segunda-feira, junho 23, 2008

Universidade Moderna de Beja VS Palma Lopes

Desde há muito que defendo que quando há pouco ou nada para dizer de agradável, estar calado é uma excelente opção. Por um conjunto de razões, entendi manter-me em silêncio sobre tudo o que aconteceu na Universidade Moderna de Beja: apenas quebrei o silêncio neste post.
Hoje a decisão judicial deu-me razão! E era tão óbvio...

18 comentários:

  1. Anónimo19:24

    Esta decisão não era esperada, era certa!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo19:31

    Pois...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20:59

    e qual foi a decisão??

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14:30

    não comento pois desconheço a decisão!!!

    ResponderEliminar
  5. A decisão foi declarar a ilicitude do despedimento (conforme escrevi há mais de um ano) e a consequente reintegração!
    Ou seja, Palma Lopes é outra vez professor da Moderna de Beja

    ResponderEliminar
  6. rui p16:03

    H » Quando há ilicitude no despedimento, o trabalhador pode optar ou pela reintegração, ou então pela indeminização, certo?

    ResponderEliminar
  7. Anónimo16:25

    Mas foi reintegrado a ganhar quatrocentos e tal contos por mes?

    ResponderEliminar
  8. Anónimo16:54

    Saber quanto é que ele vai ganhar é seguramente o que de mais importante se pode retirar desta decisão. Enfim...

    ResponderEliminar
  9. Anónimo22:27

    No fim, o sr ainda vai ter de vender o Porche, querem lá ver!!
    Hehehehe...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo22:28

    Para pagar a indemnização ao Dr. Palma di Lopi...

    ResponderEliminar
  11. Anónimo00:07

    Dr.??? Com a baixa craveira intelectual e de personalidade que já demonstrou ter, só se de burros……
    Duvido acerrimamente que para lá volte, no entanto, se tal acontecer indubitavelmente dará “aulas” a fantasmas, porque aulas por si ministradas ninguém as quer.
    Os alunos, pagam e pagam bem, para ter um ensino de excelência e não de miséria.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo01:31

    Pois...exactamente, por isso é que o pessoal já se pirou de lá, e deixou aquilo,qual castelo assombrado!! Primeiro, pq aquilo há muito tempo que não é uma universidade, segundo porque os bons profs foram embora e,terceiro, porque não querem ainda ficar mais burros do que ficariam se lá continuassem e...por ultimo, e o mais importante, porque tem medo de fantasmas!!
    Rsssssss.....

    P.S. eu até acho que o dr. Palma Lopes, vai agora voltar qual D. Sebastião,num dia de nevoeiro, depois de longos anos passados da batalha de Alcácer-Quibir,quando já ninguém estiver à espera dele!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo09:30

    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo16:06

    Pois...não sei, não é!!
    Isso aí trata-se de 'outras especialidades' no ensino que nada tem a ver com o Direito!!E que não se passou só na Universidade(?) Moderna de Beja...continua a passar-se noutras também!Tiveram foi a infelicidade de serem descobertos!!Uma coisa é a vida privada das pessoas, outra é o ensino, que não se devia misturar, mas enfim...depois pagam sempre os mesmos!
    Não sabem 'comer e calar' e depois deu nisto!!

    ResponderEliminar
  15. NOTA: Começo a ficar enjoada da gentalha que vem debitar merdas para depois ir armado em sonso inventar estórias...

    ResponderEliminar
  16. Anónimo18:58

    Porque será que a verdade foi apagada?
    Mas a memória nunca o será.....

    ResponderEliminar
  17. Anónimo19:03

    Caro H, a verdade por crua e dura que seja para alguns, nunca se consegue banir na sua plenitude......
    Volto a reafirmar tudo o que foi apagado.

    ResponderEliminar
  18. Meu caro anónimo: se assinar o que diz, o conteudo não será apagado! Sou juridicamente responsável pelos conteúdos anónimos aqui divulgados: se entendo que determinado conteudo é susceptivel de gerar um processo crime, caso seja anónimo é apagado!

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!