto! Que a culpa é dos alemães! Se esses gajos não tivessem construido essas enormes 2 pistas neste momento só haveria neste local agricultura e pouco mais!

    ResponderEliminar
  10. @anónimo do elefante - A adaptação civil do Aeroporto de Beja podia custar menos que um mês de despesas num outro elefante, em Lisboa, que não é azul!
    Estou e sempre disponível para debater as tolices relacionadas com o projecto: mas que o projecto é viável e interessante, é! Não o reconhecer não é coisa de retrógrado, é coisa de não perceber o projecto!

    ResponderEliminar
  11. H
    Realmente explique lá o projecto. Eu não entendo o porquê de um aeroporto em Beja. Ainda menos por se gastar biliôes em novas placas e plaquinhas e placo..., e mais edifícios e estradas e rotundas, sim porque aeroporto que se prese em Portugal tem de ter pelos menos uma rotunda. Com: placas militares sem serventia, hangares militares ao abandono, espaço quanto se queira para construir um aeroporto dentro da base,M A S... tinha que se gastar o nosso money em nada e agora cadé os avianitos. E a iniciativa das empresas, e soluções, e, quem no seu perfeito juízo quer aterrar aqui. Agora na cimeira da Nato vêm para aqui alguns, e para aonde......para as placas dos militares. A maior parte das companhias só se for obrigada e para isso tem de haver mais do que retórica, e um presidente da câmara mais reivindicativo, e fazer uma greve da fome. Para obrigar as companhias que vão para a capital aterrem aqui nesta bela planície que alguém já chamou de deserto.

    ResponderEliminar
  12. Pikas, uma parte nunca entendi nem nunca vou entender: porque não se usaram as instalações militares, que já existem e estão a criar bolor!

    Mas.. o que me parece pertinente tentar responder, é o projecto! Para quem entende um Aeroporto apenas como transporte de passageiros, pensar um aeroporto para voar para Lisboa e Porto, seria obviamente uma parvoíce! Mas o que muitos lutámos é por um Aeroporto em Beja que seja ancora de Lisboa e Faro, que recebe mercadorias, que seja usado como parque de estacionamento e de reparação de aviões, que faça alguns, necessariamente voos charters ou low cost! E isso é viável, fácil e barato!
    Portugal tem 3 grandes aeroportos! Com 4 pequenos aeroportos, espalhados pelos País, ficávamos excepcionalmente bem servidos e havia uma politica coerente de defesa do interior!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo23:30

    Esta Dica (travestido), a inteligência, faz comentários a propósito de tudo e nada. Ele é aeroporto, ele é sinos, ele é economia... Entende de tudo até de mentiras.
    Dá-me ideia de que deveria ser um gestor de uma grande empresa para ... a afundar!

    ResponderEliminar
  14. H
    Pergunta "one million dollars", Porquê? O aeroporto internacional das lajes (a aerogare civil) começou num hangar abandonado da Navy Americana, hoje é uma obra espectacular que se foi adaptando e crescendo de acordo com as necessidades. Foca um ponto bués de importante. A desmultiplicação de Lisboa e Faro para Beja. Low cost fora de Lx já, e a manutenção da tap para Beja, o fecho de Figo Maduro e respectiva ampliação da Portela, e não necessitamos de novo aeroporto na Kapital. Tudo o que seja mercadorias e FED Express para Beja a low cost ou até a custo zero para competir com Faro. Um aeroporto sem taxas fica mais barato para as companhias que pagam as taxas de parqueameto e aterragem por tonelagem, penso eu de que...

    ResponderEliminar
  15. Pikas - Escrito em Agosto de 2006, sempre actual:
    http://ireflexoes.blogspot.com/2006/08/suposto-aeroporto-de-beja-ou-rip-de-um.html

    ResponderEliminar
  16. Anónimo21:26

    Última hora, com o PEC III, agora ... é continuar a esperar.
    A paciência é uma virtude ... pelo menos, para alguns!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!