quinta-feira, junho 26, 2008

As minhas intimas reflexoes...

Não sei o que se passa, mas quando chega o Verão com estes calores coitas, que as gajas ficam endoidecidas! É vê-las andarem por aí desfilando os melões como se fossem mamas, com aqueles soutiens mentirosos, que enganam a gravidade e a dimensão, aumentando e empinando aquilo que a natureza roubou. Despudoradamente, de pernas desnudas, exibindo algo semelhante a umas mini-saias, calções microscópios que se perdem nos regos da vida, implorando por um olhar masculino. E um tipo, por piedade, vendo o sofrimento das gajas, lá lança um olhar enjoado, fingindo apreciar aquele disparate de carne à mostra, com um enfado com que no talho olhamos a vitrina!

Bem sei que não tive o azar de nascer gaja, mas procurando-me pôr nelas, ou seja, colocar-me no lugar do grelo, não consigo compreender o fascínio que elas sentem em andarem por aí a expor o corpo aos perigos do sol, desabrigadas, só para puderem esfregar-nos os decotes nos olhos, suplicarem por uma espreitadela, embora saibam que o fazemos sem prazer e sacrifício! Até consigo compreender o prazer de exibirem as cuequinhas: afinal, quem gasta dinheiro em algo que serve para muito pouco, deverá querer partilhar com os outros a sua compra!

Mas e o resto senhores? Quando é que as mulheres da minha terra vão compreender que se eu quiser ver pernas, vou ver um jogo de futebol! Que essa coisa das maminhas é um mito urbano! Nenhum gajo a sério tem real prazer em ver as vossas mamocas: são umas bolhas ai penduradas, que pouco mais servem para alargar a roupa! E, se por acaso, alguma vez, reparar que um tipo lhe olha os seios, com ar apaixonadamente baboso, sorriso de trolha no rosto, com olhar de tarado deleite, compreenda que ele apenas os olho, faz cálculos ao tamanho, forma e dimensão, para garantir que a amiga peituda tem umas mamas capazes para amamentar um eventual filho. Sim, porque contrariamente as gajas, para os homens o coito é arte de fazer o amor e procriar!


13 comentários:

  1. Anónimo01:21

    e eu q pensava que já se tinha deixado destes momentos cosmopolitan´s.... bem haja!

    JH

    ResponderEliminar
  2. Anónimo01:48

    BOA regressaram os momentos cosmopolitan

    fixe

    gostei desta parte "para os homens o coito é arte de fazer o amor e procriar!"


    F

    ResponderEliminar
  3. Grande H e a excelente e hábil maneira de falar ao contrário, em negação... rica prosa.

    ResponderEliminar
  4. Cheguei aqui há semanas e desde então frequento-o!
    Eu, olho a Justiça de esguelha, abro a janela através de um olhar judicial!
    Estas cores fortes "abaixo as mamas", "abaixo as gajas boas majestáticas da salivação à bica" e os contrastes: "venham todas a este piedoso crente!" SÃO AS TINTAS DA PALETA dos dias não.
    Mas quem não gosta de uma piedosa mentira? quem deixa que a verdade estrague uma boa história?

    ResponderEliminar
  5. Sempreempé10:19

    O que se passa!...
    Angustias contidas, esperanças acalientadas!...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo10:39

    vc é terrivel!!! deve gostar pouco deve....

    ResponderEliminar
  7. Não se trata de um regresso: apenas.. ontem apeteceu-me! Comemorar os 200.000

    ResponderEliminar
  8. GOSTAS POUCO GOSTAS!!!

    ResponderEliminar
  9. Quem fala assim não é gago...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo13:47

    Han? Ké ke dizes?
    Nã gostas?

    ResponderEliminar
  11. Não há dúvida: o homem é de Direito.

    Boa prosa H.

    Cda vez gosto mais de passarpor aqui, apesar das divergências de opinião.

    Neste post estamos completamente de acordo.

    ResponderEliminar
  12. Joao Nuno Sequeira: cada vez estou mais convicto que as divergências de opinião, são das coisas mais interessantes da vida!

    Obrigado e cumprimentos

    ResponderEliminar
  13. João Nuno Sequeira23:08

    Ora aí está uma daquelas situações em que estamos inteiramente de acordo.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!