sexta-feira, setembro 03, 2010

Memórias da minha praia - II

A minha praia é provavelmente a melhor praia do mundo e uma das melhores de Portugal para os adolescentes! Porque tem um areal fabuloso, porque é um sítio calmo, onde era possível calcorrear toda a vila a pé! (esta treta é vila, certo).
Por isso na minha praia desde puto que tínhamos toda a liberdade do mundo! No meu caso porque passava muito tempo cá sozinho, no caso dos meus amigos de férias, porque fugiam do Parque de Campismo e corríamos as capelinhas todas! Mas há sempre a primeira capelinha! Muito antes das Ubis e Kadocs, ou da Kram (a Kram era uma discoteca na Altura, onde se passado 15 minutos um gajo não tivesse engate, era gay ou parvo! Os primeiros a safarem-se eram os pescadores, depois os labregos e por fim os gajos jeitosos, que quase todas as noites eram violados por nórdicas malucas!), do Pátio Algarvio (estorias inesquecíveis), o Mota (as histórias do Mota não davam um post, davam um blogue!), entre tantos outros... Mas a primeira capelinha é a primeira capelinha! E era o Pinguim! O mais ridículo Parque aquático da península ibérica, com quase um escorrega, um sítio de tão ruim, mas tão mau mesmo, que deixava putos de 13/15 ser donos daquilo e fazer festas pela madrugada numa espécie de quase bar que lá tinham! E depois os Contentores, ou o primeiro bar do Marcelo, ainda na praia, naquelas noites longas na praia, entre tostas mistas gigantes, beijos escondidos na areia, banhos de mar, obviamente demasiado bebidos, numa época em que ainda nos conhecíamos a todos!
E depois, ainda havia o fim de noite! Pão quente na Padaria e um café nojento, ordinário, imundo de porco, onde nos vendiam fiambre à fatia e nos ofereciam a Planta para barrar o pão! No inesquecível ano em que passei todo o mês de Agosto na minha praia, sem ter ido ver o mar um único dia! (excepto as noites...) E aquela vez que tivemos de vir da Praia Verde a pé, porque duas dúzias de cuicos queriam fazer uma festa connosco...

15 comentários:

  1. Anónimo00:17

    Não vou à tua (nossa) praia há mais de 20 anos... Mas lembro-me de um sítio que não referiste: O Jiovani (ou algo parecido). Já não existia no teu tempo? :-)

    ResponderEliminar
  2. Uma maravilha portanto, olha eu ao menos consigo recordar-me de ter ido à minha praia de dia, pelo menos a 1ª vez que acordava era nela , LLOOLL!! e sem sinais de trânsito ou outros apetrechos marados, sim ???!!!

    ResponderEliminar
  3. Fizeste-me recuar ao início dos anos 80 na Praia de Cabanas :)

    (Sim, sou cota, admito!!)

    ResponderEliminar
  4. Que saudades da Kram (hoje abandonada) e principalmente do Pátio Algarvio (também abandonado)! - Belos tempos (e gajas bué de gajas simmmmmmm!)

    ResponderEliminar
  5. Estou deliciada a ler estas memórias...E apetece-me começar aqui a contar estórias...mas não o vou fazer! eheheh

    ResponderEliminar
  6. Lembro-me tb do Jiovani, sim...
    E lembro-me destes bares todos, mas ainda eu fazia Praia na Praia Verde, mas havia sempre uma boleia ate Monte Gordo.
    Quanto aos Cuicos, nem vou falar de uma "Festa" que eles tb quiseram fazer com o nosso grupo(rapazes e raparigas)...
    num tal 5 de agosto...
    Pior ainda é que eu me armei em valentona...mais ninguem reagiu...a sorte, disseram eles é que eu era uma rapariga...ufa...
    Belas memorias que relatas aqui...

    ResponderEliminar
  7. e uma tal de festa da espuma na UBI, o do encontro famoso com a GNR na rotunda de Monte Gordo....

    o susto que a senhora sua mãe e minha apanhou no dia seguinte quando viu a roupa....

    ResponderEliminar
  8. Luis - Mas tu caiste nalgum pântano!! ehehehe

    ResponderEliminar
  9. Anónimo22:09

    Mas q bom!!! Estou maravilhada...recuar assim uns belos anos atrás ... uma espécie de nostalgia, q me esta a saber muito bem. Apesar de ser sitio q hoje em dia não frequento muito. É das praias q me vem mais á memória...Noites quentes...muito quentes passadas á beira mar. Comer aqueles cachorros antes de ir dormir. Hoje só de lembrar o aspeto, ui. ( mas na altura sabiam tão bem)...Fomeca, comia se de tudo :)

    ResponderEliminar
  10. Anónimo22:46

    e a discoteca da Retur?? E o "Piano-Bar", por cima do Giovanni?? E a discoteca do Hotel de Altura?? E o "Preto Branco" em Monte Gordo?? E a discoteca que funcionava no self-service da Praia Verde??? e os Churros e panquecas???

    Ass: Orlando

    ResponderEliminar
  11. Orlando - A discoteca da Retur não tenho memória! O branco e preto merecia um post!!
    abraço

    ResponderEliminar
  12. Anónimo22:47

    Na Retur havia um bar durante o dia, que depois de arrumadas as cadeiras e as mesas se transformava de noite numa "disco" (grande ambiente e até era pertinho da Praia verde) -tinha até uma esplanada no exterior!!

    Ass: Orlando

    ResponderEliminar
  13. Anónimo22:28

    Gostei de ler
    Luis Gonçalves (canhoto) - VRSA

    ResponderEliminar
  14. Anónimo14:52

    Ao ler este texto foi quase como tivesse a contar também as mesmas histórias. Passei por todos esses lugares e as coisas passavam-se exactamente assim.
    Para mim só falta um lugar a referir: "Os Pesinhos na Areia" na praia Verde. Grandes noitadas ....
    Este fim de semana vou lá revisitar .... passados tantos anos!!

    ResponderEliminar
  15. Anónimo22:41

    meu isso tudo que contaram era fabulástico....praia verde forever tudo isso e levar mateus em baldes com gelo e sacos com erva para contar anedotas nas dunas......era só rir

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!