sábado, maio 30, 2009

Canja de Bacalhau...

O prato desta noite chama-se canja de bacalhau! Não coloquei foto, porquanto estou com humor de cão e se colocasse agora uma foto o resultado seria muito, mas muito trágico! (haja paciência para aturar imbecis!!!).
Mas... vamos falar de culinária e não da filiação das excelsas meretrizes! A proposta de hoje chama-se canja de bacalhau, basicamente porque sim! Podia chamar-lhe outra coisa, mas, sejamos honestos, podemos passar o tempo a chamar um prato, as designações que entendermos, que ele não vem sozinho nem se cozinha a si próprio! Por isso, não liguem ao nome e vamos falar da elaboração da coisa, pouco aconselhável para dias abrasivos como hoje!
Primeiro faz-se um refugado com celola e alho, pimentão caso tenha! (se não quiser chorar como uma madalena mal arrependida, corte a cebola com a mão que segura a dita, molhada!) [a mão, não a dita!!!]. Depois da cebola estar animada, junte-lhe coentros, muitos coentros e aguarda até o refugado estar cheiroso. Antes de tudo disto - e era assim que eu devia ter começado mas esqueci-me, porque estou de mau humor devido a filhos de merectrizes - deve cozer o bacalhau, uma posta generosa, acompanhado de conquilhas e dois camarões cortados às rodelas!
Bem, de regresso ao refugado, que agora já cheira bem é o momento de colocar espinafres! Seja generoso: podem encher o tacho, que os ditos mirram mais que pénis com mulher feia! Feche a panela e vá abrir a janela que está calor.
Quando voltar, percebe que os espinafres já baixaram e reforçaram o refugado: é o momento de juntar o bacalhau, depois de desfiado! Junte igualmente as conquilhas e o camarão, bem como a água. Ou seja, junte a trampa toda que esteve a cozer ao lado. Mais arroz! E não me pergunte qual: arroz é arroz e prontos!!
Deixe ao lume até o arroz estar no ponto, jogue sumo de limão e sirva com amor. Com muito amore! Porque o amor é tudo na vida! Até os filhos das meretrizes são concebidos com muito amor e 25 euros!!!

9 comentários:

  1. Anónimo00:41

    vOCÊ É UM ESPECTÁCULOOOOOOOOOOOOOOOOOO!
    BRILHANTE!!

    ResponderEliminar
  2. J&B09:50

    Este sim, o H no seu melhor, continue com estas crónicas culinárias, que são um fartote.

    Mas H, com um tempo destes não era melhor uma gaspachinho, digo eu!....

    ResponderEliminar
  3. Este também me parece bem melhor que a cabeça do borrego!

    Quem cozinha com gosto fa-lo sempre com Amor! Como outras coisas...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo11:19

    É refOgado e não refugado!

    Que mau aspecto Sr. Prof. Dr.!!

    ;)

    ResponderEliminar
  5. foram quantos euros mesmo?

    ResponderEliminar
  6. Anónimo12:06

    a primeira vez que ouvi falar de "canja de bacalhau", mas comecei o dia a rir à sua custa!
    eheheheh

    (assim é que é!)

    bjs

    ResponderEliminar
  7. piruças00:00

    "Canja de Bacalhau na BIMBY"
    Começe por cozer uma bela posta de bacalhau,para isso coloque-o no copo,acompanhado de conquilhas , 2 camarões cortados ás rodelas e meia delicia do mar e cubra-o com água programe 15 m, temperatura 90 e velocidade 4.Depois de cozido e enquanto tira as espinhas (convèm) faça o refogado no mesmo recipiente que entretanto foi limpo depois da água tirada, mas reservada.Coloque o azeite no copo e programe 3 Min. Tempº Varoma, Vel. 2. Quando terminar este tempo, adicione a cebola , os alhos e pimentão se tiver e pique 20 Seg. na Vel. 3 ½ o que evita ter de molhar a mão que tem a dita cebola para que não chore feito uma Madalena arrependida.Verifique se ficou tudo bem triturado, caso contrário, programe mais alguns segundos na mesma velocidade. Junte fartura de coentros e deixe 2 minutos na colher inversa. quando a cebola se apresentar loirinha, junte os espinafres, feche a tampa, programe, velocidade 2 colher inversa e vá estender uma roupinha, que ta calor e seca rápido!Volte ao refogado e junte o bacalhau (que pode desfiar na propia bimby na velocidade 6) , com as conquilhas e camarão, Coloque a água reservada onde anteriormente cozeu o bacalhau e deixe ferver na temperatura 100, velocidade 1. Junte o arroz e deixe cozer por 20 m na velocidade 2, temperatura varoma!Assim que a bimby apitar, verta pelo copo sumo de limão..e..voilá!!!!Uma bela canjola de cabalhau, um máquina de roupa estendia e aindaaaaaaaaa ..apenas o copo da bimby para lavar...
    Quando é que te rendes???:O)

    11:01 PM

    ResponderEliminar
  8. piruças00:02

    hehhe H..a bimby é o melhor que há para rentabilizar o tempo..até estou tentada em adaptar as tuas receitas e publicá-las no "Forum do Bimbólicos" se não te importares, claro!!Serão um sucesso garantido!!:O)

    ResponderEliminar
  9. Caramba H, você tem cá uma pachorra! Pois por mim também acho que um gaspacho era bem mais prático e bem mais apropriado à temperatura da noite... mas isto cada um é pró que nasce!...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!