terça-feira, maio 12, 2009

100 razões para amar Beja - 67

Acredito piamente na máxima mens sana in corpore sano, com o sentido que hodiernamente se ofereceu à expressão, bem diferente da conjuntura sátira que esteve na mente do poeta romano Juvenal.
Nunca vi a prática desportiva como uma forma de bajulação do corpo, numa patética época onde todos temos de ser Adónis. Até porque tenho prazer nos vícios que me estragam o corpo mas alegram-me a mente. E irrita-me um pouco esta mania de que todos os corpos têm de ser Danone, até porque confesso não ser grande apreciador de iogurtes. Mas gosto de sentir paz interior. E acho que a prática desportiva nos oferece um inestimável equilibrio anterior.
No meu caso concreto, consequência de ter uma carcaça semi podre, furtaram-me o prazer de jogar futebol e roubaram-me a possibilidade da bicicleta, pelo que sou obrigado a desenrascar-me na pequena piscina coberta quase aquecida.
Mas tenho o privilégio de viver numa cidade que oferece excelentes condições para o desporto informal. De certo modo, algum bafio que encontramos nos clubes desportivos tradicionais é compensado com a prática de desporto ocasional.
É verdade que a mata e a ciclovia que acompanha a variante foram oferta dos alemães, mas com mais ou menos imperfeição o espaço tem mantido a sua integridade e acho muito saudável que com o bom tempo largas centenas de bejenses usem estes espaços para cuidar do corpo, refrescando a mente. Como sublinho que alguns mini-campos desportivos que surgiram no último mandato (apesar de um deles estar envolvido numa estéril querela) podem ser importantes para reforçar as condições para incrementar a prática desportiva. Como merece o maior aplauso deste que vos escreve, as manhãs desportivas no Parque da Cidade, onde sem custos para o utilizador, dois ou três professores colocam os habitantes da cidade a fazer desporto, misturando pessoas de todas as idades e condições, numa muita salutar comunhão com a natureza. Sem duvida algo a saudar e que se deve manter e reproduzir!

13 comentários:

  1. Anónimo16:12

    Agora é que tu lixaste os comunas! Agora como é que eles te chamam nomes?!!
    Gosto desse estilo de dar bofetadas de luva branca!

    ResponderEliminar
  2. J&B16:44

    Caro anónimo, não se chama comunas.
    Deve chamar Camaradas.
    Eheheheheheheh

    ResponderEliminar
  3. Anónimo18:03

    Anedota:

    Após 3h a fazer amor com a namorada, o rapaz diz à rapariga:
    "- Durante algum tempo vais deixar de me ver!"
    Ela pergunta:
    "- Mas vais de ferias? Vais deixar-me???"
    "- Não!" responde ele: "- Vira-te!"

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:18

    Essa dos "comunas" é muito básica. HEHEHEHE ... Há falta de argumentação ... toma: ´"a culpa é dos comunas" HEHEHEHE

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:18

    Essa dos "comunas" é muito básica. HEHEHEHE ... Há falta de argumentação ... toma: ´"a culpa é dos comunas" HEHEHEHE

    ResponderEliminar
  6. @primeiro anónimo - Não acho que aquelas pessoas que no último mês têm procurado inundar este blogue com comentários desagradáveis sejam necessariamente comunistas. Alguns são apenas parvos e outros, por razões mais ou menos justificadas, não gostam de mim ou do que escrevo.
    Sempre disse que não gostar de mim era muitas vezes uma qualidade! E não mudei!
    Como o blogue não mudou: é o que sempre foi, no estilo que sempre esteve, oferecendo a quem tem a paciência de o ler uma determinada visão das coisas e da vida!
    E por mais bocas tolas que tenha de aguentar calado, a minha recente decisão não me mudou a mim nem ao blogue. Por mais que tentem e provoquem!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo21:18

    GANDA SOPAPO DE LUVA BRANCA! CONTINUA H

    ResponderEliminar
  8. Há quem veja em tudo o que escreves uma crítica - será por necessidade?

    ResponderEliminar
  9. @Zig. Eu escrevi aqui há dois meses que isto ia acontecer...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo17:03

    Beja recebe por estes dias um importante forum de discusão sobre centros históricos, inclusive com participação de grandes espacialistas internacionais, muito me admira que ainda não tenha dado por isso, para quem se diz tão atento á sua cidade... ou será que não interessa

    ResponderEliminar
  11. @anónimo que pretende provocar!
    Pouco mais do que eu tentam divulgar as coisas positivas que se fazem na cidade! Sobre o evento, realizado no IPB, teria sido conveniente melhorar a sua divulgação. Nomeadamente a Organização enviar para os blogues referência ao evento.
    O meu caro, teria um contributo muito mais pertinente se tivesse enviado o cartaz, em vez de enviar bocas sem grande sentido. Ou será que não interessa?

    ResponderEliminar
  12. Anónimo09:45

    Esta não pega a divulgação tem sido feita em todos os OCS da região em alguns até onde colabora e também nos OCS nacionais.
    Eu compreendo esteve desatento....

    ResponderEliminar
  13. @anónimo - e só percebi que era uma iniciativa da CMB quando o li carpir..

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!