terça-feira, junho 03, 2008

Congresso Alentejo XXI

Vai decorrer na Cidade de Beja, nos próximos dias 14 e 15 de Junho o 14º Congresso do Alentejo! Não vou tecer grandes comentários sobre o evento! Embora não deixe de dizer, que tudo o que se realiza em Beja é positivo: se no PaxJulia se realizar um congresso de Meretrizes, serei dos primeiros a aplaudir (e, nesse caso, até estaria presente!)!
Sublinhando o óbvio, que para pensar e reflectir o Alentejo, aplaudo todas as iniciativas, quero sublinhar duas ou três breves notas!
Acho que o PS não devia auto-excluir-se: admitindo como verdadeiro o excessivo peso do PCP, fugir ao debate não é o melhor caminho! Especialmente quando se vai discutir uma esquisita versão de regionalização, que pretende criar a comunolândia!
Mais do que a falta de comparência do PS, fico triste e preocupado por não ver o IPBeja representado e tanta Universidade de Évora! São caminhos que não gosto...
Finalmente... acho que este congresso... vai ter direito a uma surpresa! Em pleno Congresso ou na mesma data, deverá haver uma novidade... Quiçá um pouco cedo, mas....
O tempo dirá se este palpite está correcto!!

8 comentários:

  1. Sempreempé19:44

    H » vais preparar um congresso paralelo?

    "Viagrolândia e Prozaclândia - uma nova força local"

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:18

    Nunca participei nos congressos do Alentejo. Não por ser contra, mas apenas por comodismo ou por pensar que estes assuntos não me dizem muito respeito. Até aqui os efeitos dos congressos têm sido muito poucos, ficando-se pelas conclusões. Conclusões essas que deveriam ser pontos de partida para desenhar uma estratégia de desenvolvimento regional.Mas têm ficado apenas pelas conclusões, o que, notoriamente, não chega...
    Sempre pensei que os congressos só teriam um verdadeiro efeito, se todos, independentemente do seu posicionamento politico partidário, entende-se que hoje, integrados na União Europeia, com uma economia de mercado, poucas podem ser as divergências substantivas entre os diferentes protagonistas do palco regional.No entanto,os pretextos mais mesquinhos e provincianos, têm levado o PS e concretamente o seu líder regional Pita Ameixa a estar sempre contra, com a desculpa que o congresso é dominado pelo PCP.Seria bom passar os olhos pelo excelente artigo publicado no "Alvitrando" sobre este assunto, que eu subscrevo na íntrega. Y

    ResponderEliminar
  3. Sejamos pragmáticos...em 24 anos de pseudo congresso qual o resultado?Em 20 anos de Camara Comunista qual o resultado?Associações Empresariais qual o resultado?
    Politica....?Em Beja??Camara??Já imaginaram um antigo presidente de camara reformar-se e tornar-se médico???:)
    Não há hipótese tudo o resto são meros exercicios de diversão!!
    Não há capacidade,visão,inteligencia,e vocação social,SOBRA incompetencia,provincianismo,falta de cultura e ideias.

    Chega!!!:)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:07

    Jc, apesar do seu desencanto, penso que acertou em algumas das razões de Beja ser o que é. Ou seja, segundo percebi, o grande problema da cidade é a pouca qualificação dos seus cidadãos. Sejam eles politicos, empresários ou intelectuais(professores, médicos,advogados, etc,...).Toda esta gente anda a fazer pela vidinha e há muito que se desinteressou da cidade e dos seus problemas. Esta é uma realidade que se traduz em tudo o resto.Em Beja existe, em minha opinião, um deficite de cidadania e participação. Por outro lado, há também uma desqualificação social, cultural e educativa, que tem os reflexos que sabemos na vida da cidade. A juntar a tudo isto temos politicos sem projecção, sem capacidade de liderança, sem formação de topo, sem visão. Apenas uns caciques que por aí andam. Também acredito que talvez os mais capazes desistiram ou estão fora dos partidos. Outros temo-nos encarregado de destruir, como se estivessemos numa barraquinha de feira de tiro ao alvo.Com gente assim, não podemos querer mais e melhor. Y

    ResponderEliminar
  5. Surpresa? Deve ser algo que já suspeito há muito. Posso dizer?

    ResponderEliminar
  6. @zig - Eu nada sei! Apenas.. intui...

    ResponderEliminar
  7. Anónimo00:51

    Será que podemos saber? rssY

    ResponderEliminar
  8. Anónimo19:44

    Ainda acerca do "Congresso do Alentejo", não posso deixar passar em claro, quer as declarações de Pita Ameixa, quer a posição de Pulido Valente. Pita Ameixa, qual dono da federação do PS, á falta de argumentos sólidos inventa fantasmas. Á falta de pensamento próprio ou alugado acerca dos problemas do Alentejo, não participa para não se ver a ausência de ideias e projectos.Acusar o Congresso de falta de democraticidade é estapafurdio, porque lá encontram-se desde autarcas do PS até entidades insuspeitas como a Universidade de Évora.Com Pitas destas,,,,. O senhor Pulido valente que andou durante anos a participar ou até, não sei ao certo, fazendo parte das comissões organizadoras dos congressos do Alentejo, descobriu de repente, que concorda com as opiniões da federação, claro, ser candidato a Beja a isto obriga, mas que vai lá para fiscalizar a democraticidade do Congresso.Se não fosse triste dava para rir.Ele vai lá, com uma e única razão, mostrar-se e demonstrar ao povo que tem independência.Enfim, com uma cajadada quer matar dois coelhos.Pode ser que lhe saia o tiro pela culatra, porque tanto cinismo e hipocrisia tem que ter um fim...Não acham???Y

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!