segunda-feira, janeiro 05, 2009

Beja, orgulha-se...

13 comentários:

  1. Anónimo13:09

    BOA PERGUNTA. ORGULHAR DE QUÊ?
    DAS VIVENDAS BARATAS QUE AQUI SE VENDEM; DOS ACESSOS MARAVILHOSOS AOS BELOS MONTES ALENTEJANOS; DOS INCENTIVOS QUE DÃO AOS JOVENS EMPRESARIOS;..TINHA TANTO QUE REFERIR, MAS SE CALHAR BEJA ORGULHA-SE DO CENTRO COMERCIAL E AS SUAS BELAS SALAS DE CINEMA...MAS SÓ DAQUI A 10 ANOS! VIVA BEJA ...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:17

    Desculpa H, mas penso que se pode orgulhar de muitas coisas... coisas boas da CM (das quais já deu exemplos (universidade senior), e concerteza que também daquilo que os bejenses, individual (o seu blogue por exemplo), ou colectivamente (a Sociedade Filarmonica Capricho Bejense) vão fazendo e nos orgalham a todos os que realmente gostamos e acreditamos em Beja!
    Que a nossa critica tenha sempre como objectivo o melhoramento para nos orgulharmos cada vez mais, não se tornando apenas na critica a roçar o politico!...

    sei que vai dizer que não tem ligações politicas e que valoriza ou desvaloriza todos sem olhar a questões politicas... também é disso que gosto no seu blogue mas, tendo em conta a forma como nas ultimas semanas não se priva de valorizar o pulido valente e também a aproximação das eleições autarquicas parece-me que está a ir muito na onda anti-PCP.... compreendo o que me vai dizer e espero que também compreenda o que lhe tento dizer!

    Saudações mlm

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:04

    Na verdade, Beja tem muitos motivos de orgulho. Quer se queira quer não. Contra factos não há argumentos, como se costuma dizer.É uma cidade com mais de 2 mil anos de história, por aqui passaram reis e rainhas e aqui se deram alguns dos mais importantes lances da história pátria. Aqui nasceu a rainha dona Leonor, Mariana Alcoforado, André de Resende, Diogo de Gouveia, os pais de el rei dom Manuel; tem uma torre de menagem que é única no país, uma celebre escudela chamada de Pero de Faria, igrejas e conventos, ruínas arqueológicas, bons ares e boa gente. Beja tem tanta coisa motivo de orgulho que poderia estar aqui a escrever a tarde inteira... Agora também ha quem não goste...Eu amo esta cidade!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Casca18:22

    @anónimo 3:04
    Oh Mestre, isso é História e honrar o passado. Quem não honra o passado não tem futuro, também é certo mas... é o orgulho que leva a dizer não, e a fraqueza sim. A modéstia pode dizer ambas as coisas sem paixão! Beja teve de facto e ainda bem tudo isso, mas hoje tem o quê? Repito-lhe a pergunta do H, orgulha-se (não orgulhou-se) de quê?

    ResponderEliminar
  5. Eu também amo a minha cidade! E tenho insistido e muito por não sair de cá!
    Li a notícia da conferência de imprensa na diagonal e confesse que agora não me apetece o tema. Mas.. este é um projecto a pensar na cidade ou nas próximas eleições?

    ResponderEliminar
  6. piruças20:21

    Beja é a minha cidade, a minha querida cidade..já estive fora e acabei por voltar...voltei e fui recebida de "braços abertos",não querendo comparar com outras, actualmente é uma cidade triste...vazia, que tinha potencial para ser muito melhor, mas está fechada numa redoma e não consegue evoluir (não falo dos prédios que se levantam ano após ano e que vão estendendo a cidade prós lados, falo de acontecimentos que fizeram parte da minha infância e que foram desaparecendo tal como a feira de Agosto em que era imperativo comer o franguinho "á la poeira", em que faltava ás aulas para andar nos carrinhos de choque e no último dia o circo estava cheio, falo da piscina municipal em que a malta se "punha de molho" nos dias quentes de verão e em que não se viam ciganos a soltar a piolharia,nem cagaitas dos pés, falo dos fins de semana em que a malta frequentava os cafés e esplanadas e se juntavam em grupo e compravam a roupa nas portas de mértola,porque só meis duzia vestiaCENOURA ou PORFIRIOS, falo de um jardim publico onde a malta ia namorar lá no comboio e volta e meia vinha o guarda acabar com a festa, falo de um castelo iluminado que ao longe se avistava e apetecia cantar a moda do castelo de beja...falo de uma cidade mais pequenina e muito mais "quente".Adoro a minha cidade mas queria que também ela me amasse a mim!

    ResponderEliminar
  7. Quando é que sabemso do que devemos orgulhar-nos?

    ResponderEliminar
  8. Anónimo20:35

    Beja orgulha-se:
    De albergar a EDIA - aquela empresa que alberga o Dr. Pulido Valente que se quer albergar na Câmara Municipal.
    Vou deixar uma ideia ao Dr.Francisco Santos, para alavancar a economia da cidade:
    Crie uma ALBERGARIA.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo23:02

    Se os de Beja se orgulham...que farao os de evora...

    ResponderEliminar
  10. @anónimo - o que leio em alguns blogues de Évora, sao mtas manifestações de inveja!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo13:48

    Évora inveja de Beja? Impossivel..

    ResponderEliminar
  12. @Meu Caro anónimo - apelo à sua honestidade intelectual: não me ouviu (leu) escrever que existem razões ou fundamentos para tal! Mas.. não concorda que em alguns blogues de Évora se nota alguma inveja? Veja por exemplo, o que cito no post do retail Beja...

    ResponderEliminar
  13. @Meu Caro anónimo - apelo à sua honestidade intelectual: não me ouviu (leu) escrever que existem razões ou fundamentos para tal! Mas.. não concorda que em alguns blogues de Évora se nota alguma inveja? Veja por exemplo, o que cito no post do retail Beja...

    ResponderEliminar

Respeite as opiniões contrárias! Se todos tivéssemos o mesmo gosto, andávamos todos atrás da sua namorada! Ou numa noite de copos, a perseguir a sua mulher!