quarta-feira, julho 08, 2009

Coisas...

Estive a lançar notas. De umas turmas que gosto muito e que hoje não gostam muito de mim. Depois de 5 dias terríveis e mal dormidos para despachar esta treta toda. Ou quase toda. Sai do gabinete e passei junto às futuras instalações da Estig. Acendi um cigarro. No carro. E senti uma sensação estranha a olhar o edifício. Até uma lágrima me correu. Sim, sou mariquinhas: não apenas choro como ainda tenho a falta de pudor de o confessar!
Mas se algo aprendi, foi que para conseguir a sorrir, primeiro temos de aprender a chorar...

11 comentários:

  1. PORRA PÁ ... É ESSA MESMA, A MINHA MANEIRA DE PENSAR.


    ABRAÇOS E CONTINUA ASSIM

    ResponderEliminar
  2. Anónimo17:29

    e porqe todo esse sentimento ao olhar o novo edificio?

    sera devido ao facto de ir abandonar aquele qe sempre conheceu e que nao tem nda haver com o novo?

    BG

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17:48

    Fui um dos que desesperou pelas notas, mas digo que valeu a pena o sofrimento... Esta tá feita, e uma vez mais foi um prazer ter aulas consigo, receber o seu conhecimento. Espero num futuro próximo os nossos caminhos de aluno/professor se voltem a cruzar.
    Até lá restam os jantares de turma e encontros em Beja.

    Cumprimentos pofessor

    zu

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:31

    eu é que chorei , depois de ler este post...

    ResponderEliminar
  5. que bonito...parece poesia!

    ResponderEliminar
  6. Sinceramente, parabéns por este post, H. Também não tenho pudor de confessar que ainda me fez gostar mais de si. (e nem percebo porquê!)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo22:59

    È fantástico...um homem que não tem medo de assumir o que sente:o))
    Só podes ser um homem muito seguro de ti. Parabéns!!! por seres assim

    ResponderEliminar
  8. Anónimo23:01

    estou cumuvido tb

    ResponderEliminar
  9. Anónimo23:17

    Um Grande Professor :)

    e nao, nao é graxa porque estarei no recurso LOL

    continue assim, nao mude nunca

    ResponderEliminar
  10. Anónimo00:19

    Na nossa ultima aula, também me pareceu ver uma lágrima quando saiu! Estarei enganada?
    Mesmo obrigando-me a ir ao recurso, é um GRANDE professor! Foi muito bom ter aulas consigo!
    Se quiser saber quem sou, terá de me passar! LOL

    ResponderEliminar
  11. Vera10:50

    Tive a honra de pertencer á primeira turma que conheceu na ESTIG. Marcou-nos a todos, como sei que todos nós, de uma maneira ou de outra, também o marcámos a si.

    É bom quando olhamos 10 anos para trás e verificamos que há alguém do nosso passado que marca uma época. E vai continuar a marcar.


    Gosto especialmente de saber que iremos continuar a trabalhar juntos, noutros papeis, noutros lugares.

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!